Repetição, uma ética da literatura

Helano Ribeiro

Resumo


Walter Benjamin irá propor como tarefa do materialista histórico a politização da estética em contraposição à estetização da política, característica dos fascismos. Nesse sentido, é objetivo deste artigo analisar a repetição enquanto recurso estilístico que se revela como uma possibilidade de resistência estética e política. Assim, o escritor Thomas Bernhard surge aqui, através de sua arte do exagero, com uma escritura que interpela e nos faz pensar sobre a necessidade de perpetuação da memória. A escritura de
Thomas Bernhard é repetição que impede a destruição da vida e compactua com Mnemósine para sua perpetuação, para a manutenção deste arquivo fora da lei.

Palavras-chave


Repetição; Resistência; Memória

Texto completo:

PDF

Referências


ADORNO, Theodor. Educação após Auschwitz. In: . Educação e Emancipação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995.

AGAMBEN, Giorgio. A comunidade que vem. Tradução de António Guerreiro. Lisboa: Editorial Presença, 1993.

AZEVEDO, Luciene. Representação e perfomance na literatura contemporânea. Revista Aletria, Belo Horizonte, jul.-dez. 2007.

BADIOU, Alain. O Século. Tradução de Carlos Felício da Silveira. São Paulo: Ideias e Letras, 2007.

BENJAMIN, Walter. Brinquedo e brincadeira. In: . Mágia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Obras Escolhidas Vol. 1. Tradução Sergio Paulo Rouanet. SãoPaulo: Brasiliense, 1996.

BERNHARD, Thomas. Der Italiener. Frankfurt am Main: Suhrkamp, 1989.

BERNHARD, Thomas. Extinção: uma derrocada. Tradução de José Mariani de Macedo. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

BERNHARD, Thomas. Origem. Tradução de Sérgio Tellaroli. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

BUCK-MORSS, Susan. Estética e Anestética: O ensaio sobre a arte de Walter Benjamin reconsiderado. Tradução de Rafael Lopes Azize. Travessia. Revista de Literatura da Pós-Graduação, n. 33. EDUFSC, 1995.

DELEUZE, Gilles. Diferença e Repetição. Tradução de Luiz Orlandi e Roberto Machado. Rio de Janeiro: Graal, 1988.

FLORY, Alexandre Villibor. Sopa de Letras nazista: A apropriação imediata do real e a mediação pela forma na ficção de Thomas Bernhard. 2006. 386 páginas. Tese de doutorado – USP. São Paulo, 2006.

FREUD, Sigmund. Recordar, repetir e elaborar. In: Obras completas. Vol. 10. Tradução de Paulo César Lima de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

HOFMANN, Kurt. Em conversa com Thomas Bernhard. Tradução de José A. Palma Caetano. Lisboa: Assírio & Alvim, 2006.

HÖLLER, Hans. Thomas Bernhard. Hamburgo: Rowohlt Taschenbuch, 1994.

LACAN, Jacques. O seminário, livro 11, Os quatro conceitos fundamentais da psicanálise. Tradução de M. D. Magno. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

LINS, Daniel. O último copo: álcool, filosofia, literatura. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2013.

MITTERMEYER, Manfred. Thomas Bernhard. Leben. Werk. Wirkung. Frankfurt am Main: Suhrkamp Verlag, 2006.

PERLOFF, Marjorie. Jogos-Limite: As Ficções de Wittgenstein por Thomas Bernhard e Ingeborg Bachmann. In: . A Escada de Wittgenstein: a Linguagem Poética e o estranhamento do Cotidiano. Tradução de Elisabeth Rocha Leite e Aurora Fornoni Bernardini. São Paulo: Editora da USP, 2008.

SCHMIDT-DENGLER, Wendelin: Der Übertreibungskünstler – Studien zu Thomas Bernhard. Viena: Sonderzahl, 1997.




DOI: https://doi.org/10.5902/1679849X26586

 

CONTATO:

E-mail: revista.la.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Prédio 16 - Centro de Educação - PPG Letras
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8477

Link: https://periodicos.ufsm.br/LA


ISSN: 1679-849X

DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1679849X

Qualis/Capes: Linguística e Literatura B2


Periodicidade – Semestral

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

     

 

http://mjl.clarivate.com/cgi-bin/jrnlst/jlresults.cgi?PC=EX&Full=*Literatura%20e%20Autoritarismo

Resultado de imagem para DOAJ

https://doaj.org/toc/1679-849X

https://www.latindex.org/latindex/ficha?folio=19485

http://diadorim.ibict.br/handle/1/1018

 

 

http://oaji.net/journal-detail.html?number=6577

http://ezb.uni-regensburg.de/searchres.phtml?bibid=AAAAA&colors=7&lang=de&jq_type1=QS&jq_term1=Literatura+e+Autoritarismo

 

https://dbh.nsd.uib.no/publiseringskanaler/erihplus/periodical/info.action?id=491293

BASE Logo

https://www.base-search.net/

http://journalseeker.researchbib.com/view/issn/1679-849X

https://www.worldcat.org/title/literatura-e-autoritarismo/oclc/1002237522&referer=brief_results

https://scholar.google.com.br/citations?user=cnXbenUAAAAJ&hl=pt-BR

 

https://www.tib.eu/en/search/id/TIBKAT%3A894744321/Literatura-e-autoritarismo/

https://thekeepers.org/journals/1679-849X?page=1&query=Literatura+e+Autoritarismo

 

http://www.i2or.com/8.html (Nr. 763)

https://index.pkp.sfu.ca/index.php/browse/index/2374

http://miar.ub.edu/issn/1679-849X

https://clasificacioncirc.es/resultados_busqueda?_pag=1&_busqueda2=Literatura%20e%20Autoritarismo

https://reseau-mirabel.info/revue/6394/Literatura_e_autoritarismo