Variação da quantidade de in¬formações na performance de uma destreza motora

José Francisco Gomes Schild

Resumo


Analisar a relação entre a quantidade de informações fornecidas e a performance de uma destreza motora fechada (salto em distância), na fase inicial do processo de aprendizagem, foi o objetivo deste estudo. A amos­tra, composta de 45 alunos da 4a série do Io grau, sexo masculino, na faixa etária de 9 a 11 anos de idade, de nível econômico B, foi dividida aleatoriamente em três grupos experimentais. O grupo experimental 1 (GEj) recebeu pequena quantidade de informações (PQ,), o grupo experi­mental 2 (GE2) média quantidade de informações (MQj). e o grupo experi­mental 3 (GE3), grande quantidade de informações (GQ,) sobre a mesma destreza motora. Através da Análise de Variância (ANOVA) entre as médias dos pós-testes, para p < 0,05, verificou-se que o GE apresentou escores estatisticamente maiores que o GEj e GE3.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/231654648351



Avaliação Qualis Capes (2014):

B4- Educação Física / B3- Interdisciplinar e Psicologia / B5- Educação 

Periodicidade: contínua

ISSN: 2316-5464 online

DOI: 10.5902/23165464

email: kinesisrevista@ufsm.br


 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.