Investigação da aptidão física de pacientes diabéticos não- insulinodependentes

Gaspar Rogério Silva

Resumo


Investigou-se a aptidão física de 36 indivíduos, sendo 18 pacientes portadores de diabetes mellitus não- insulinodependentes e outros 18 indivíduos sedentários não diabéticos, que serviram de grupo controle, através dos testes de antropometria, ergométrico em esteira, caminhada, força e de flexibilidade, comparando os resultados com o grupo controle. Os pacientes apresentaram componentes endomórfico, ectomórfico e um percentual de gordura significativamente inferiores ao grupo controle, mas sem apresentar correlação com a aptidão física. Constatamos que os pacientes apresentaram uma capacidade aeróbia em torno de 60% dos indivíduos do grupo controle, com um consumo de oxigênio médio estimado em aproximadamente 20 ml/Kg/min. A força muscular dos pacientes esteve diminuída em vários grupos musculares sugerindo a presença de uma miopatia diabética, com repercussões no desempenho físico. O teste de caminhada de 6 minutos foi um teste fácil de ser aplicado com uma boa correlação com a capacidade aeróbia. Os pacientes apresentaram, durante o teste ergométrico um bloqueio na resposta cronotrópica e uma resposta pressórica superior ao grupo controle, que associado a claudicação intermitente motivou por várias vezes a interrupção do teste ergométrico. O eletrocardiograma de esforço foi considerado normal em 80% dos pacientes.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/231654648009

Direitos autorais



Avaliação Qualis Capes (2014):

B4- Educação Física / B3- Interdisciplinar e Psicologia / B5- Educação 

Periodicidade: contínua

ISSN: 2316-5464 online

DOI: 10.5902/23165464

email: kinesisrevista@ufsm.br


 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.