Material biossorvente para remoção de metais potencialmente tóxicos em água de abastecimento

Beatriz de Castro, Guilherme Junqueira Jerônimo, Julio Cesar de Souza Inácio Gonçalves, Mário Sérgio da Luz, Deusmaque Carneiro Ferreira

Abstract


O objetivo desse trabalho foi avaliar o potencial do pó da casca de coco verde no processo de biossorção de íons metálicos (Pb2+ e Ni2+) presentes na água de abastecimento público. Empregou-se o método univariado para otimizar o processo de biossorção. As isotermas de Freundlich e Langmuir foram empregadas para avaliara característica física ou química do material. Os resultados mostraram que em pH igual a 4, tempo de 25 minutose granulometria da fibra de 60 mesh ocorreram as maiores remoções, na faixa de 97% para Pb2+ e 95% para Ni2+. Com relação à concentração inicial da biomassa, observou-se que a concentração de 25 g.L-1 do material biossorvente foi suficiente para uma máxima remoção dos íons metálicos em estudo. Com relação às isotermas, foi possível identificar, a partir dos resultados de adsorção, que as espécies metálicas se ajustaram melhor ao modelo de Freundlich, adsorção física. Dessa forma, os resultados apresentados mostram que a fibra da casca de coco apresenta características apropriadas para o processo de biossorção de chumbo e níquel. Esse material biossorvente pode ser utilizado juntamente com os processos clássicos de tratamento de água para remoção de metais potencialmente tóxicos.


Keywords


Isotermas de adsorção; Fibra de coco verde; Biossorção

Full Text:

HTML

References


BRASIL. Portaria nº 2914, de 12 de dezembro de 2011. Dispõe Sobre Os Procedimentos de Controle e de Vigilância da Qualidade da água Para Consumo Humano e Seu Padrão de Potabilidade. Ministério da Saúde. Brasília, DF, Disponível em: http://www.comitepcj.sp.gov.br/download/Portaria_MS_2914-11.pdf.

BUCHTER, B.; DAVIDOFF, B.; AMACHER, M.C.; HINZ, C.; ISKANDAR, I.K.; SELIM, H.M. Correlation of FreundlichKd and n retention parameters with soils and elements. Soil Science, New Brunswick, v. 148, n. 5, p. 370-379, 1989.

CARRIJO, O.A.; LIZ, R.S.; MAKISHIMA, N. Fibra da casca do coco verde como substrato agrícola. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 20, n. 4, p.533-535, dez. 2002. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf//hb/v20n4/14486.pdf.

CETESB. Ficha de Informação Toxicológica:Chumbo. 2012. Disponível em: http://www.cetesb.sp.gov.br/userfiles/file/laboratorios/fit/chumbo.pdf.

CHUBAR, N.; CARVALHO, J.; NEIVA, M. Biomass as Biosorbent. v. 230, p. 57-65, 2004.

DI BERNARDO, L.; DANTAS, A. D. B. Métodos e técnicas de tratamento de água. 2. ed. São Carlos (SP): Rima, 2005. 2 v.

FERREIRA, D. C. et al. Biossorção de chumbo e níquel pelas fibras do Cocos Nucifera L. Fazu em Revista, Uberaba, n. 9, p.64-68, 2012.

FRANCISCHETTI, J. Remoção de Metais Pesados em Efluentes Líquidos Através da Filtração Adsortiva. 2004. 91 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Engenharia Química, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2004. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/87729/212404.pdf?sequence=1.

JALALI, R., GHAFOURIAN, H., ASEF, Y., DAVARPANAH, S.J., SEPEHR, S. Removal and recovery of lead using nonliving biomass of marine algae. J. Hazard. Mater., B92, p. 253-262, 2002.

LENNTECH, Água residual & purificação do ar. Holding B.V. Site institucional. Disponível em: http://www.lenntech.com/espanol/tablapeiodica.html.

MAGRO, C. D. et al. Biossorção passiva de Cromo (IV) através da microalga Spirulinaplatensis. Rev. Química Nova, v. 32, p. 1-7, 2013.

MONTEIRO, R. A. Avaliação do potencial de adsorção de U, Th, PB, Zn Ni pelas fibras do coco. 2009. 86 f. Dissertação (Mestrado em Ciências na Área de Tecnologia Nuclear - materiais) – Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Autarquia associada à Universidade de São Paulo), São Paulo, 2009.

MONTEIRO, R. A.; BONIOLO, M. R.; YAMAURA, M. Uso das Fibras de Coco na Biossorção de Chumbo em Águas Residuárias Industriais. São Paulo: Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - Ipen, 2012. 15 p.

MOREIRA, D. R. Desenvolvimento de adsorventes naturais para tratamento de efluentes de galvanoplastia. 2010. 79 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Química Industrial, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.

PINO, G.A.H. Biossorção de metais pesados utilizando pó da casca de coco verde (Cocos nucífera). 2005. 128 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Metalúrgica e de Materiais) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia Metalúrgica do Departamento de Ciência dos Materiais e Metalurgia. Pontífica Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2005. Disponível em: http://www.nima.puc-rio.br/cursos/pdf/036_gabriela.pdf.

QI, P.; PICHLER, T. Sequential and simultaneous adsorption of Sb(III) and Sb(V) on

ferrihydrite: Implications for oxidation and competition. Chemosphere. v. 145, p. 55-60, 2016.

ROSA, M. F. et al. Caracterização do pó da casca de coco verde usado como substrato agrícola. Fortaleza: Embrapa Agroindústria Tropical, 2001. 6 p. (Comunicado Técnico, 54). Disponível em: www.Cnpat.Embrapa.br/publica/pub/comtec/cot_54.pdf.

SEKHAR, K.C., KAMALA, C.T., CHARY, N.S., SASTRY, A.R.K., NAGESWARA,

R., VAIRAMANI, M. Removal of lead from aqueous solutions using an immobilized biomaterial derived from a plant biomass. J. Hazard Mater., B108, p.111-117, 2004.

SCHIFER, T. S. dos, BOGUSZ, S. J., MONTANO, M. A. E. Aspectos toxicológicos do chumbo. Infarma, v. 17, nº 5/6, 2005.

SHUMAN, L.M. Effect of organic matter on the distribution of manganese, copper, iron, and zinc in soil fractions. Soil Science, New Brunswick, v. 146, p. 192-198, 1988.

SOARES J.P., SOUZA J.A de, CAVALHEIRO E.T.G. Caracterização das amostras comerciais de vermicomposto de esterco bovino e avaliação da influência do pH e do tempo na adsorção de Co (II), Zn (II) e Cu (II). Química Nova, São Paulo, v. 27, n. 1, p.5-9, 2004.

SUKSABYE, P.; THIRAVETYAN, P.; NAKBANPOTE, W. Columnstudyofchromium (VI) adsorptionfromelectroplatingindustrybycoconutcoirpith. Journal of Hazardous Materials, 2008. 160, 1, p. 56-62.

TARLEY, C.R.; ARRUDA, M.A. Biosorption of heavy metals using rice milling by-products. Characterization and application for removal of metals from aqueous effluents, Chemosphere. v. 54, p. 987 -995, 2004.

UNESP. Laboratório Virtual de Química. Níquel. Disponível em: http://www2.fc.unesp.br/lvq/LVQ_tabela/028_niquel.html.

VOLESKY, B. Advances in biosorption of metals: selection of biomass types. Microbiology Reviews. v. 14, p. 291 -302, 1994.

VOLESKY, B. Sorption and biosorption, BV-Sorbex, Inc. St.Lambert, Quebec, 326 p, 2004.

WELZ, B. Atomic Absorption Spectrometry. VCH VerlagsgesellschaftmbH, Germany. 506p. 1985.

WHO - WORLD HEALTH ORGANIZATION. Guidelines for drinking-water quality. (3. ed.). Geneva, v. 1., 2006. 536p.

YU, J.X.; FENG, L, Y.; CAI, X.L.; WANG,L.Y.; CHI, R.A. Adsorption of Cu2+, Cd2+ and Zn2+ in a modified leaf fixed-bed column: competition and kinetics. Environ Earth Sci. V.73, p.1789–1798, 2014.




DOI: https://doi.org/10.5902/2179460X35057

Copyright (c) 2019 Ciência e Natura

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.