A obsolescência da literatura de cordel: aspectos de escrita e oralidade

Valdemar Valente Junior

Resumo


Este texto visa discutir a importância da literatura de cordel como elemento cultural arcaico ainda presente na cultura brasileira contemporânea. Na condição de parte integrante da cultura nordestina, tende a estabelecer uma relação estreita com seu povo, mas esbarra na inviabilidade artesanal de sua produção na atualidade. O crescimento do nível de interesse acerca da literatura de cordel em diferentes áreas dos estudos acadêmicos resulta da necessidade do cotejo dos elementos fundadores da cultura nordestina com o processo de globalização que abrange aspectos arcaicos e modernos a partir de um mesmo fluxo.

Palavras-chave


Cultura popular; Poesia; Folclore; Nordeste brasileiro; Regionalismo

Texto completo:

PDF

Referências


APPADURAI. Arjun. O medo ao pequeno número: ensaio sobre a geografia da raiva. Traduzido por Ana Goldberger. São Paulo: Iluminuras, Itaú Cultural, 2009.

CAMPOS, Augusto de. Um dia, um dado, um dedo. In: _____. Verso, reverso, controverso. São Paulo: Perspectiva, 1978.

CANCLINI, Néstor García. As culturas populares no capitalismo. Traduzido por Cláudio Novaes Pinto Coelho. São Paulo: Brasiliense, 1983.

CASCUDO, Luis da Camara. Literatura oral no Brasil. Rio de Janeiro: José Olympio, 1978.

FERREIRA, Jerusa Pires. Matrizes impressas da oralidade. In: BERND, Zilá e MIGOZZI, Jacques (org.). Fronteiras do literário: literatura oral e popular Brasil/França. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 1995.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Traduzido por Tomaz Tadeu da Silva e Guaracira Lopes Louro. Rio de Janeiro: DP&A, 2004.

IANNI, Octávio. A ideia de Brasil moderno. São Paulo: Brasiliense, 1996.

LONDRES, Maria José F. Cordel: do encantamento às histórias de lutas. São Paulo: Duas Cidades, 1983.

MELO, Rosilene Alves de. Arcanos do verso: trajetórias da literatura de cordel. Rio de Janeiro: 7Letras, 2010.

ORTIZ, Renato. Mundialização e cultura. São Paulo: Brasiliense, 1998.

PROENÇA, Ivan Cavalcanti. A ideologia do cordel. Rio de Janeiro: Editora Brasília, 1977.

ZUMTHOR, Paul. Performance, recepção, leitura. Traduzido por Jerusa Pires Ferreira e Suely Fenerich. São Paulo: Cosac Naify, 2007.




DOI: https://doi.org/10.5902/2176148527938

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Letras



 

                      

 

                

 

                

 

    

  

   

 

  

 

 

                                     QUALIS/CAPES: Letras A2

                              ISSN Versão Impressa: 1519-3985

                              ISSN Versão Digital: 2176-1485



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.