CONSTRUÇÃO SOCIAL DA ATIVIDADE CORPORAL EM ÁREAS EMERGENTES: SOBREVIVÊNCIA E/OU SAÚDE

Maria Beatriz ROCHA FERREIRA

Resumo


Atividade corporal é uma expressão que representa uma complexidade de significados e valores sócio-históricos integrados com a capacidade de adaptação filogenética e ontogenética da espécie humana. Em termos biológicos a função da espécie é sobreviver e reproduzir. Em termos sócio- culturais a função é a melhoria da qualidade de vida, começando pela garantia de condições mínimas de alimentação, educação, saneamento básico, lazer, cuidados com a saúde entre outros para uma sobrevivência digna do se*- humano. Em áreas desenvolvidas embora exista condições mínirr sobrevida, o sedentarismo tomou um problema crucial. Diferentes pai desenvolvido programas de atividade física baseado no conhec científico. Atividade física é entendida como um movimento corporal intencional envolvendo atividades específicas para manutenção da saúde, tais como corrida, caminhadas, exercícios físicos, atividades esportivas e outros. Em áreas emergentes ou subdesenvolvidas a população tem problemas econômicos e sociais sérios, com más condições de sobrevivência. A construção de hábitos de atividade física visando a melhoria ou manutenção da saúde poderá ser eficaz quando associada com outros fatores sócio- econômicos, educacionais e políticos.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/231654648189



Avaliação Qualis Capes (2014):

B4- Educação Física / B3- Interdisciplinar e Psicologia / B5- Educação 

Periodicidade: contínua

ISSN: 2316-5464 online

DOI: 10.5902/23165464

email: kinesisrevista@ufsm.br


 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.