Cheikh Anta Diop e as suas linhas extensivas: pensamento e crítica

Fernando Santos de Jesus

Resumo


O pensamento do Senegalês Cheikh Anta Diop (1923-1986) tem ganhado bastante força no Brasil após maior abertura para os debates que campeiam os debates acerca das tensões e embates políticos em torno da questão racial. No ano de 2003 fora promulgada a lei 10.639/03, na qual altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação, de 1996, para a inclusão de disciplinas que abordem as histórias e as culturas do continente africano e seus descendentes na diáspora brasileira. Esse acontecimento possibilitou o amplo conhecimento de perspectivas teóricas que se balizam em Diop. Utilizamos referenciais teóricos que dialogam com essas posições, a fim de destacar que apesar da abertura política, os contrapontos estão presentes. Portanto, nosso objetivo é estimular uma reflexão teórica que conduza os nossos leitores a questionarem os arranjos epistemológicos que hoje se apresentam como ferramentas para disputas políticas no campo das relações étnico-raciais no Brasil.


Palavras-chave


Epistemologia; Continente Africano; Contrapontos

Texto completo:

PDF HTML

Referências


BERGSON, Henri. A Evolução Criadora. São Paulo: Editora UNESP, 2009.

DIOP, Cheikh. The African Origin of Civilization: Myth or Reality. Chicago: Lawrence Hill & Co., 1974.

DIOP, C. Precolonial Black Africa. Chicago: Lawrence Hill Books, 1987.

DIOP, C. A unidade Cultural da África Negra: Esferas do Patriarcado e do Matriarcado na Antiguidade Clássica. Luanda: Edições

Mulemba, 2014.

FANON, F. Os Condenados da Terra. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1961.

FANON, F. Pele Negra, Máscaras Brancas. Salvador: EDUFBA, 2008.

FANON, F. Em Defesa da Revolução Africana. Lisboa: Livraria Sá da Costa Editora, 1980.

FOUCAULT, Michel. Em Defesa da Sociedade. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

MBEMBE, Achile. As Formas Africanas de Auto-Inscrição. Estudos Afro-Asiáticos, Ano 23, nº 1, 2001.

MOORE, Carlos. A Humanidade Contra si Mesma: Para uma Nova Interpretação Epistemológica do Racismo e de seu Papel Estruturante na História e no Mundo Contemporâneo. II Fórum Internacional Afro-colombiano. Bogotá, 18 de maio de 2011. Anais: 1-17.

OBENGA, Thèophile. O Egipto da Obra de Platão. In: DIOP, Babacar Mbaye; DIENG, Doudou. A Consciência Histórica Africana. Luanda: Edições Mulemba, 2014.

SODRÉ, Muniz. Claros e Escuros: Identidade, Povo e Mídia No Brasil. Petrópolis: Editora Vozes, 2000.




DOI: https://doi.org/10.5902/2179378639889

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Voluntas: Revista Internacional de Filosofia

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial-Compartilha Igual 4.0 Internacional.