Caracterização de recém-nascidos de baixo peso internados em uma unidade de terapia intensiva neonatal

Elaine Lutz Martins, Stela Maris de Mello Padoin, Andressa Peripolli Rodrigues, Samuel Spiegelberg Zuge, Cristiane Cardoso de Paula, Tatiane Correa Trojahn, Marília Alessandra Bick

Resumo


Objetivo: caracterizar os recém-nascidos de baixo peso (RNBP) internados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) de um Hospital Universitário da região central do Rio Grande do Sul. Método: pesquisa quantitativa, transversal e descritiva, desenvolvida com uma população de 162 RNBPs. Os dados foram submetidos à análise estatística. Resultados: evidenciou-se que, em relação ao sexo, a razão foi de 1:1 e a maioria dos recém-nascidos eram pré-termo. Foi identificado alto índice de cesáreas, e como principais motivos de internação na UTIN a prematuridade, seguida do desconforto respiratório. Constatou-se que a alimentação durante internação foi o aleitamento artificial, e na alta hospitalar o aleitamento materno misto foi o indicado. Conclusão: conhecer o perfil dos RNBPs permite planejar a assistência em saúde desta população, contribuindo para a redução da mortalidade neonatal e para uma assistência que atenda à singularidade do recém-nascido.


Palavras-chave


Recém-nascido de baixo peso; Unidades de terapia intensiva neonatal; Nutrição do lactente; Terapia intensiva neonatal; Enfermagem

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/217976927412



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.