Soybean trend and yield variation in association with economic and social caracterization in Paraná state, southern Brazil

Vinicius Carmello

Abstract


The Paraná State in Southern Brazil is the second most soybean producer from Brazil; Paraná comes behind only the Mato Grosso state in Brazilian central area. This paper aims to analyze the soybean trend and spatial variation productivity data, as well as carry out a social and economic characterization of the municipalities producers and thus create regional indicators unfold different patterns of productivity of soybean in a representative region of Paraná in the years between 1999 to 2010. To finish this research was collected soybean data from 132 counties. These counties represent the southern slope of Paranapanema river basin. Was applied two statistic testes: Mann-Kendall and the Ward. The results were represented in cartographic system and boxplots graphics and they showed the visible soybean yield crop and spatial variation between all counties. The crop and spatial variation have relation with agriculture characteristics analyzed by IBGE data.

Keywords


Paraná. Southern Brazil. Soybean. Spatial variation. Ibaiti. Ponta Grossa. Santo Inácio.

References


BERNARDES, J. A. As estratégias do capital no complexo da soja. In: CASTRO, I. E. GOMES, P. C. C. CORREA, R. L. (Org.) Brasil Questões atuais da reorganização do Território. 4ª Edição, Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2008.

CAMPOS, M. C. A Embrapa/Soja em Londrina-PR a pesquisa agrícola de um país moderno. 2011. 120p. Tese (Doutorado em Geografia) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2011.

CAMPOS, M. C. Modernização da agricultura, expansão da soja no brasil e as transformações socioespaciais no Paraná. Revista Geografar. Curitiba, v.6, n.1, p.161-191, 2011

CARGNIN, Monica; BEZZI, Meri Lourdes. JÚLIO DE CASTILHOS/RS: A CADEIA PRODUTIVA DA SOJA COMO AGENTE REORGANIZADOR DO SEU ESPAÇO AGRÁRIO. Raega - O Espaço Geográfico em Análise, v. 21, abr. 2011.

CARMELLO, V; SILVESTRE, M. R; SANT’ANNA NETO, J. L. Desigualdade no campo e o risco climático em áreas de produção da soja no sul do Brasil. In: Lourenço, L (Org.). Multidimensão e territórios de risco. 1 ed. Imprensa da Universidade de Coimbra, 2014. DOI: 10.14195/978-989-96253-3-4_58.

CARMELLO, V. Análise da variabilidade das chuvas e sua relação com a produtividade da soja na vertente paranaense da bacia do rio Paranapanema. 2013. Dissertação (Mestrado em geografia). Faculdade de Ciência e Tecnologia – UNESP. Presidente Prudente.

CARMELLO, V; SANT’ANNA NETO, J.L. Rainfall Variability and Soybean Yield in Paraná State, Southern Brazil. International Journal of Environmental & Agriculture Research. Vol-2, Issue-1, January- 2016

FARIAS, J. R. B. Aprimoramento Tecnológico para Redução de Perdas de Soja por Seca em Sistemas Agrícolas Sustentáveis. Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias. 2008

FARIAS, J. R. B; ASSAD, E. D; EVANGELISTA, R. S. M.; MARIN, F. R. Avanços tecnológicos para monitoramento do zoneamento agrícola. Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias. 2006

MARTINE, G. e BESKOW, P.R. O modelo, os instrumentos e as transformações na estrutura de produção agrícola. In: MARTINE, G. e GARCIA, R. C. (ORG). Os impactos sociais da modernização agrícola. São Paulo, Caetés, 1987, p.19-39

MARTINE, G. e GARCIA, R. C. Os impactos sociais da modernização agrícola. São Paulo: Caetés, 1987.

MOREIRA, R. Pensar e ser em Geografia. São Paulo: Ed. Contexto, 2007.

MORO, D. A. Aspectos geográficos da modernização agrícola no norte do Paraná. Boletim de Geografia. Maringá, Ano 13, n. 13. 1995.

PAULA, A. E.; FAVERET FILHO, P. Panorama do complexo soja. Disponível em: http://www.inagro.org.br/publicacoes/Soja.pdf. Acesso: 16. Jul. 2013.

PAULINO, E. T. Estrutura fundiária e dinâmica socioterritorial no campo brasileiro. Revista Mercator. Fortaleza. v. 10, n. 23, 2011.

RAMOS, J. P.; BOAVA, A. P.; DONATO, L. Assentamentos rurais: mapeamento e número de famílias contempladas no noroeste do Paraná – Brasil. Revista Geográfica de América Central. San Jose; 2011. p. 1-12.

REZENDE, L. P. F.; PARRE, J. L. A hierarquização dos municípios paranaenses segundo as suas atividades agrícolas. Revista Unioeste. Disponível em: e-revista.unioeste.br/index.php/gepec/article/viewFile/315/231. Acesso em: 20 jul. 2013.

SILVESTRE, M. R; SANT’ANNA NETO, J. L; FLORES, E. F. Critérios estatísticos para definir anos padrão: uma contribuição à climatologia geográfica. Revista Formação, Presidente Prudente, v. 2 n.20, p. 23-53, 2013.

TAVARES, C. E. C. Fatores críticos à competitividade da soja no Paraná e no Mato Grosso. Disponível em:

http://www.conab.gov.br/conabweb/download/cas/especiais/trabalho_sobre_competitividade_soja_mt_e_pr.pdf. Acesso em: 20 jun. 2013

TIAN. Y. XU, Y. P. BOOIJ, M. J, LIN, S.; ZHANG, Q.; LOU, Z. Detection of trends in precipitation extremes in Zhejiang, east China. Theory Appl Climate, v.107, 2012.

WILKS, D.S. Statistical methods in the atmospheric sciences: an introduction. New York: Academic Press, 1995.

ZHANG, W.; YAN, Y.; ZHENG, J.; LI, L.; DONG, X.; CAI, H. Temporal and spatial variability of annual extreme water level in the Pearl River Delta region, China. Global and Planetary Change, v. 69, 2009.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2179460X27823

Refbacks

  • There are currently no refbacks.