Anatomia comparativa da madeira das variedades populares da bracatinga (Mimosa scabrella Bentham).

Fernando José Fabrowski, Graciela Inés Bolzon de Muñiz, Maria Cristina M. Mazza, Tomoe Nakashima, Umberto Klock, João Carlos Possamai, Silvana Nisgoski

Resumo


Esta pesquisa objetivou comparar anatomicamente a madeira das variedades populares de bracatinga (Mimosa scabrella Bentham): bracatinga-branca, bracatinga-vermelha e bracatinga-argentina. Para a realização deste trabalho, foram coletadas árvores com idades entre 6 e 7 anos, provenientes de áreas pertencentes à Embrapa Florestas, localizadas no município de Colombo-PR, Brasil cujo material botânico coletado foi identificado e descrito. Foram obtidas amostras de madeira com casca para a caracterização. As análises evidenciaram que não há diferenças estatísticas entre os elementos anatômicos do lenho da bracatinga-branca e da bracatinga-vermelha, indicando que as diferenciações que tais plantas recebem por causa da a cor da madeira não estão presentes no aspecto anatômico. As duas variedades populares, também conhecidas como bracatinga-comum, diferiram estatisticamente entre si com relação à bracatinga-argentina, quanto ao diâmetro tangencial dos poros, quantidade de poros/mm2, comprimento dos elementos vasculares, diâmetro das células parênquimo-axiais, largura dos raios unisseriados e multisseriados. Os resultados podem ser considerados um importante auxílio na distinção das variedades populares de bracatinga-comum e bracatinga-argentina em variedades botânicas.


Palavras-chave


<i>Mimosa scabrella</i>; anatomia da madeira; Brasil

Texto completo:

PDF

Referências


BARNEBY, R. C. Sensitive censitae: a description of the genus Mimosa Linnaeus (Mimosaceae) in the New World. Memoirs of the New York Botanical Garden, v. 65, p. 1-835, 1991.

BURGER, L. M., RICHTER, H. G. Anatomia da madeira. São Paulo : Nobel, São Paulo, 1991. 154p.

BURKART, A. Famílias leguminosae mimosoideas. Itajaí : Herbário Barbosa Rodrigues, 1979. 299p.

CARPANEZZI, A. A.; CARPANEZZI, O. T. B. Cultivo da bracatinga (Mimosa scabrella Bentham) no Brasil e prioridades para o seu aperfeiçoamento. In: CONGRESSO FLORESTAL ESTADUAL , 7., 1992, Nova Prata. Anais... Santa Maria: Universidade Federal de Santa Maria,1992. v. 2, p. 640-655.

CARVALHO, P. E. R. Espécies florestais brasileiras: recomendações silviculturais, potencialidades e uso da madeira. Colombo: EMBRAPA-CNPF; Brasília: EMBRAPA-SPI, 1994. 640p.

COPANT. Comissão Panamericana de Normas Técnicas : descrição macroscópica, microscópica e geral da madeira – esquema I de recomendação. Colômbia, 1973. 19p. (COPANT 30).

CRONQUIST, A. The evolution and classification of flowering plants. 2.ed. New York : Botanical Garden, 1988. 555p.

DUJARDIN, E. P. Eine neue Holz-Zellulosenfaerbung. Mikrokosmos, n.53, p.94, 1964.

EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisa de Florestas. Manual técnico da bracatinga (Mimosa scabrella Benth.). Curitiba, 1988. 70p. (Documentos, 20).

ENGLER, A. Syllabus der pflanzenfamilien. Berlin. : Gebrüder Bortraeger, 1964. v.2.

FREUND, H. Handbuch der Mikroskopie in der Technik. Frankfurt: Umschan Verlag, 1970. v.5, pt.2.

HOEHNE, F. C. A bracaatinga ou abaracatinga. Boletim de Agricultura, São Paulo, v.31, n.3/4, p.133-177, 1930.

INOUE, M. T.. RODERJAN, C. V.; KUNIPOKI, Y. S. Projeto madeira do Paraná. Curitiba: FUPEF, 1984. 260p.

MARCHIORI, J. N. C. Estudo anatômico do xilema secundário de algumas espécies dos gêneros Acacia e Mimosa no Estado do Rio Grande do Sul. 1980. 186f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 1980.

METCALFE, C. R.; CHALK, L. Anatomy of the dicotyledons. Oxford: Claredon Press, 1965. v.1.

MUÑIZ, G. I. B. Descrição da estrutura e ultraestrutura da madeira de cinco espécies de Prosopis da Argentina e análise da metodologia. 1986. 192f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 1986.

RAMOS, A. ; BIANCHETTI, A.; MARTINS, E. G. Viabilidade de lotes de sementes de bracatinga-comum (Mimosa scabrella Benth) e de bracatinga-argentina (Mimosa scabrella variedade aspericarpa) após o teste de envelhecimento precoce. Boletim de Pesquisa Florestal, Colombo, n.24/25, p.79-82, 1992.

RICHTER, H. G.; CHARVET, L. M. Estudo e pesquisa sobre Mimosa scabrella. Revista Floresta, v.4, n.2, p.68-71, 1973..

STURION, J. A.; SILVA, F. C. Caracterización de la madera de bracatinga para energia. In: MANEJO Y APROVECHAMIENTO DE PLANTACIONES FORESTALES CON ESPECIES DE USO MULTIPLE, 1989, Guatemala, 1989. Actas... Guatemala: IUFRO/CATIE, 1989. p.541-549.




DOI: https://doi.org/10.5902/198050981824

Licença Creative Commons