A GEOGRAFIA NO ENSINO MÉDIO: O DESAFIO DA FORMAÇÃO DE COMPETENCIAS E HABILIDADES PARA O TRABALHO

José Maria Leite Botelho

Resumo


Resumo: O presente artigo tem por objetivo analisar, o conjunto das seis competências específicas propostas para o ensino da geografia no ensino médio como estratégia para a preparação para o trabalho. Dessas, quatro são postas como capacidade; uma, como domínio, e outra, como estímulo. As habilidades gerais, mais diversificadas, são postas como articulação, reconhecimento, análise, observação, verificação, identificação, compreensão e capacidade. O estudo é uma adaptação de parte do capítulo 8 da tese de doutorado[1] e foi desenvolvido sob a perspectiva da pesquisa documental. A análise das competências, não demonstrou, de forma clara, relação com a preparação básica para o trabalho. Pondera-se que há a necessidade de repensar o ensino da geografia na educação básica, sobretudo, no ensino médio tendo em vista dissipar as fragilidades trazidas do ensino fundamental e ultrapassar a forma generalizante com a qual são tratados os conteúdos dessa disciplina.


[1] Artigo adaptado do capítulo 8 da tese de doutorado Geografia, formação de competências e habilidades para o trabalho: um estudo a partir da LDB e de outros documentos oficiais para o ensino médio.

 


Texto completo:

PDF

Referências


REFERENCIAS

ALMEIDA, Rosangela Doin; PASSINI, Elza Yasuko. O espaço geográfico: ensino e representação. 15. ed. São Paulo: Contexto, 2006.

BACHELARD, Gaston. A formação do espírito científico: contribuição para uma psicanálise do conhecimento. Tradução de Estela dos Santos Abreu. Rio de Janeiro: Contraponto, 1996

BRASIL. Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação Básica. Resolução nº 2, de 30 de janeiro 2012.

______. Ciências humanas e suas tecnologias / Secretaria de Educação Básica. – Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2006. 133 p. (Orientações curriculares para o ensino médio; volume 3) Cap. 2 Geografia.

______. Ministério da Educação e do Desporto. Lei n.º 9.394 – Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Brasília: MEC, 1996.

BOTELHO, José Maria Leite. Geografia, formação de competências e habilidades para o trabalho: um estudo a partir da LDB e de outros documentos oficiais para o ensino médio. (Doutorado em Educação). Assunção, Paraguai, 2015. 184f.

CALLAI, Helena Copetti. Estudar o lugar para compreender o mundo. In: CASTROGIOVANNI, Antônio Carlos (org). Ensino de Geografia: práticas e textualizações no cotidiano. Porto Alegre: Mediação, 2000.

CASSETI, Valter. Ambiente e apropriação do relevo. 2. ed. São Paulo: Contexto, 1995.

DOLLFUS, Olivier. O espaço geográfico. Trad. Heloysa de Lima Dantas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1991

FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. São Paulo: Autores Associados; Cortez, 1981.

GUERRA, Antônio José, MARÇAL, Mônica dos Santos. Geomorfologia ambiental. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006.

HAESBAERT, Rogério. Territórios alternativos. Niterói: EdUFF; São Paulo: Contexto, 2012.

LOPES, Jecson Girão. As especificidades de análise do espaço, lugar, paisagem e território na ciência geográfica. Geografia, Ensino & Pesquisa, v. 16, n.2 p. 23 - 30, maio/ago. 2012.

MARTINELLI, Marcello. A sistematização da cartografia temática. In: ALMEIDA, Rosangela Doinde. (org.) Cartografia escolar. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2010.

MORIN, Edgar. Introdução ao pensamento complexo. 2. ed. Tradução Dulce Matos. Lisboa: Astória, 1990.

MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. Trad. de Eleonora F. da Silva e Jeane Sawaya; revisão técnica de Edgard de Assis Carvalho. 12. ed. São Paulo: Cortez. Brasília – DF: UNESCO, 2007.

MENDONÇA, Francisco. Geografia física: ciência humana? 7. ed. São Paulo: Contexto, 2001.

OLIVEIRA, Cério de. Curso de cartografia moderna. Rio de Janeiro: IBGE, 1988.

PASSINI, Elza Yasuko. Aprendizagem significativa de gráficos no ensino de geografia. In: ALMEIDA, Rosangela Doin de. (org.) Cartografia escolar. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2010.

PERRENOUD, Philippe. Construir as competências desde a escola. Trad. Bruno Charles Magne. Porto Alegre: Artmed, 1999.

PONTUSCHKA, NídiaNacib. Representações sociais, formação de professores e alunos: pesquisa, conceitos, interpretações. In: ALMEIDA SILVA, Adnilson; NASCIMENTO SILVA, Maria das Graças Nascimento Silva; SILVA, Ricardo Gilson da Costa. (Orgs.). Colonização, Território e Meio Ambiente em Rondônia: Reflexões geográficas. Curitiba: SK Editora; Porto Velho:

PPGE/UNIR, 2012.

ROCHA, Yuri Tavares. Teoria Geográfica da paisagem na análise de fragmentos de paisagens urbanas de Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro. Revista Formação, n.15 volume 1 – p.19-35.

ROSS, Jurandyr Luciano Sanches. Geomorfologia: ambiente e planejamento. 8. ed. São Paulo: Contexto, 2007.

SANTOS, Milton. Metamorfoses do espaço habitado. Fundamentos Teóricos e metodológicos da geografia. São Paulo: Hucitec,1988.

SOMMA, Miguel Ligüera. Alguns problemas metodológicos no ensino da geografia. In: CASTROGIOVANNI, Antônio Carlos (org). Geografia em sala de aula: práticas e reflexões. Porto Alegre: AGB, 1998.

SOBRINHO, José Falcão. A paisagem na ciência geográfica. Revista Homem, Espaço e Tempo. Março/2010.

SILVA, Lenyra Rique. Do senso comum à geografia científica. São Paulo: Contexto, 2004.

THIESEN, Juares da Silva. Geografia escolar: dos conceitos essenciais às formas de abordagem no ensino. In: Geografia Ensino & Pesquisa, v. 15, n.1, jan./abr. 2011.

VITTE, Antonio Carlos. O desenvolvimento do conceito de paisagem e a sua inserção na geografia física. Mercator - Revista de Geografia da UFC, ano 06, número 11, 2007.

ZABALA, Antoni; ARNAU, Laia. Como aprender e ensinar competências. Trad. Carlos Henrique Lucas Lima. Porto Alegre: Artmed, 2010.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236499424948

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Indexações e Bases Bibliográficas