AVALIAÇÃO DE PLANTIOS DE PARICÁ (Schizolobum parahyba var. amazonicum (Huber ex Ducke) Barneby DE DIFERENTES IDADES E SISTEMAS DE CULTIVO NO MUNICÍPIO DE AURORA DO PARÁ - PA (BRASIL)

Iracema Maria Castro Coimbra Cordeiro, Paulo Luiz Contente de Barros, Osmar Alves Lameira, Aderaldo Batista Gazel Filho

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/1980509819618

O trabalho teve o objetivo de avaliar o comportamento da espécie Schizolobum parahyba var. amazonicum (Huber ex Ducke) Barneby (paricá) de diferentes idades e sistemas de cultivo no município de Aurora do Pará (PA - Brasil). O experimento foi conduzido no campo experimental Tramontina Belém S.A (2°10’00”S; 47°32’00”W), seguindo o delineamento estatístico inteiramente ao acaso com parcelas subdivididas. Foram selecionadas seis plantações florestais de paricá: 1 - Sistema agroflorestal de paricá + curauá (Ananas comosus var. erectifolius)  (SAFpc); 2 - monocultivo de paricá (MONp); 3 - Sistema agroflorestal  paricá, freijó (Cordia goeldiana Huber) e curauá (SAFpfc); 4 - Consórcio paricá e freijó (CONpf); 5 - Sistema agroflorestal paricá, mogno (Switenia macrophylla King),  freijó e curauá (SAFpmfc); e 6 - Consórcio paricá, mogno e+ freijó (CONpmf). O tamanho da parcela foi de 18 x 24 m com quatro repetições por tratamento, perfazendo um total de 28 parcelas e 10.368 m2 de área experimental. As variáveis obtidas para inferir sobre crescimento do paricá foram altura (H) e diâmetro a altura do peito (DAP) e, a partir delas, foram calculados Incrementos Médios Anuais em DAP (IMAdap) e H (IMAalt) e o volume (V). Os dados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas através do teste SNK a 95% de probabilidade. Os resultados indicaram que o paricá quando associado ao curauá apresentou resultados estatisticamente superiores de incremento em altura e diâmetro a altura do peito e volume, quando comparados com os tratamentos da mesma idade na ausência da espécie agrícola.


Palavras-chave


crescimento, volume; monocultivo; sistema agroflorestal.

Texto completo:

PDF

Referências


ARCO-VERDE, M. F. et al. 2002. Avaliação de espécies florestais com potencial para uso em sistemas agroflorestais no Estado de Rondônia. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE SISTEMAS AGROFLORESTAIS, 4, 2002, Ilhéus, Anais... Ilhéus: CEPLAC. Disponível em CD ROOM

CORDEIRO, I. M. C. C. Performance diferencial de crescimento da espécie Schizolobium amazonicum (Huber) Ducke em sítios degradados sob diferentes regimes de preparação de área na microregião do Guamá, Aurora do Pará, Pará. 1999. 50 p. Monografía (Especialização) - NAEA/UFPA. Belém, 1999.

CORDEIRO, I. M. C. C.; LAMEIRA, O. A.; OHASHI S. T., Avaliação do crescimento do paricá (Schizolobium parahyba var. Amzonicum Huber ex Ducke(Barneby)) consorciado com curauá (Ananas erectifolius L. B. Smith) em diferentes idades de plantio. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE SISTEMAS AGROFLORESTAIS 6, 2006. Campos de Goytacazes, Anais... Rio de Janeiro, 2006. UENF-SBSAF, 2006. CD-ROM

CORDEIRO, I. M. C. C. et al. Recuperação dos atributos químicos de um latossolo amarelo em plantios florestais e agroflorestais no nordeste paraense, Brasil. In: CONGRESSO INTERNACIONAL AMERICANISTA, 53., 2009. Cuidad de México, Anais... México, 2009. CD-ROM

DUCKE, A. As Leguminosas da Amazônia Brasileira. Serviço Floresta. Ministério da Agricultura. Serviço de Publicidade Agrícola. Rio de Janeiro. 1939. p. 88.

ICRAF.-International Centert of Research in Agroforestry. Schizolobium parahyba., abril. 2006. Disponível em http://www.worldagroforestry.org/subcontent.asp? Acesso em: 20/09/ 2010.

MALAVOLTA, E. Relatório de visita técnica à Socôco. Moju: [s.n.], 2001: 11 p. Trabalho de consultoria apresentado à Socôco S/A em agosto de 2001.

NETO, S. N. de O. et al. Comportamento de paricá (Schizolobium amazonicum Huber ex Duck) em sistema agroflorestal com pimenta-do-reino (Piper niguim L.) na Região Amazônica. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE SISTEMAS AGROFLORESTAIS, 4., 2002. Ilheus. Anais... Ilhéus, 2002.Disponível em CD-ROM.

OHASHI, S. T. et al. Sistema silviagrícola multiestratificado; II- Comportamento produtivo de paricá (Schizolobium amazonicum Huber), açaí (Euterpe oleracea, Mart) e cupuaçu (Theobroma grandiflorum (Willd.) ex Spr. ) no município de Tomé-açu (Pa) In: CONGRESSO BRASILEIRO DE SISTEMAS AGROFLORESTAIS, 5., 2004, Paraná. Anais.... Curitiba: EMBRAPA-CNPF, 2004. p.122-124. out/2004. CD-ROM (EMBRAPA-CNPF. Documentos 98)

PEREIRA, A. P., MELO, C. F.M. de., ALVES, S. M., 1982. O paricá (Schizolobium amazonicum HUBER), características gerais da espécie e suas potencialidades de aproveitamento na indústria de papel e celulose. Revista Instituto Florestal. São Paulo. V.16A, n.2 p.1340-1344,. (trabalho apresentado no congresso sobre essências nativas, São Paulo, set, 1982).

PIÑA-RODRIGUES, F. C. M. et al. Comportamento de paricá (Schizolobium amazonicum) e virola (Virola surinamesis) em plantios puros e msitos. In: SIMPOSIO INTERNACIONAL SOBRE ECOSSITEMAS FLORESTAIS, 6., 2000. Porto Seguro. Anais...Porto Seguro: BIOSFERA, 2000p. 73-74.

RIBEIRO, G. D. Avaliação preliminar de sistemas agroflorestais no projeto Água Verde, ALBRAS, Barcarena, PA. 1997. 100 p. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Ciências Agrárias do Pará, Belém, 1997.

RONDON, E. V. Produção de biomassa e crescimento de árvores de Schizolobium amazonicum (Huber) Ducke sob diferentes espaçamentos na região de mata. Rev. Árvore, v. 26, n. 5, p. 573-576. Out. 2002.

ROSSI, L. M. B.; AZEVEDO, C. P. de.; LIMA, R. B. de. Comportamento inicial de espécies florestais potenciais para plantios em áreas alteradas na Amazônia. In: SIMPOSIO NACIONAL DE RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS, 4., 2000, Blumenau, Anais... Blumenau: SOBRADE/FURB, 2000. Disponível em CD ROOM.

SOUZA, C. A.M. de. et al. Crescimento em campo de espécies florestais em diferentes condições de adubações. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 16, n. 3, p. 243-249, 2006

SOUZA, C. R. de. et al. Comportamento de Acácia mangium e de clones de Eucalyptus grandis x E. urophylla em plantios experimentais na Amazônia Oriental. Scientia Forestalis, n. 65, p. 95-101, jun. 2004.

TEREZO, E. F. de M., Paricá: Do jeito que a indústria gosta. Revista Agrianual, p. 316- 317. jan. 2006, Anuário da Agricultura Brasileira- FNP.

TONINI, H. et al. Avaliação de espécies florestais em área de mata no estado de Roraima. Cerne, Lavras. v. 12, n. 1, p. 8-18, jan/mar, 2006.

THORNTHWAITE, C. W. Approach towards a rational classification of climate. Geographical Review, v. 38, p. 55-94. 1948

SBS-SOCIEDADE BRASILEIRA DE SILVICULTURA. Fatos e Números do Brasil Florestal, Novembro de 2008 Acesso em 13/05/2010. Disponível em: www.sbs.org.br/FatoseNumerosdoBrasilFlorestal.pdf




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1980509819618

Licença Creative Commons