COMPARAÇÃO DE DOIS PROCEDIMENTOS PARA PREDIÇÃO DA COMPOSIÇÃO CORPORAL EM ATLETAS MASCULINOS DE HANDEBOL

Maria F. Glaner

Resumo


O objetivo deste estudo foi comparar duas técnicas para a predição da composição corporal. Utilizou-se para tal a (IB) impedância bioelétrica (RJL 101) e a técnica antropométrica (TA). Para a predição da densidade corporal a partir da TA foi utilizada a equação de PETROSKÍ (1995), e a equação de SIRI (1961) para a predição do percentual de gordura. A amostra foi composta por 16 atletas masculinos da Seleção Brasileira dos Jogos Pan-Americamos de Handebol de 1994, (médias de: idade = 26,78 ± 3,45 anos; massa corporal = 86,6 ± 8,2 kg; estatura = 185,81 ± 4,99 cm. O teste t pareado evidenciou diferenças significativas (p < 0,001) entre o percentual de gordura, massa de gordura e massa corporal magra obtidos pela EB e TA. A IB superestimou o percentual de gordura em relação à TA, o inverso ocorreu com a massa corporal magra.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2316546410195



Avaliação Qualis Capes (2014):

B4- Educação Física / B3- Interdisciplinar e Psicologia / B5- Educação 

Periodicidade: contínua

ISSN: 2316-5464 online

DOI: 10.5902/23165464

email: kinesisrevista@ufsm.br


 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.