Organização Inicial de uma Ilha Interdisciplinar de Racionalidade a partir de um Tema Específico da Biologia

Elenize Rangel Nicoletti, Lenira Maria Nunes Sepel

Abstract


Os vírus fazem parte dos conteúdos abordados nas aulas de biologia do ensino médio. Mas será que assuntos interessantes relacionados aos vírus não deixam de ser trabalhados por não serem considerados tão biológicos? Em vista disso, este trabalho investigou quais as potencialidades interdisciplinares desse tema para a sala de aula. Tomamos como referenciais de nossa pesquisa os conceitos de Abordagem Relacional e de Ilhas Interdisciplinares de Racionalidade. Apresentamos algumas reflexões e possibilidades de trabalho interdisciplinar da temática ‘vírus’ para o Ensino Médio. Constatamos que existem diversas possibilidades de atividades para as quatro áreas do conhecimento: Linguagens, Ciências da Natureza, Matemática e Ciências Humanas. A partir dessa abordagem inicial pretendemos implementar uma Ilha de Racionalidade sobre os vírus com alunos e professores do Ensino médio, onde abordaremos questões interdisciplinares desse tema. Esperamos assim, contribuir para um ensino um pouco menos fragmentado, despertando o interesse e participação dos alunos no processo de aprendizagem.

Keywords


Ensino Médio; Vírus; Interdisciplinaridade; Ilhas Interdisciplinares de Racionalidade; Abordagem Relacional

References


Bettanin, E. As ilhas de racionalidade na promoção dos objetivos da alfabetização científica e técnica. Dissertação (Mestrado em Educação), CED, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis- SC, 2003

Boer, N.; Moraes, E. C. Políticas educacionais, visões de mundo e a articulação em processos educativos. Ciência & Educação, Vol. 12, núm. 3, pág. 291-302, 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ciedu/v12n3/04.pdf. Acesso em: 28 de fevereiro de 2015.

Brasil. Conselho Nacional de Educação (CNE). Resolução n. 3, de 26 de junho de 1998. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 5 ago. 1998.

Brasil. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais (Ensino Médio). Brasília: MEC, 2000.

Brasil. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais + (PCN+) - Ciências da Natureza e suas Tecnologias. Brasília: MEC, 2002.

Brasil. Conselho Nacional de Educação, Câmara de Educação Básica. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Básica. Brasília, DF, 2013. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=12663&Itemid=1152. Acesso em 02 de março de 2015.

Castro, Jane M.; Regattieri, Marilza (orgs.). Interação Escola - Família: Subsídios para práticas escolares. Brasília: UNESCO, MEC, 2010.

Colombi, A.N.K.; Moraes, E.C. Os seres vivos numa abordagem relacional. In: IV Econtro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 2003. Baurú. Atas do IV ENPEC, Bauru, 2003. Disponível em: http://fep.if.usp.br/~profis/arquivos/ivenpec/Arquivos/Orais/ORAL136.pdf. Acesso em: 26 de fevereiro de 2015.

Fourez, G, et al Alfabetización científica y tecnológica. Acerca de las finalidades de la enseñanza de las ciencias. Buenos Aires, Argentina: Ediciones Colihue, 1997a.

Fourez, G. Qu’entendre par ‘îlot de rationalité’ et par ‘îlot interdisciplinaire de rationalité, In revue Aster, n°25, 1997b. Disponível em: http://ife.ens-lyon.fr/publications/edition-electronique/aster/RA025-10.pdf

Fourez, G. Pour une interdisciplinarité concrète et rigoureuse. 1998a. Conférence sur l'interdisciplinarité pour des infirmiers.

Moraes, E. C.; Colombi, A. N. K. Sustentabilidade e educação biológica: Uma perspectiva relacional. In: Conferência Internacional de Educação Biológica, Desenvolvimento Sustentável, Ética E Cidadania, 2004. Rio de Janeiro. Anais ... Rio de Janeiro: Fiocruz, 2004. S. Disponível em: http://www.geocities.ws/ecdemoraes/artigobioed2004.html. Acesso em: 27 de fevereiro de 2015.

Nehring, C. M. et .al. As ilhas de racionalidade e o saber significativo: o ensino de ciências através de projetos. Ensaio – Pesquisa em Educação em Ciências, Belo Horizonte, v. 2, n. 1, p. 1-18, 2002.

Pietrocola, M.; Pinho-Alves,, J., Pinheiro, T.F. Prática interdisciplinar na formação disciplinar de professores de ciências. Investigações em Ensino de Ciências, 8 (2), 131-152, 2003.

Pinheiro, T. F. et al. Um exemplo de construção de uma ilha de racionalidade em torno da noção de energia. In: Atas do VII Encontro de Pesquisa em Ensino de Física. Florianópolis: março, 2000.

Santos, M. E. Encruzilhadas de mudança no limiar do século XXI: co-construção do saber científico e da cidadania via ensino CTS de ciências. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências, 2., 1999, Valinhos. Atas... Valinhos, 1999.

Schmitz, C. Desafio Docente: As Ilhas de Racionalidade e seus Elementos Interdisciplinares. 2004. 272f. Dissertação (mestrado em Educação Científica e Tecnológica) – CFM/CED, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis- SC, 2004.

Stephens, P.R.S.; Oliveira, M.B.S.C.; Ribeiro, F.C.; Carneiro, L.A.D. Capítulo 2 Virologia. In: Molinaro, E.M.; Caputo, L.F.G.; Amendoeira, M.R.R. Conceitos e métodos para a formação de profissionais em laboratórios de saúde, volume 4, Rio de Janeiro, EPSJV; IOC, 2009.

Teixeira, Paulo Marcelo M.. A Educação Cientifica sob a perspectiva da Pedagogia Histórico-crítica e do movimento C.T.S. no Ensino de Ciências. Revista Ciência & Educação. Volume. 9, número. 2, 2003. p. 177-190.




DOI: https://doi.org/10.5902/2179460X17326

Copyright (c)



Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.