Rainfall influences in mapping landscape features of an archaeological site with the application of geophysical and geostatistical methods

Authors

DOI:

https://doi.org/10.5902/2179460X38230

Keywords:

Apparent electrical resistivity, Soil profile, Macapá

Abstract

Archaeological studies are important for understanding the historical environments and analysis of the consequences of their changes in the current period, and geophysical methods are an important tool for enabling a low-impact analysis on these. This study evaluated the influence of rainfall in mapping of landscape features of the archaeological site AP-MA-05 using geophysical and geostatistical methods. To obtain the data, the geophysical method of electroresistivity was used in an area of UNIFAP of 10 x 20 meters. The rainfall data were collected in INMET station in Macapá. Data analysis was performed with use of statistical and geostatistical methods. In rainy season, soil resistivity presented a minimum of 198.7 ohm.m and maximum values of up to 3946 ohm.m, with an average of 1188.87 ohm.m. In the less rainy season the observed values were 394 ohm.m (minimum) and 5863 ohm.m (maximum), with an averaging of 2078.31 ohm.m. This demonstrates the influence of rainfall on apparent resistivity, since the more intense the rains that occurred at the time of data were obtained, the lower the values of electrical resistivity. The best association between the research method, the survey period based on climate aspects and the application of geostatistical methods facilitated the characterization of the site as a future support for its prospection.

Author Biographies

Jéssica Lisboa de Albuquerque, Federal University of Pará, Institute of Geosciences, Belém, PA

Possui graduação em Engenharia Florestal pela Universidade Federal Rural da Amazônia e mestrado em Ciências Ambientais pela Universidade Federal do Pará.

Helyelson Paredes Moura, Federal University of Amapá, Macapá, AP

Possui graduação em Física (Licenciatura) e mestrado em Geofísica, ambos pela Universidade Federal do Pará. Além disso também é doutor em Geociências e Meio Ambiente pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Atualmente é professor associado IV da Universidade Federal do Amapá.

Joaquim Carlos Barbosa Queiroz, Federal University of Pará, Institute of Geosciences, Belém, PA

Possui graduação em Física (Bacharelado) e mestrado em Geofísica, ambos pela Universidade Federal do Pará. Além disso também é doutor em Geociências e Meio Ambiente pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Atualmente é Professor Titular do Instituto de Geociências da Universidade Federal do Pará.

Aline Maria Meiguins de Lima, Federal University of Pará, Institute of Geosciences, Belém, PA

Possui graduação em Geologia pela Universidade Federal do Pará, especialização em Gestão Normativa de Recursos Hídricos pela Universidade Federal da Paraíba, mestrado em Geotecnia pela Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo e doutorado em Desenvolvimento Socioambiental pelo Núcleo de Altos Estudos Amazônicos da Universidade Federal do Pará. Atualmente é Professora da Universidade Federal do Pará.

References

ALLEN SJ, PORSANI JL, POLUHA B. Geofísica arqueológica no ambiente da arqueologia urbana. Revista Arqueologia. 2017;30(1):235-254.

AMANAJÁS JC, JESUS ES, CUNHA AC, OLIVEIRA LL, FAÇANHAS AT. Avaliação da precipitação pluviométrica observada nos municípios pertencentes à região dos lagos no estado do Amapá. In: Anais do 15° Congresso Brasileiro de Meteorologia [CD-ROM]; 2008, São Paulo, Brasil.

ARAGÃO R, GOUVÊA J, LOPES P. Metodologia geofísica aplicada ao estudo arqueológico dos Sítios Bittencourt e Jambuaçu, Estado do Pará. Revista Brasileira de Geofísica. 2010;28(2):249-263.

BINLEY A, WINSHIP P, WEST LJ, POKAR M, MIDDLETON R. Seasonal variation of moisture content in unsaturated sandstone inferred from borehole radar and resistivity profiles. J. Hydrol. 2002;267(3):160-172.

BONNIE R. ‘Haven’t we dug enough now?’ Excavation in the light of intergenerational equity. Archaeological Dialogues. 2011;18(1):48-58.

BRITO-SCHIMMEL P, PORSANI JL, FIGUTI L, DeBLASIS P. Aplicação de métodos geofísicos em Arqueologia: primeiros resultados obtidos no sambaqui fluvial Capelinha, Cajati-SP, Brasil. Rev. do Museu de Arqueologia e Etnologia. 2002;12:43-54.

CAVALCANTI MM. Aplicação de métodos geoelétricos no delineamento da pluma de contaminação nos limites do aterro controlado do Jokey Clube de Brasília – DF [dissertação]. Brasília-DF: Instituto de Geociências; 2013. 111p.

CLARK AJ. Seeing Beneath the Soil: prospecting methods in archaeology. London: Batsford; 1996.

CLUE JK. A new empiricism: excavating at the start of the 21st Century. Archaeological Dialogues. 2011;18(1):30-41.

COELHO ALN, FERREIRA GAC. Geotecnologias aplicadas em área inundável: o caso de Brejo Grande, Serra-ES. GeoTextos. 2011;7(1):159-183.

CORRÊA ACB, MUTZENBERG D, SANTOS JÚNIOR V. Arqueologia da paisagem: proposta geoambiental de um modelo para os padrões de assentamentos no enclave arqueológico granito flores, microrregião de Angicos (RN). Revista Clio Arqueológica. 2014;29(2):57-94.

COSTA AF, MALAGUTTI FILHO W. Caracterização estrutural e geofísica da lixeira de Porto Velho (RO). Geociências. 2008; 27(2):229-236.

FAGUNDES M, PIUZANA D. Estudo teórico sobre o uso conceito de paisagem em pesquisas arqueológicas. Revista Latinoamericana de Ciencias Sociales. 2010;8(1):205-220.

FERREIRA RCM, MENEZES CR. Levantamento florístico no sítio arqueológico no campus Marco Zero da UNIFAP. Biota Amazônica. 2011;1(1):74-80.

FRIEDMAN SP. Soil properties influencing apparent electrical conductivity: a review. Comput. Electron. Agric. 2005;46: 45-70.

FUNARI PP. Arqueologia. São Paulo: Contexto; 2003.

FUNARI PP, NOELLI FS. Pré-história do Brasil. São Paulo: Contexto; 2002.

GANDOLFO OCB, GALLAS JDF. Eletrorresistividade 3D - uma avaliação preliminar da técnica. Revista Brasileira de Geofísica. 2005;23(2):191-198.

GANDOLFO OCB, GALLAS JDF. O arranjo pólo-dipolo como alternativa ao dipolo-dipolo em levantamentos 2D de eletrorresistividade. Revista Brasileira de Geofísica. 2007;25:227-235.

GOMES D, LUIZ J. Contextos domésticos no sítio arqueológico do Porto, Santarém, Brasil, identificados com o auxílio da geofísica por meio do método GPR. Boletim Museu Paraense Emílio Goeldi - Ciências Humanas. 2013;8(3):639-656.

HONORATO LC. Arqueologia da paisagem e geoarqueologia: experiências em projetos de pesquisa. Tópos. 2009;3(1):127-147.

JERVIS JRJ, PRINGLE JK. A study of the effect of seasonal climatic factors on the electrical resistivity response of three experimental graves. Journal of Applied Geophysics. 2014;108:52-60.

LEUCCI G, GRECO F. 3D ERT Survey to reconstruct archaeological features in the subsoil of the “Spirito Santo” church ruins at the site of Occhiolà (Sicily, Italy). Archaeology. 2012;1(1):1-6.

LIMA LP. Relatos de uma experiência em Arqueologia Pública. In: Domingues L, Funari PP, Carvalho AV, Rodrigues G. (edts.) Desafios da arqueologia: depoimentos. Erechim: Habilis; 2009. p. 221-223.

LINFORD N. The application of geophysical methods to archaeological prospection. Reports on Progress in Physics. 2006;69(7):2205-2257.

MACHADO ALC. Salvamento arqueológico do sítio AP-MA-5: campus Universitário. Belém-PA: Museu Paraense Emílio Goeldi; 1997.

MENESES FGA, OLIVEIRA LLGS. Estudo prático sobre a geolocalização de sítios arqueológicos no Google Earth. Revista de Arqueologia Pública. 2014;9:35-46.

MOJICA A, ACOSTA L. Prospección geofísica aplicada a la arqueologia: La importancia de los procesos de modelización y simulación numérica. Canto Rodado. 2008;3:17-28.

MORAIS JL. Arqueologia da paisagem como instrumento de gestão no licenciamento ambiental de atividades portuárias. Revista Eletrônica de Gestão de Negócios. 2007;3(4):97-115.

MOURA HP, SALDANHA JDM, CABRAL MP, OLIVEIRA MJ, CAMARÃO KF, NERY JR. Eletrorresistividade aplicada no sítio arqueológico AP-MA-05, Macapá-AP: resultados preliminares. In: Proceedings of the 11th International Congress of The Brazilian Geophysical Society; 2009 Salvador, Brazil.

OLIVEIRA MJ, BAPTISTA GMM, CARNEIRO CDR, VECCHIA FAS. História geológica e Ciência do clima: Métodos e origens do estudo dos ciclos climáticos na Terra. Terræ. 2015;12(1):03-26.

PEREIRA S. Levantamento plani-altimétrico e fisiográfico para operação de salvamento do sítio arqueológico do Campus Universitário da UNIFAP-Amapá. Amapá: UNIFAP; 1997.

QUEIROZ JCB. Utilização da geoestatística na quantificação do risco de contaminação por metais pesados, na área portuária de Santana-Amapá [tese]. São Pulo: Universidade Estadual Paulista; 2003. 170p.

SENNA CSF. Geografia e arqueologia: análise espacial e contextual de sítios arqueológicos no estuário amazônico. Geousp - Espaço e Tempo. 2016;20(2):238-249.

SILVA JLA, ALMEIDA JAC. Reflexões arqueológicas: estudo dos sítios arqueológicos do município de Queimadas/PB. Revista Eletrônica do Laboratório de Arqueologia e Paleontologia da UEPB. 2011;1(2):112-125.

TAVARES JPN. Características da climatologia de Macapá-AP. Caminhos de Geografia Uberlândia. 2014;15(50):138-151.

VIEIRA TO. Utilização de modelagem geoestatística em 3D na estimação volumétrica de litologias para estudos ambientais [dissertação]. Belém: Universidade Federal do Pará; 2013. 96p.

Published

2021-03-08

How to Cite

Albuquerque, J. L. de, Moura, H. P., Queiroz, J. C. B., & Lima, A. M. M. de. (2021). Rainfall influences in mapping landscape features of an archaeological site with the application of geophysical and geostatistical methods. Ciência E Natura, 43, e19. https://doi.org/10.5902/2179460X38230

Issue

Section

Geo-Sciences

Most read articles by the same author(s)