A CRISE E O RECRUDESCIMENTO DA CADEIA PRODUTIVA DO LEITE NA REGIÃO NOROESTE/RS A PARTIR DA DÉCADA DE 90 E POLÍTICAS AGRÍCOLAS – POSSÍVEIS RELAÇÕES

Julio Cesar Valandro Soares, Vicente Celestino Pires Silveira, Marco Antonio Verardi Filho

Resumo


O setor primário (atividades ligadas ao uso da terra) e todo seuencadeamento produtivo representam expressiva importânciasocioeconômica no contexto brasileiro e mundial. Tal realidade, ao queparece, não se restringe aos anos mais recentes, ou seja, remonta, pelomenos, há algumas décadas. Prado Junior (1960), ao discutir a questãoagrária no Brasil, destacou que “mais da metade da população do Paísdependem necessariamente para seu sustento – uma vez que não lhes édado outra alternativa, nem ela é possível nas atuais condições do País –da utilização da terra”, não obstante as alterações na estrutura social que oBrasil experimentou nas últimas décadas. Fazendo referência ao setorlácteo brasileiro, tomando-o como cadeia produtiva, constata-se que talsetor passou por transformações estruturais importantes ao longo dadécada de 90. Sendo assim, o objetivo deste estudo é identificar possíveiscorrelações entre uma dita crise e posterior recrudescimento da cadeiaprodutiva do leite na Região Noroeste/RS pós década de 90 e fatoresligados a políticas agrícolas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores - Indexers

INTERNACIONAL: 1- AGRIS 2- Latindex-Directorio 3- Diretório Luso-Brasileiro 4- REDIB 5- Journals for Free 6- EZB Nutzeranfragen 7- OAJI 8 - ROAD

NACIONAL: 9- AGROBASE 10- Portal livRe! 11- Sumários.org 12- Diadorim 13- Portal SEER 14- Portal de Periódicos CAPES 15- Rede Cariniana 16- Google Scholar 17 - Sabiia

Visite nosso perfil no Facebook

Visite nossa página no Facebook

 

Revista Extensão Rural

ISSN impresso: 1415-7802

ISSN on-line: 2318-1796

Digital Object Identifier (DOI): 10.5902/23181796

 

Licença Creative Commons
Revista Extensão Rural está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.


Baseado no trabalho disponível em https://periodicos.ufsm.br/extensaorural.


Acessos a partir de 20/10/2014