Mediação pedagógica na relação com universitários com deficiência

Tania Mara Zancanaro Pieczkowski

Resumo


Este artigo é resultado de um estudo que objetivou investigar o processo de mediação pedagógica entre docentes e estudantes com deficiência na aula universitária. Está vinculado a uma pesquisa mais ampla, cujo objetivo foi tensionar o processo de inclusão de estudantes com deficiência na educação superior e compreender os seus efeitos na docência. O material empírico, gerado por meio de entrevistas narrativas realizadas com dez professores de estudantes com deficiência em diferentes cursos de graduação, foi examinado pela perspectiva da análise do discurso, amparada em referenciais foucaultianos. O texto evidencia o empenho docente em promover a inclusão e aprendizagem e constituir-se como professor mediador. O estudo aponta que os professores são subjetivados pelos discursos da inclusão, o que resulta em posturas amorosas e solidárias. A complexidade do processo torna-se explícita quando os professores vivenciam esse desafio e necessitam reestruturar suas práticas pedagógicas. Exercer a docência com “o diferente” é uma possibilidade para que o profissional de distintas áreas do conhecimento atuante na educação superior descubra que mesmo que domine o conteúdo específico e acumule títulos acadêmicos isso não basta, pois a docência é outra profissão, é o encontro com o novo, com o imprevisível.

Palavras-chave


Inclusão na educação superior. Estudantes com deficiência. Mediação pedagógica.

Texto completo:

PDF HTML

Referências


ALVES, S. M. Freire e Vigotski: um diálogo entre a pedagogia freireana e a psicologia histórico-cultural. Chapecó, Argos, 2012.

ANDRADE, S. S. A entrevista narrativa ressignificada nas pesquisas educacionais pós-estruturalistas. In: MEYER, D. E.; PARAÍSO, M. A. (Orgs.). Metodologias de pesquisas pós-críticas em educação. Belo Horizonte: Mazza, 2012. p. 173-194.

BRASIL. Decreto nº 6.949, de 25 de agosto de 2009. Promulga a Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu Protocolo Facultativo, assinados em Nova York, em 30 de março de 2007. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2009/decreto/d6949.htm>. Acesso em: 04 jul. 2017.

_____. Subsecretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Comitê de Ajudas Técnicas. Tecnologia Assistiva. Brasília: CORDE, 2009.

_____. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Disponível em: Acesso em: 04 jul. 2017.

CAMILLO, C. R. M. A avaliação como dispositivo pedagógico: capturas discursivas significadas no contexto da educação de surdos. 2008. 125 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2008. Disponível em: . Acesso em: 04 jul. 2017.

CUNHA, M. I.; ISAIA, S. M. A. (Orgs.). Formação de docentes de Instituições de Ensino Superior. Mediação pedagógica (Verbete). In: MOROSINI, M. C. et al. (Org.). Enciclopédia de Pedagogia Universitária. Porto Alegre: FAPERGS/RIES, 2003. p. 368-375.

CUNHA, M. I. et al. As políticas públicas de avaliação e docência. In: CUNHA, M. I. (Org.). Formatos avaliativos e concepção de docência. Campinas: Autores Associados, 2005. p. 5-48. (Coleção Educação contemporânea)

ESTRELA, M. T. Ética e pedagogia no ensino superior. In: LEITE, C. (Org.). Sentidos da pedagogia no ensino superior. Portugal: CIIE/Livpsic, 2010. p. 11-28. (Coleção Ciências da Educação, 7)

FISCHER, R. M. B. Foucault e a análise do discurso em educação. Cadernos de pesquisa, Porto Alegre: UFRGS, n. 114, p. 197-223, nov. 2001.

FOUCAULT, M. História da sexualidade I: a vontade de saber. 16. ed. Rio de Janeiro: Graal, 2005.

_____. As palavras e as coisas: uma arqueologia das ciências humanas. Tradução de Salma Tannus Muchail. 9. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007. (Coleção tópicos)

GALLO, S.. Repensar a educação: Foucault. Educação & Realidade, Porto Alegre: FACE/UFRGS, v. 29, n. 1, p. 79-97, jan./jun. 2004.

_____. Pensar a escola com Foucault: além da sombra da vigilância. In: CARVALHO, A. F.; GALLO, S. (Orgs.). Repensar a educação: 40 aos após Vigiar e Punir. São Paulo: Livraria da Física, 2015. p. 427- 449. (Coleção contextos da ciência)

GALVÃO, A.; CÂMARA, J.; JORDÃO, M. Estratégias de aprendizagem: reflexões sobre universitários. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 93, n. 235, p. 627-644, set./dez. 2012.

ISAIA, S. M. A.; BOLZAN, D. P. V. Construção da profissão docente: possibilidades e desafios para a formação. In: ISAIA, S. M. A.; BOLZAN, D. P. V.; MACIEL, A. M. R. (Orgs.). Pedagogia universitária: tecendo redes sobre a educação superior. Santa Maria: UFSM, 2009. p. 163-176.

LARROSA, J. Notas sobre experiência e saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro: Autores Associados, n. 19, jan./abr. 2002.

LOPES, M. C. O direito de aprender na escola de surdos. In: THOMA, A. S.; LOPES, M. C. (Orgs.). A invenção da surdez II: espaços e tempos de aprendizagem na educação de surdos. Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2006. p. 26-46.

MENEZES, E. C. P. A maquinaria escolar na produção de subjetividades. 2011. 189f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2011. Disponível em: . Acesso em: 04 jul. 2017.

THOMA, A. S. Educação dos surdos: dos espaços e tempos de reclusão aos espaços e tempos inclusivos. In: THOMA, A. S.; LOPES, M. C. A Invenção da surdez II: espaços e tempos de aprendizagem na educação de surdos. Org. Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2006. p. 9- 25.

PIECZKOWSKI, T. M. Z. Inclusão de estudantes com deficiência na educação superior: efeitos na docência universitária. 2014. 208f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2014.

SILVA, T. T. A produção social da identidade e da diferença. In: SILVA, T. T. (Org); HALL, S.; WOODWARD, K. Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. 15 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014. p.73-102.

VEIGA-NETO, A.; LOPES, M. C. Inclusão e governamentalidade. Revista Educação e Sociedade, Campinas, v. 28, n. 100-Especial, p. 947-963, out. 2007. Disponível em: . Acesso em: 20 jun. 2017.




DOI: https://doi.org/10.5902/1984644428452

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc - Prédio 16
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao


ISSN Eletrônico: 1984-6444

DOI: http://dx.doi.org/10.5902/19846444

Qualis/Capes: Educação A1

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação (UFSM) agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY 4.0).

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________

    

SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar