Corpo, linguagem e videoclipe: estratégias discursivas da/na publicidade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/2175497763999

Palavras-chave:

Publicidade, Videoclipe, Linguagem, Discurso, Narrativa.

Resumo

Neste artigo apresentamos uma reflexão sobre possíveis diálogos e convergências da linguagem do videoclipe, contaminando as propriedades narrativas de uma campanha publicitária brasileira. Partimos da questão norteadora: de que forma e com que meios as propriedades tecnoestéticas do videoclipe contribuem para redimensionar as conexões entre imagem e imaginário do público a partir da construção narrativa no comercial de uma marca? O corpus selecionado para a análise reflexiva é o comercial da Avon, com seu produto BB Cream, veiculado pela campanha #SintaNaPele (2016). A partir de um percurso metodológico analítico, de cunho semiótico, propomos o argumento de que ocorre uma espécie de mensagem predominante calcada na inter-relação em trânsito linguístico, estético e discursivo da peça publicitária que reforça a ‘quebra de estereótipos’ e apoio ao movimento LGBTI.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristiane Do Rocio Wosniak, Universidade Estadual do Paraná - campus de Curitiba II / Faculdade de Artes do Paraná; Universidade Federal do Paraná

Doutora em Comunicação e Linguagens – Estudos de Cinema e Audiovisual (UTP). Vice-coordenadora do Mestrado Acadêmico em Cinema e Artes do Vídeo da Universidade Estadual do Paraná (Unespar) campus de Curitiba II/Faculdade de Artes do Paraná. Docente adjunta da Unespar (Bacharelado em Cinema e Audiovisual). Docente permanente do Programa de Pós-Graduação (Mestrado e Doutorado) em Educação da UFPR. Pesquisadora dos GPs: Kinedária - Arte, Poética, Cinema, Vídeo (Unespar/PPG-CINEAV/CNPq) e ELiTe – Laboratório de Estudos em Educação Performativa, Linguagem e Teatralidades (UFPR/PPGE/CNPq).

Thiago Martins, Universidade Paranaense (UNIPAR) - campus Umuarama, PR

Professor Adjunto na Universidade Paranaense - UNIPAR. Doutorando em Comunicação e Linguagens na Universidade Tuiuti do Paraná - UTP.

Referências

BELLOUR, Raymond. Entre-Imagens: foto, cinema, vídeo. Campinas, SP: Papirus, 1997.

BUTLER, Judith. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.

CARRACOZA, João Anzanello. Estratégias criativas da publicidade: consumo e narrativa publicitária. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2014.

COVALESKI, Rogério. Cinema e publicidade: intertextos e hibridismos. Rio de Janeiro: Confraria do Café, 2015.

CROMA MARKETING SOLUTIONS (São Paulo). Oldiversity: impactos da longevidade e diversidade para marcas e negócios. 2017. Disponível em: . Acesso em: 20 maio 2018.

DUBOIS, Philippe. Cinema, vídeo, Godard. São Paulo: Cosac & Naif, 2004.

FIORIN, José Luiz. A linguagem politicamente correta. In: revista Linguagem. São Carlos: UFSC, v.1, n.1, p. 1-5, ago. 2008. Disponível em: <http://www.linguasagem.ufscar.br/ index.php/linguasagem/article/view/532>. Acesso em: 10 jan. 2021.

GUIAGAYSÃOPAULO. Avon faz comercial não-binário para novo produto. 2016. Disponível em <https://www.guiagaysaopaulo.com.br/noticias//avon-faz-comercial-nao_binario-para-novo-produto>. Acesso em: 10 jan. 2021.

GUIMARÃES, Denize Azevedo Duarte. Comunicação tecnoestética nas mídias audiovisuais. Porto Alegre: Sulina, 2007.

MARTINS, Thiago Garcia. A publicidade compartilhável explicada. Curitiba: Appris, 2018.

MEIO&MENSAGEM. Avon lança campanha com estrelas LGBT. 2016. Disponível em: <https://www.meioemensagem.com.br/home/ultimas-noticias/2016/06/28/avon-lanca-campanha-com-estrelas-lgbt.html>. Acesso em: 10 dez. 2020.

OLIVA, Rodrigo. Interconexões de poéticas audiovisuais. Curitiba: Appris, 2017.

PIGNATARI, Décio. Semiótica e literatura: icônico e verbal, Oriente e Ocidente. São Paulo: Cortez & Moraes, 1979.

PEIRCE, Charles Sanders. The Collected Papers of C. S. Peirce. Vol. I-VIII, HARTSHORNE, Charles, WEISS, Paul, e BURKS, Arthur (Eds.). Cambridge, Mass.: Harvard University Press, 1931-58.

SANTAELLA, Lúcia. Matrizes da linguagem e pensamento: sonora, visual, verbal. São Paulo: Iluminuras, 2001.

SANTAELLA, Lúcia. Semiótica aplicada. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.

WOSNIAK, Cristiane; OLIVA, Rodrigo. Linguagem, corpo e estética na construção de conhecimento no cinema e nas artes do vídeo. In: SOUZA, Ivan Vale de (org.). Produção do conhecimento nas letras, linguísticas e artes – volume 2 [recurso eletrônico]. Ponta Grossa, PR: Atena, 2019 (p. 164-176). Disponível em: https://www.atenaeditora.com.br/arquivos/ ebooks/a-producao-do-conhecimento-nas-letras-linguisticas-e-artes-2. Acesso em: 20 jan. 2021.

Endereços eletrônicos consultados:

http://www.depoiseufalo.com.br/case-sintanapele-nova-campanha-lgbt-da-avon/. Acesso em: 20 jan. 2021.

https://nacoesunidas.org/tema/lgbti. Acesso em: 20 jan. 2021.

<http://cliquemusic.uol.com.br/artistas/ver/fat-family>. Acesso em: 10 jan. 2021.

Downloads

Publicado

01-12-2023

Como Citar

Wosniak, C. D. R., & Martins, T. (2023). Corpo, linguagem e videoclipe: estratégias discursivas da/na publicidade. Animus. Revista Interamericana De Comunicação Midiática, 22(49). https://doi.org/10.5902/2175497763999

Edição

Seção

Artigos Livres