Mapeamento da frequência de uso e características da biomassa florestal utilizada para geração de energia em Lages, SC

Thielly Schmidt Furtado, Juliana Ceccato Ferreira, Martha Andreia Brand, Graciela Inês Bolzon de Muñiz, Waldir Ferreira Quirino

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/198050987560

A região de Lages, Santa Catarina, tem sua economia baseada na indústria de base florestal, principalmente de transformação primária, que é caracterizada pelo baixo rendimento e grande produção de resíduos, o que causa problemas ambientais, logísticos e financeiros. A utilização destes resíduos em sistemas de cogeração tem sido uma alternativa economicamente rentável, desde o ano de 2005, no local de estudo. O objetivo deste trabalho foi realizar um mapeamento da frequência de uso e disponibilidade dos resíduos de biomassa florestal utilizados na operação de uma planta de cogeração, entre 2005 e 2009, em Lages, Santa Catarina, bem como avaliar a qualidade energética deste combustível. Foram utilizados os dados do controle de qualidade mensal das propriedades energéticas da biomassa usada na geração de energia, no período de 2005 a 2009. Os resíduos foram caracterizados segundo a frequência de análises de cada tipo de biomassa e em função do teor de umidade, teor de cinza, poder calorífico superior e líquido, para a caracterização energética. O resíduo com maior disponibilidade foi a casca de Pinus, porém, os mais eficientes energeticamente foram o cavaco com casca de Pinus e a mistura de todos os resíduos usados nos sistemas de geração de energia.

Palavras-chave


cogeração; energia de biomassa; eficiência energética

Texto completo:

PDF

Referências


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 13999: Papel, cartão, pastas celulósicas e madeira - Determinação do resíduo (cinza) após a incineração a 525°C. Rio de Janeiro, 2003.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 14929: Madeira - Determinação do teor de umidade de cavacos - Método por secagem em estufa. Rio de Janeiro, 2003.

BRAND, M. A. et al. Análise da qualidade energética de resíduos madeiráveis ao longo de seis meses de armazenamento. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE BIOENERGIA,1., 2004, Campo Grande. Anais.... Campo Grande, 2004.

BRAND, M. A. Qualidade da biomassa florestal para o uso na geração de energia em função da estocagem. 2007, 169 f. Tese (Pós-Graduação em Ciências Florestais) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2007.

BRAND, M. A., et al. Caracterização da produção e uso dos resíduos madeiráveis gerados na indústria de base florestal da região serrana catarinense. UNIPLAC, Lages, Relatório técnico. 2001.

BRAND, M. A., et al. Caracterização do rendimento e quantificação dos resíduos gerados em serraria através do balanço de materiais. Revista Floresta, Curitiba, v. 32, n. 2, p. 247-259. 2002.

BRAND, M. A.; NEVES, M. D. Levantamento da disponibilidade dos resíduos industriais e florestais de madeira e avaliação da variação de sua qualidade energética em função das condições climáticas anuais, na região de Lages - SC. UNIPLAC, Lages, Relatório técnico. 2005.

BRITO, J. O., BARRICHELO, L. E. G. Usos diretos e propriedades da madeira para geração de energia. Circular técnica, São Paulo, n. 52, jun.1979.

COELHO, S. T. Mecanismos para implementação da cogeração de eletricidade a partir da biomassa: Um modelo para o estado de São Paulo. 1999, 278 f. Tese (Doutorado em Energia – Programa Inter-unidades de Pós-Graduação em Energia) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.

DEUTSCHES INSTITUT FÜR NORMUNG e. V. DIN 51900: Determining the gross calorific value of solid and liquid fuels using the bomb calorimeter, and calculation of net calorific value. Berlim, 2000.

FURTADO, T. S., et al. Variáveis do processo de briquetagem e qualidade de briquetes de biomassa florestal. Pesquisa Florestal Brasileira, Colombo, v. 30, n. 62, p. 101-106, maio/jul. 2010.

MIGLIORINI, A. J. Densificação de biomassa florestal. Série Técnica IPEF, Piracicaba, v.1, n.2, p. C.1 – C.9, Jul.1980.

NOGUEIRA, L. A. H.; LORA, E. E. S. Dendroenergia: fundamentos e aplicações. 2. ed. Rio de Janeiro: Interciência, 2003.

SOARES, T. S. et al. Otimização de multiprodutos em povoamentos florestais. Revista Árvore, Viçosa, v. 27, n. 6, p. 811-820, 2003b.

SOARES, T. S., CARVALHO, R. M. M. A., VALE, A. B. do. Avaliação econômica de um povoamento de Eucalyptus grandis destinado a multiprodutos. Revista Árvore, v. 27, n. 5, p. 689-694, 2003a.




DOI: https://doi.org/10.5902/198050987560

Licença Creative Commons