EDUCAÇÃO FÍSICA E NÍVEIS SÓCIO-ECONÔMICOS: UMA PESQUISA COM A POPULAÇÃO URBANA DE SANTANA DE PARNAÍBA

Alexandra Luiz FRANÇA

Resumo


O objetivo deste estudo foi o de investigar a prática de atividades motoras junto à população sócio-economicamente desprivilegiada do município de Santana de Pamaíba, em São Paulo. Quanto aos procedimentos metodológicos empregados, partiu-se inicialmente de uma análise da realidade sócio-econômica brasileira, com a posterior construção do objeto empírico, sendo utilizadas as técnicas de observação sistemática, entrevista e questionário. Os resultados obtidos parecem corroborar o fato de que a prática de atividades motoras restringe-se predominantemente às classes sócio-economicamente privilegiadas, do meio urbano. Finalmente, foram apontadas considerações a respeito dos resultados obtidos, relacionando-os a elementos de natureza profissional da Educação Física.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/231654648147

Direitos autorais



Avaliação Qualis Capes (2014):

B4- Educação Física / B3- Interdisciplinar e Psicologia / B5- Educação 

Periodicidade: contínua

ISSN: 2316-5464 online

DOI: 10.5902/23165464

email: kinesisrevista@ufsm.br


 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.