UMA PROPOSTA TEÓRICA PARA A ESTRUTURA DOS MOVIMENTOS EM HIDROGINÁSTICA, COM ÊNFASE NOS PADRÕES MOTORES

Rose Clara de Freitas Moreira

Resumo


Este estudo teve como objetivo desenvolver uma proposta teórica para o entendimento da estrutura dos movimen­tos em hidroginástica, com ênfase nos padrões motores. O presente estudo foi desenvolvido, ressaltando aspec­tos relacionados a montagem e execução de exercícios da parte aeróbica de uma aula de hidroginástica. O estudo baseou-se em considerações que definem o movimento humano a partir das capacidades dividindo-as em físicas e motoras 1. Também descreve os padrões motores, como grupos de atos motores com graus diferentes de atuação, dependendo diretamente da ocorrência ou treinamento das capacidades motoras e habilidades como uma ação particular e refinada ou a maneira como ela é executada. Para a padronização da nomenclatura dos termos utilizados e para definir os padrões motores em hidroginástica, utilizou-se uma classificação 2-3em planos específicos nos quais os vários movimentos articulares podem ser classificados, sendo estes: plano ântero- posterior ou sagital; plano lateral ou frontal e piano transverso ou horizontal. Além desta classificação o corpo foi divido em dois grupos: superior e inferior. Os padrões motores correspondem aos exercícios utilizados na parte principal da aula de hidroginástica; foram classificados em padrões motores simples, que corresponde a movi­mentos com ênfase em apenas um grupamento muscular e padrões motores combinados, que correspondem a combinação de movimentos com ênfase em mais de um grupamento muscular de membros superiores ou inferi­ores. Após a construção e análise do quadro de referência pode-se fazer as seguintes considerações: observou- se a existência das capacidades: físicas força, velocidade, flexibilidade e resistência em hidroginástica; das capacidades motoras não houve referência na literatura, embora observações empíricas demonstrem a presença e a importância das mesmas; a existência de diversos padrões motores de movimentos simples e combinados na hidroginástica e finalmente a inexistência de habilidades em hidroginástica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2316546410175



Avaliação Qualis Capes (2014):

B4- Educação Física / B3- Interdisciplinar e Psicologia / B5- Educação 

Periodicidade: contínua

ISSN: 2316-5464 online

DOI: 10.5902/23165464

email: kinesisrevista@ufsm.br


 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.