“Chemistry an experimental area!”: discourses about experimentation in a chemistry teacher training course

Authors

DOI:

https://doi.org/10.5902/2179460X43465

Keywords:

Teacher education, Experiment, Chemistry teaching

Abstract

This study aimed to understand circulation of discourses that mobilize a conception about the relationship between Chemistry and experimentation in a Chemistry Degree course, assuming its role as a supervisor of practices and seeking to problematize its effects on teacher education and Basic Education. Theoretical and methodological bases of Discourse Analysis were used in the process of research, analysis and construction of the text. The analysis points to emergence of discourses based on a conception that Chemistry is essentially an experimental area and that produces and reproduces practices, whether in production of chemical knowledge, or in teaching and learning processes, which are fundamentally based on achievement of experiments. In relation to teaching, this conception runs through ideas which are possible to problematize, such as that of experiment itself is enough for learning and that Chemistry is learned by doing. The results presented in this work show the importance of rethinking practices that are naturalized in the chemistry teacher training courses.

Author Biographies

Edson Frozza, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, RS

Doutorando em Educação na Universidade Federal de Pelotas.

Bruno dos Santos PastorizaI, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, RS,

Doutor e mestre em Educação em Ciências Quìmica da Vida e Saúde pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

References

ATKINS, P.; JONES, L. Princípios de Química: questionando a vida moderna e o meio ambiente. Porto Alegre: Bookman, 2012.

BASOLI, F. Atividades práticas e o ensino-aprendizagem de ciência(s): mitos, tendências e distorções. Ciência e Educação, v.20, n. 3, p. 579-593, 2014.

DELEUZE, G. Foucault. São Paulo: Brasiliense, 2005.

FOUCAULT, M. A Arqueologia do Saber. 8. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2016.

A Ordem do Discurso. São Paulo: Edições Loyola, 2014.

GALIAZZI, M. D. C.; GONÇALVES, F. P. A natureza pedagógica da experimentação: uma pesquisa na licenciatura em química. Química Nova, v.27, n. 2, p. 326-331, 2004.

GALIAZZI, M. D. C.; MORAES, R. Educação pela pesquisa como modo, tempo e espaço de qualificação da formação de professores de Ciências. Ciência e Educação, v.8, n.2, p. 237-252, 2002.

GAUCHE, R. et al. Formação de professores de química: concepções e proposições. Química Nova na Escola, n.27, p. 26-29, 2008.

GIORDAN, M. O papel da experimentação no ensino de química. Química Nova na Escola, n.10, p. 43-49, 1999.

GONÇALVES, F. P. A problematização das atividades experimentais no desenvolvimento profissional e na docência dos formadores de professores de Química. 2009. 234 f. Tese (Doutorado em Educação Científica e Tecnológica), Universidade Federal de Santa Catarina, Porto Alegre, Brasil, 2009.

GONÇALVES, F. P.; MARQUES, C. A. A Experimentação na Docência de Formadores da Área de Ensino de Química. Química Nova na Escola, v.38, n.1, p. 84-98, 2016.

HODSON, D. Hacia un enfoque más crítico del trabajo de laboratorio. Enseñanza de Las Ciências, v.12, n.3, p. 299-313, 1994.

JOHNSTONE, A. Macro and microchemistry. The School Science Review, p. 377-379, 1982.

KRAISIG, A. R.; BRAIBANTE, M. E. F. A Química das Cores: uma oficina temática para o ensino e aprendizagem de Química. Ciência e Natura, v.39, n.3, p. 687-700, 2017.

LATUR, B.; WOOLGAR, S. A vida de laboratório: a produção dos fatos científicos. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1997.

LENOIR, T. Instituindo a Ciência: A produção cultural das disciplinas científicas. São Leopoldo: Unisinos, 2004.

MARÍN-DÍAZ, D. L. Infância: discussões contemporâneas, saber pedagógico e governamentalidade. 2009. 199f . Dissertação (Mestrado em Educação), Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009.

MESQUITA, N. A. D. S.; SOARES, M. H. F. B. Visões de Ciências em desenhos animados: uma alternativa para o debate sobre a construção do conhecimento científico em sala de aula. Ciência e Educação, v.14, n.3, p. 417-429, 2008.

MORI, R. C.; CURVELO, A. A. D. S. A polissemia da palavra “Experimentação” e a Educação em Ciências. Química Nova na Escola, v.39, n.3, p. 291-304, 2017.

MORTIMER, E. F.; MACHADO, A. H.; ROMANELLI, L. I. A proposta curricular no ensino de Química do Estado de Minas Gerais: fundamentos e pressupostos. Química Nova, v.23, n.2, p. 273-283, 2000.

PASTORIZA, B. S.; DEL PINO, J. C. A Educação Química em discurso: uma análise a partir da revista Química Nova na Escola (1995-2014). Química Nova na Escola, v.39, n.2, p. 204-219, 2017.

QUADROS, A. L. D.; et al. Ensinar e aprender Química: a percepção dos professores do Ensino Médio. Educar em Revista, n.40, p. 159-176, 2011.

SARTORI, E. R.; et al. Construção de Uma Célula Eletrolítica para o Ensino de Eletrólise a Partir de Materiais de Baixo Custo. Química Nova na Escola, v.35, n.2, p. 107-111, 2013.

SILVA, A. C. A. D.; UHMANN, R. I. M.; HECKLER, V. A experimentação e o ensino de química. In: PASTORIZA, B. D. S.; SANGIOGO, F. A.; BOSENBECKER, V. K. Reflexões e debates em Educação Química. Curitiba: CRV, 2017. p. 262.

SILVA, J. A. D. et al. Concepções e práticas de experimentação nos anos iniciais do ensino fundamental. Linhas Críticas, v.18, n.25, p. 127-150, 2012.

SOARES, M. H. F. B. et al. A formação de professores de química pela pesquisa: algumas ações da área de ensino de química do Instituto de Química da Universidade Federal de Goiás. Espaço Plural, n.26, p. 70-87, 2012.

SUART, R. C.; MARCONDES, M. E. R. A manifestação de habilidades cognitivas em atividades experimentais investigativas no ensino médio de química. Ciência e Cognição, v.14, n.1, p. 50-74, 2009.

TOMAZI, A. L. et al. O que é e quem faz ciência? Imagens sobre a atividade científica divulgadas em filmes de animação infantil. Ensaio, v.11, n.2, 2009.

VOGT, C. F. G.; CECATTO, A. J.; CUNHA, M. B. D. A fotografia científica e as atividades experimentais: livros didáticos de química. Actio, v.3, n.1, p. 56-74, 2018.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS (UFPel). Projeto Pedagógico. 2016. Disponível em <http://bit.ly/31LYEhK>. Acesso em 18 de julho de 2018.

Projeto Pedagógico. 2013. Disponível em http://bit.ly/31Pq4DB. Acesso em 18 de julho de 2018.

Projeto Pedagógico. 2009. Disponível em http://bit.ly/3bwtGPl. Acesso em 18 de julho de 2018.

Published

2021-02-01

How to Cite

Frozza, E., & PastorizaI, B. dos S. (2021). “Chemistry an experimental area!”: discourses about experimentation in a chemistry teacher training course. Ciência E Natura, 43, e5. https://doi.org/10.5902/2179460X43465