Clima organizacional: o caso de uma cooperativa da região fronteira oeste do Rio Grande do Sul

Vanessa Dalmolin, Élio Sérgio Denardin, Flaviani Souto Bolzan Medeiros

Resumo


Parte-se do entendimento de que quanto mais satisfeito os indivíduos estiverem em uma organização melhor será o seu desempenho individual e coletivo. No caso das cooperativas isso não é diferente, pois um clima organizacional ruim afeta diretamente o desempenho dos colaboradores. Assim, esse artigo pretende analisar o clima organizacional em uma Cooperativa localizada na região da fronteira oeste do Rio Grande do Sul. Para isso, adotou-se uma pesquisa quantitativa, do tipo descritiva, com a coleta de dados realizada através da aplicação de um questionário em uma amostra de 41 funcionários do setor operacional da referida organização. Como resultados, destaca-se que a comunicação e a motivação para o trabalho são fatores positivos, pois existe o reconhecimento, valorização, incentivo à equipe e a cooperação. Entretanto, em relação aos salários e benefícios verificaram-se algumas restrições. Mas, de modo geral, a maioria dos pesquisados manifestou-se satisfeita com o clima organizacional proporcionado pela Cooperativa.

Palavras-chave


Clima organizacional; Comunicação; Motivação; Cooperativa

Texto completo:

PDF

Referências


AZEVEDO, P. F. Comercialização de produtos agroindustriais. In: BATALHA, M. O. (Org.). Gestão agroindustrial. São Paulo: Atlas, 2010.

BAGGIO, L. R. A cooperação faz a força. Revista Fae Business, Blumenau, n. 12, p. 8-11, set. 2005.

BENSON, T. Building good management practices in Ethiopian agricultural cooperatives through regular financial audits. Journal of Co-operative Organization and Management, v. 2, n. 2, p. 72-82, December 2014.

BISPO, C. A. F. Um novo modelo de pesquisa de clima organizacional. Revista Produção, v. 16, n. 2, p. 258-273, maio/ago. 2006.

DENISON, D. Cultura corporativa y productividad organizacional. Colombia: Legis, 1991.

DIAS, V.; STOCCO, J. A. P. Motivação no ambiente de trabalho: um estudo em uma instituição de ensino superior. Secretariado Executivo em Revist@, Passo Fundo, v. 2, p. 1-22, 2006.

DUBRIN, A. J. Princípios da administração. Rio de Janeiro: LTC, 1998.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

GONSALVES, E. P. Conversas sobre iniciação à pesquisa científica. 4. ed. Campinas: Alínea, 2012.

HASHIMOTO, M. Organizações intra-empreendedoras: construindo a ponte entre clima interno e desempenho superior. 363 f. 2009. Tese (Doutorado em Administração de Empresas) – Escola de Administração de Empresas de São Paulo – Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 2009.

JESUS, P.; TIRIBA, L. Cooperação. In: CATTANI, A. D. (Org.). A outra economia. Porto Alegre: Veraz Editores, 2003.

LUZ, R. S. Gestão do clima organizacional. 2. ed. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2007.

MAIA, W. B. da; HARTMANN, T. C.; BUENO, B. A. F.; KAPP JUNIOR, C. Proposição de um plano de gerenciamento logístico em uma cooperativa agrícola paranaense. Revista de Gestão e Organizações Cooperativas, Santa Maria, v. 1, n. 2, 2014.

MAXIMIANO, A. C. A. Introdução à administração. 8. ed. São Paulo: Atlas, 2011.

MEGIDO, J. L. T.; XAVIER, C. Marketing e agribusiness. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

MICHEL, M. H. Metodologia e pesquisa científica em ciências sociais: um guia prático para acompanhamento da disciplina e elaboração de trabalhos monográficos. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

NANTES, J. F. D.; SCARPELLI, M. Elementos de gestão na produção rural. In: BATALHA, M. O. (Org.). Gestão agroindustrial. São Paulo: Atlas, 2010.

PINHO, D. B. Manual de cooperativismo: o pensamento cooperativo e o cooperativismo brasileiro. São Paulo: CNPq, 1982.

PINTO, Z. M. L. da S.; GOMES, C. F. S. O efeito da liderança na manutenção de servidores públicos de uma instituição federal de ensino. In: CONGRESSO NACIONAL DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO, 10., 2014. Anais... Niterói: CNEG, 2014.

POLÔNIO, W. A. Manual das sociedades cooperativas. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2004.

ROBBINS, S. P. Administração: mudanças e perspectivas. São Paulo: Saraiva, 2000.

RODRIGUES, R. O cooperativismo na globalização: gestão cooperativa. Belo Horizonte: OCEMG, 1997.

RÜDIGER, F. Introdução à teoria da comunicação: problemas correntes e autores. São Paulo: Edicon, 2003.

SCHMIDT, D.; VERGÍLIO, P. Cooperativismo-cooperativa. In: CATTANI, A. D. (Org.). A outra economia. Porto Alegre: Veraz Editores, 2003.

SOARES NETO, B. Agronegócio cooperativo. In: BATALHA, Mário Otávio. (Org.). Gestão agroindustrial. São Paulo: Atlas, 2010.

STONER, J. A.; FREEMAN, E. R. Administração. Rio de Janeiro: Prentice Hall, 1995.

SULBARÁN, J. El rol de la gerencia en los procesos de cambio. Revista de Economía, n. 14, p. 193-206, 2002.




DOI: https://doi.org/10.5902/2359043217708

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. 

     

   

   

 

ISSN Eletrônico: 2359-0432

ISSN Impresso: 2446-7103