AVALIAÇÃO DE UM PROGRAMA DE ATIVIDADE FÍSICA RELACIONADO À SAÚDE DO TOXICÔMANO

Maria M. Pagani

Resumo


Objetivou-se neste estudo avaliar um programa de atividade física relacionado à saúde do toxicômano. A amostra foi obtida intencionalmente através de 6 voluntários do grupo de reabilitação da UFSC, do sexo masculino, com idade entre 22 e 30 anos. O programa foi composto de 16 semanas, 3 sessões semanais de 60 minutos, caracterizando-se basicamente por atividades aeróbicas, combinadas de corrida, força, resistência, flexibilidade e alongamento. Os sujeitos foram avaliados em duas ocasiões, pré e pós programa. Foram realizadas medidas do peso e estatura corporal, dobras cutâneas tricipital e subescapular, flexibilidade, resistência, força abdominal, flexão e extensão do cotovelo. Utilizou-se um eletrocardiograma (ECG) de repouso e esforço em esteira. O programa obteve uma boa aceitação. A melhoria da qualidade de vida e auto- estima foram satisfatórias. A antropometria apresentou pequenas variações entre pré e pós testes. A aptidão física não apresentou significância estatística devido a heterogeneidade e a pequena amostra. Apesar de todas as variáveis apresentarem melhoras estas não foram estatisticamente significativas, p > 0,05.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2316546410193



Avaliação Qualis Capes (2014):

B4- Educação Física / B3- Interdisciplinar e Psicologia / B5- Educação 

Periodicidade: contínua

ISSN: 2316-5464 online

DOI: 10.5902/23165464

email: kinesisrevista@ufsm.br


 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.