Televisão e Serialidade: Formatos, Distribuição e Consumo

Cristiano Max Pereira Pinheiro, Mauricio Barth, André Conti Silva, Raona Nunes

Resumo


O trabalho propõe uma discussão acerca das séries de televisão, contribuindo, dessa forma, para o avanço do conhecimento no assunto e para a visão da ciência aplicada. Em seu escopo teórico, utilizam-se autores como Machado (2005), Carlos (2006), Balogh (2002), Pallottini (1998), Comparato (1995) e Sydenstricker (2012), entre outros. Após a exposição dos conceitos, entende-se que as séries de televisão estão inseridas nos meios de comunicação de massa e tornaram-se um produto cultural internacional. À partir desse cenário, nota-se que há, ainda, um caminho bastante amplo a ser percorrido dentro de sua análise estrutural; o que possibilita o estudo das especificidades desse formato narrativo, ainda pouco explorado se comparado a outros meios.

 

Televisión y Serialidad: Formatos, Distribución y Consumo

Resumen: El documento propone una discusión acerca de la serie de televisión, lo que contribuye al avance del conocimiento sobre el tema y con la visión de la ciencia aplicada. En su ámbito teórico, se utilizan autores como Machado (2005), Carlos (2006), Balogh (2002), Pallottini (1998), Comparato (1995) y Sydenstricker (2012), entre otros. Después de la exposición de los conceptos, se entiende que las series de televisión se insertan en los medios de comunicación y se convirtieron en un producto cultural internacional. A partir de este escenario, nos damos cuenta de que hay también una manera muy amplia para ir en su análisis estructural; lo que permite el estudio de las características específicas de este formato narrativa, aún poco explorada en comparación con otros medios.

Palabras clave: Series. Televisión. Formato. Distribución. El consumo.

 

Television and Seriality: Formats, Distribution and Consumption

Abstract: The paper proposes a discussion about the television series, thereby contributing to the advancement of knowledge on the subject and to the vision of applied science. In its theoretical scope, are used authors as Machado (2005), Carlos (2006), Balogh (2002), Pallottini (1998), Comparato (1995) and Sydenstricker (2012), among others. After exposure of the concepts, it is understood that TV series are inserted in the mass media and became an international cultural product. From this scenario, we notice that there is also a very broad way to go in its structural analysis; which enables the study of the specifics of this narrative format, yet underexplored compared to other means.

Keywords: Series. TV. Format. Distribution. Consumption.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2316882X22925



Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

Programa de Pós-Graduação em Comunicação

Departamento de Ciências da Comunicação

Cadernos de Comunicação

Av. Roraima, 1000 - Camobi  - Santa Maria - RS

Prédio 21, sala 5129 - Laboratório PUBLICA.

E-mail: cadernos@ufsm.br

ISSN Impresso: 1677-9061

ISSN Eletrônico: 2316-882X

Classificação Qualis-CAPES 2013-2016:

B4 - Comunicação e Informação

B2 - Linguística e Literatura

B2 - Educação

B2 - Planejamento Urbano e Regional / Demografia

B4 - Adminitração Pública de Empresas, Ciências Contáveis e Turismo

B4 - Direito

B4 - Sociologia

B4 - Ensino

B4 - Interdisciplinar

B5 - Geografia

Indexados em: Redib; Latindex; DOAJ; Sumários.org; Portcom;

e Diadorim;

DOI: HTTP://dx.doi.org/10.5902/

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.