A formação do extensionista rural: desafios no ensino técnico profissional em Pernambuco

Marco Antônio Gomes dos Santos, Irenilda de Souza Lima, Renata Sá Carneiro Leão

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/2318179613022

Esse artigo faz parte de uma pesquisa que objetivou analisar a formação técnico-profissionalizante de nível pós-médio em cursos técnicos ligados à Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) em Pernambuco. A partir de observações realizadas em campo, identificamos que em muitos casos, os extensionistas que realizam funções de Ater em Pernambuco, são oriundos de cursos técnicos oferecidos pelo Governo Federal. Através de entrevistas semiestruturas com estudantes e outros profissionais das instituições que fizeram parte desta pesquisa, encontramos no nível técnico-profissionalizante um descompasso semelhante ao verificado por Callou et al. (2008) – acerca da baixa integração entre o que é produzido na pós-graduação que não encontra respaldo no ensino de graduação –. O ensino de Assistência Técnica e Extensão Rural, fora do âmbito da pós-graduação em Pernambuco, continua marcado pela Teoria de Difusão de Inovações e por métodos cartesianos de ensino.


Palavras-chave


agricultura familiar, ATER, desafios, educação, ensino técnico profissional

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAMOVAY, R. Agricultura familiar no Sul do Brasil: entre setor e território. In. BEGOA, J. (Org.). Territorios rurales: movimentos sociales y desarrollo territorial em América Latina. Santiago; Editora Catalonia, 2007.

ALEMANY, C.; SEVILLA GUZMÁN, E. ¿Vuelve la extensión rural?: Reflexiones y propuestas agroecológicas vinculadas al retorno y fortalecimiento de la extensión rural en Latinoamérica. In: Foro La extensión rural en el Cono Sur, Uruguai, 2009. Anais… Acessado em: 24/04/2013.Disponível em: http://goo.gl/Ohu3vC.

ANDRADE, B. de O.; TAUK SANTOS, M. S. Extensão Rural e Cibercultura: o Facebook como ferramenta de promoção da Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural. Extensão Rural, v. 22, n. 3, 2015.

BRASIL. Decreto nº 4.739 de 13 de junho de 2003. Transfere a competência que menciona, referida na Lei no 10.683, de 28 de maio de 2003, que dispõe sobre a organização da Presidência da República e dos Ministérios, e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 16 jun. 2003.

________. Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural de 2004. Ministério do Desenvolvimento Agrário, Poder Executivo, Brasília, DF, 2004.

________. Lei nº 11, 11.788. Dispõe sobre o estágio de estudantes; altera a redação do art. 428 da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943, e a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996; revoga as Leis nos 6.494, de 7 de dezembro de 1977, e 8.859, de 23 de março de 1994, o parágrafo único do art. 82 da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, e o art. 6o da Medida Provisória nº 2.164-41, de 24 de agosto de 2001; e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 26 set. 2008d.

________. Lei n° 12.188 de 11 de janeiro de 2010. Institui a Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural para a Agricultura Familiar e Reforma Agrária - PNATER e o Programa Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural na Agricultura Familiar e na Reforma Agrária - PRONATER, altera a Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, e dá outras providências. Diário Oficial da República Federal do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 12 jan. 2010.

BERGAMASCO, S. M. P. P. O extensionista. Cadernos de Ciência e Tecnologia, v. 5, n. 1/3, 1988.

BRUMER, A.; SPANEVELLO, R. M. Jovens agricultores da região Sul do Brasil. Porto Alegre: UFRGS; Chapecó: Fetraf-Sul/CUT, 2008.

BUENO, E. Náufragos, traficantes e degredados: as primeiras expedições ao Brasil. Rio de Janeiro: Objetiva, 2006.

BUNDE, A.; MENDONÇA, M. R. Os impactos ambientais dos agrocombustíveis sobre as famílias camponesas – Município de Ipiranga de Goiás/Brasil. In: IV Simpósio Internacional de Geografia Agrária. Niterói-RJ, 2009. Anais...

CALDART, R. S. Educação profissional na perspectiva da educação do campo. In: Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica. Debate 12. Anais... Brasília, 23 a 27 de novembro de 2009.

CALLOU, A. B. F. Extensão rural: polissemia e memória. Recife: Bagaço, 2006.

CALLOU, A. B. F.; PIRES, M. L. L. E. S.; LEITÃO, M. R. F. A.; TAUK SANTOS, M. S. O Estado da arte do ensino da extensão rural no Brasil. Extensão Rural, n.16, 2008.

CAPORAL, F. R. Lei de Ater: exclusão da Agroecologia e outras armadilhas. Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável, v. 4, n. 1, 2011.

CODAI – Colégio Agrícola Dom Agostinho Ikas. Plano de Curso Técnico em Agropecuária. São Lourenço da Mata: Codai, 2009.

CUNHA, S. Agricultura puxa alta do PIB, mas infraestrutura limita crescimento, 2013. Acessado em 02/01/2014. Disponível em: http://goo.gl/Ffwe4q.

FORUM NACIONAL DE ENSINO EM EXTENSÃO RURAL, 2012, Pesqueira. Moção dos Participantes da I Jornada de Ensino em Extensão Rural do Nordeste, 29 a 30/03/2012.

FREIRE, P. Extensão ou comunicação? 8. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

FURTADO, C. Formação econômica do Brasil. 22. ed. São Paulo: Ática, 1987.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GUIMARÃES, J. R. D. O veneno nosso de cada dia. Ciência Hoje Portal. São Paulo, 16 set. 2011. Acessado em 11/10/2015. Disponível em http://goo.gl/2fbFx3.

HOFFMANN, J. H. O "lobby" agrícola e os primeiros sinais do governo Collor. Indicadores Econômicos, v.18, n.1,1990.

IBGE – Instituo Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Agropecuário. Rio de Janeiro, 2006. Acessado em 24/05/2013. Disponível em http://goo.gl/UITbgI.

LIMA. I. de S. Mídia educativa: o uso do vídeo no ensino técnico agrícola em Pernambuco. 2002. 192f. Tese (Doutorado em Ciências da Comunicação). Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo.

LIMA, I. S.; ROUX, B. As estratégias de comunicação nas políticas públicas de assistência técnica e extensão rural para a agricultura familiar no Brasil. In: CIMADEVILLA, G. Comunicación, Tecnologia y Desarrollo. 1ª ed. Rio Cuarto: Universidad Nacional de Rio Cuarto, 2008.

MEC. Ministério da Educação. Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – Catálogo Nacional de Cursos Técnicos, Brasília, 2012. Acessado em 13/11/2015. Disponível em: http://goo.gl/QOIo3K.

MINAYO, M. C. de S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 4ª ed. São Paulo: Hucitec Editora, 1996.

OLINGER, G. 50 anos de extensão rural: breve histórico do serviço de extensão rural no Estado de Santa Catarina: 1956 a 2006. Florianópolis: Epagri, 2006.

PACHECO, E. Perspectivas da educação profissional técnica de nível médio: proposta de diretrizes curriculares nacionais. Brasília: Moderna, 2012.

PEIXOTO, M. Extensão rural no Brasil: uma abordagem histórica da legislação. Senado Federal, Brasília, DF, 2008.

PERDICARIS, A.; SOUZA, S. C. de. Práticas pedagógicas significativas e processo de inclusão. (Trabalho final de estágio em Pedagogia) – Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2005.

PRADO JUNIOR, C. História econômica do Brasil. 35ª ed. São Paulo: Brasiliense, 1987.

ROGERS, E. M. Diffusion of innovations. 5ª ed. Nova York: Free Press, 2003.

SANTOS. B. S. A. A Globalização e as Ciências Sociais. 3ª ed. São Paulo: Cortez, 2005.

SANTOS, M. A. G. A Formação do técnico agrícola em extensão rural para a agricultura familiar: Pernambuco. 2014. 126p. Dissertação (Mestrado em Extensão Rural e Desenvolvimento Local) – Universidade Federal Rural de Pernambuco.

SILVA, J. F. G.; KAGEYAMA, A. G.; ROMÃO, D. A.; WAGNER NETO, J. A.; PINTO, L. C. G. Tecnologia e campesinato: O caso brasileiro. Revista de Economia e Política, v.3, n.4, 1983.

TAVARES DE LIMA, J. R. Sombras y silencios em la educación del campo en Brasil. Um estúdio de caso desde un asentamiento de reforma agraria em Pernambuco. 2010. 575p. Tese (Doutorado em Recursos Naturais e Sustentabilidade – Agroecologia) – Universidade de Córdoba.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

WEISSHEIMER, M. A. Expansão do agronegócio oculta pesado custo ambiental para o país. Repórter Brasil. São Paulo, 06/01/2006. Acessado em 26/11/2013. Disponível em: http://goo.gl/o6WdQ2.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2318179613022

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexadores - Indexers

INTERNACIONAL: 1- AGRIS 2- Latindex-Directorio 3- Diretório Luso-Brasileiro 4- REDIB 5- Journals for Free 6- EZB Nutzeranfragen 7- OAJI 8 - ROAD

NACIONAL: 9- AGROBASE 10- Portal livRe! 11- Sumários.org 12- Diadorim 13- Portal SEER 14- Portal de Periódicos CAPES 15- Rede Cariniana 16- Google Scholar 17 - Sabiia

Visite nosso perfil no Facebook

Visite nossa página no Facebook

 

Revista Extensão Rural

ISSN impresso: 1415-7802

ISSN on-line: 2318-1796

Digital Object Identifier (DOI): 10.5902/23181796

 

Licença Creative Commons
Revista Extensão Rural está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.


Baseado no trabalho disponível em https://periodicos.ufsm.br/extensaorural.


Acessos a partir de 20/10/2014