As estratégias de ação dos promotores imobiliários em Santana do Livramento, RS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/2236499443235

Palavras-chave:

Cidade-gêmea, Geografia Urbana, Promotores imobiliários, Rivera, Santana do Livramento.

Resumo

O presente artigo tem por objetivo compreender como ocorre a ação dos promotores imobiliários no espaço urbano de Santana do Livramento. Para operacionalizar esse objetivo foi realizado um levantamento bibliográfico que fornecesse sustentação teórica para a pesquisa. Os procedimentos metodológicos aconteceram em duas etapas: A primeira buscou os dados secundários através de um jornal local na seção dos “Classificados” e a segunda se voltou para os dados primários que foram produzidos a partir de entrevistas com representantes de imobiliárias e com alguns promotores imobiliários. Os resultados evidenciaram que existe uma concentração de condomínios verticais no centro da cidade enquanto a produção de casas e de kitnets se mantém em bairros mais periféricos. Por fim, é possível perceber que a condição de cidade-gêmea possui influência em grande medida na ação dos promotores imobiliários em função de que a entrada de compradores uruguaios é bastante intensa e necessária para a manutenção da ação desses agentes sociais.

 

Biografia do Autor

Leonardo Berté Nunes, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, Brasil.

Graduado em Geografia pela Universidade Federal de Santa Maria, Bolsista FIPE UFSM 2019-2020.

Eduardo Schiavone Cardoso, Universidade Federal de Santa Maria/, Departamento de Geociências, Santa Maria, RS, Brasil

Professor Titular da Universidade Federal de Santa Maria vinculado ao Departamento de Geociências

Referências

ALBORNOZ, V. do P. L. Armour: uma aposta no pampa. Santa Maria: Palotti. 2000

ALVES, F.D. Considerações sobre métodos e técnicas em Geografia Humana. Dialogus, Ribeirão Preto, vol.4, n.1, p.227-241, 2008.

AMORIM, W. V. Abordagens e tipologias da produção imobiliária e do local como mercadoria. Mercator, Fortaleza, vol 16, p. 1-20, Out. 2017.

AZAMBUJA, B. M. de. O desenvolvimento urbano e a promoção fundiária e imobiliária na cidade de Ijuí/RS. 1991. 223p. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1991.

BASTOS, R. D. Economia Política do Imobiliário: o programa Minha Casa Minha Vida e o preço da terra urbana no Brasil. 2012. 106p. Dissertação (Mestrado em Sociologia) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2012.

CAMARGO, J. C. G.; ELESBÃO, I. O problema do método nas ciências humanas: O caso da geografia. Mercator, Fortaleza, vol.3, n.6, p.7-18, 2004.

CARLOS, A.F.A. A reprodução do espaço urbano como momento da acumulação capitalista. In: CARLOS, A.F.A. (org.) Crise Urbana. São Paulo: Contexto, 2015. p. 25-35.

CORRÊA, R. L. Espaço urbano. São Paulo: Ática, 1995.

DALFOVO, M.S.; LANA, R.A; SILVEIRA, A. Métodos quantitativos e qualitativos: Um resgate teórico. Revista Interdisciplinar Científica Aplicada, Blumenau. vol .2,n.4, p.1-13, jun./dez. 2008.

DORFMAN, A. Fronteira e Contrabando em Santana do Livramento (BR) – Rivera (UY). Boletim Gaúcho de Geografia, Porto Alegre. v. 32, p.75-92, Dez. 2007.

DUARTE, R. Entrevistas em pesquisas qualitativas. Educar, Curitiba, v.20, n.24, p.213-225,2004.

GONÇALVES, T. M. Novas Estratégias da Produção Imobiliária na Grande Vitória: um estudo sobre as recentes transformações do Espaço Urbano de Serra-ES. 2010.178p. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória. 2010.

GRUPO A PLATEIA. Sobre o grupo. Disponível em: http://www.aplateia.com.br/elementor-783/. Acesso em: 11 out 2020

IMAGENS DE SATÉLITE. Google Earth. Disponível em: https://earth.google.com/web/@-30.89647502,-55.54306655,232.04189351a,10179.34427475d,35y,26.62535639h,0t,0r. Acesso em: 10 out 2020.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Sant’Ana do Livramento. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/rs/santana-do-livramento/pesquisa/38/46996?indicador=47008. Acesso em: 10 out 2020.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Malhas de Setores censitários. – divisões intramunicipais. 2015. Disponível em: ibge.gov.br/geociencias/organizacao-do-territorio/estrutura-territorial/26565-malhas-de-setores-censitarios-divisoes-intramunicipais.html?=&t=sobre. Acesso em: 15 jul 2019.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Malhas territoriais. 2010. Disponível em: ftp://geoftp.ibge.gov.br/organizacao_do_territorio/malhas_territoriais/malhas_municipais/municipio_2015/. Acesso em: 15 jul. 2019.

INTENDENCIA DEPARTAMENTAL DE RIVERA. Datos Abiertos. 2017. Disponível em: https://www.rivera.gub.uy/portal/datos-abiertos/. Acesso em: 1 maio 2021.

LAKATOS, E. M. MARCONI, M. de A. Fundamentos da metodologia científica. 5 ed. São Paulo: Atlas, 2003.

MACHADO, L. O. de. Estado, territorialidades, redes. Cidades-gêmeas na zona de fronteira sul-americana. In: SILVEIRA, M.L. (Org.). Continente em Chamas: Globalização e Território na América Latina. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005, p. 246-284.

MARCOVICI, F. Uruguaiana inaugura o terceiro free shop. Correio do Povo. 2019. Disponível em: https://www.correiodopovo.com.br/not%C3%ADcias/cidades/uruguaiana-inaugura-o-terceiro-free-shop-na-cidade-1.374407. Acesso em: 11 out 2020.

MARICATO, E. Para entender a Crise Urbana. São Paulo: Expressão Popular, 2015.

MORESI, E. Metodologia da Pesquisa. Brasília: Universidade Católica de Brasília, 2003.

OLIVEIRA, C. L. de. Um apanhado teórico-conceitual sobre a pesquisa qualitativa: tipos, técnicas e características. Revista Travessias: educação, cultura e arte, Cascavel, vol. 2, n. 3, p.1-16, 2009.

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DO LIVRAMENTO. Minha Casa, Minha Vida. 2010. Disponível em: http://www.sdolivramento.com.br/prefeitura/noticias/&id=378. Acesso em: 11 out 2020.

SILVA, G.M.F da. CARAMORI, P.H. RICCE, W da S. O jornal como fonte de informação sobre precipitações de granizo no estado do Paraná. Revista GEOnorte, Manaus, vol. 1, n.5, p.1079-1090,2012.

SILVA, O. T. da. Renda fundiária ou valor da terra? Aportes sobre o debate em torno da produção do espaço urbano. Caderno Prudentino de Geografia, Presidente Prudente, vol. 1, n.34, p.97-116, Jan/Jul, 2012.

SPOSITO, M.E.B. Propriedade fundiária e capital imobiliário: reestruturando a cidade. In: ENCONTRO DE GEÓGRAFOS DE AMÉRICA LATINA, 4, Mérida (VE). Anais[...] Mérida/VE: Universidad de los Andes, 1993. Disponível em: http://observatoriogeograficoamericalatina.org.mx/egal4/Geografiasocioeconomica/Geografiaeconomica/01.pdf . Acesso em: 29 abr 2021.

Downloads

Publicado

2021-08-31

Como Citar

Nunes, L. B., & Cardoso, E. S. (2021). As estratégias de ação dos promotores imobiliários em Santana do Livramento, RS. Geografia Ensino & Pesquisa, 25, e17. https://doi.org/10.5902/2236499443235

Edição

Seção

Produção do Espaço e Dinâmica Regional