Ambiente de trabalho do enfermeiro em unidades de clínica médica e cirúrgica

José Luís Guedes dos Santos, Fernando Henrique Antunes Menegon, Dulcinéia Ghizoni Schneider, Giovana Dorneles Callegaro Higashi, Fernanda Hannah da Silva Copelli, Alacoque Lorenzini Erdmann

Resumo


Objetivo: analisar o ambiente de trabalho do enfermeiro em unidades de clínica médica e cirúrgica. Método: pesquisa de método misto, com estratégia triangulação concomitante de dados. Os dados quantitativos foram coletados com 27 enfermeiros de um Hospital Universitário do Sul do Brasil, por meio do Brazilian Nursing Work Index Revised (B-NWI-R) e submetidos à análise estatística descritiva. Os dados qualitativos foram obtidos a partir de 14 entrevistas e tratados mediante análise temática. Resultados: os enfermeiros possuem autonomia, têm um bom relacionamento com os médicos e suporte organizacional para o trabalho de enfermagem. No entanto, o controle sobre o ambiente é prejudicado pela falta de pessoal de enfermagem e suporte dos serviços de apoio. Conclusão: o estudo evidenciou aspectos que podem melhorar o ambiente de prática de enfermeiros de unidades de clínica médica-cirúrgica e contribuir para segurança e qualidade do cuidado de enfermagem

Palavras-chave


Ambiente de trabalho; Organização e administração; Enfermagem; Pesquisa em administração de enfermagem; Hospitais públicos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2179769229506



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.