Análise Bidimen¬ sional da Ginga na Capoeira

Silvio Claudio Pereira Rodrigues

Resumo


Utilizando-se o método da cinematografia bidimensional, foi possível obter dados sobre o deslocamento do centro de gravidade, bem como observar o comportamento da velocidade do centro de gravidade durante a execução de um ciclo do movimento na ginga da capoeira. A amostra intencional foi constituída de quatro atletas do sexo masculino, com bom nível de experiência. Neste estudo observou-se que as trajetórias descritas pelo deslocamento do centro de gravidade apresentaram-se padrão para os sujeitos da amostra. O deslocamento do centro de gravidade em relação ao plano XZ (plano transversal), apresentou uma configuração em forma de Ferradura. Alturas máximas no deslocamento do centro de gravidade foram encontradas freqüentemente na metade das fases do movimento. As alturas mínimas,

relacionadas com velocidades muito baixas, próximas de zero, foram observadas no momento em que o corpo retornava à frente, nas fases de duplo apoio (segunda e quarta fases). As velocidades máximas do deslocamento do centro de gravidade encontradas no ciclo não ultrapassaram 2.00m/s, e as velocidades mínimas situaram-se no limite próximo de 0.0 lm/s, no movimento da ginga na capoeira.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/231654648434



Avaliação Qualis Capes (2014):

B4- Educação Física / B3- Interdisciplinar e Psicologia / B5- Educação 

Periodicidade: contínua

ISSN: 2316-5464 online

DOI: 10.5902/23165464

email: kinesisrevista@ufsm.br


 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.