Metodologia de cadastro de erosões na bacia do Rio do Meio, Pinhais-PR

Carlos Henrique Sopchaki, Leonardo José Cordeiro Santos

Resumo


Os processos erosivos têm causado forte degradação de solos em todo o mundo além de colocar em risco a população, destruindo casas e equipamentos públicos e causando prejuízos sociais, econômicos e ambientais. A Bacia do Rio do Meio, em Pinhais-PR foi objeto de análise por Valim (2003) que produziu um mapa de suscetibilidade à erosão laminar e mapeou os processos erosivos existentes. A presente pesquisa tem como objetivo a análise dos processos erosivos daquela bacia. Para tanto será aplicada a metodologia adaptada de Iwasa e Fendrich (1998), que consiste em uma ficha de cadastramento de erosões. Esta metodologia permitiu o cadastramento de duas feições erosivas identificadas na bacia, associadas a um corte de estrada. A utilização da ficha de cadastro de erosão é importante, pois a partir dela é possível entender questões relativas à gênese, e ainda, conhecer o comportamento das erosões, principalmente em relação à dinâmica do processo, o que é fundamental para a definição de critérios mais consistentes de projetos de contenção.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/223649947341

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Indexações e Bases Bibliográficas