Acidentes por quedas e fratura do fêmur na população idosa

Maria José Santos de Oliveira, Fernanda dos Santos, Celmira Lange, Letícia Pilotto Casagranda, Elaine Thumé, Denise Somavila Przylynski Castro

Resumo


Objetivo: conhecer as características de idosos hospitalizados com fratura do fêmur e os fatores extrínsecos relacionados aos acidentes por quedas. Método: estudo transversal e descritivo, realizado no período de fevereiro de 2012 a fevereiro de 2013, com 108 idosos internados em um Hospital de médio porte do município de Pelotas devido a fratura do fêmur. As variáveis analisadas foram dados socioeconômicos e demográficos relacionados aos fatores extrínsecos de quedas em idosos. Resultados: a maior parte dos entrevistados eram aposentados, viúvos, sabiam ler e escrever e sofreram fratura do fêmur devido à queda em suas próprias residências. A maioria dos domicílios não possuía adaptações no seu interior e os tapetes disponíveis não eram antiderrapantes. Conclusão: os dados mostram que os acidentes por quedas na população idosa podem ser evitados com medidas simples, todavia se faz necessário uma avaliação da pessoa idosa e do ambiente em que vive, identificando os idosos com risco para quedas.

Palavras-chave


Acidentes por quedas; Fraturas do fêmur; Idoso

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2179769226168



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.