Qualidade e segurança no uso da insulinoterapia pela população idosa

Michele Rohde Krolow, Karla Pereira Machado, Adriéli Timm Oliveira, Mariangela Uhlmann Soares, Pâmela Moraes Volz, Elaine Thumé

Resumo


Objetivo: avaliar a qualidade e segurança individual e coletiva no uso de insulina pela população idosa em um município de grande porte do sul do Brasil. Método: estudo transversal de base populacional realizado em 2016-2017 com idosos de 68 anos ou mais. As entrevistas foram realizadas nos domicílios dos idosos. O desfecho foi medido pela forma de utilização e descarte das seringas e agulhas. Realizou-se análise descritiva mediante cálculo das proporções e projeções dos dados para os idosos do município. Resultados: foram entrevistados 735 idosos. A prevalência de diabetes foi de 20,0%, e 13,8% faziam uso de insulina injetável. A reutilização das seringas e agulhas foi relatada por 55,0% e 65,0% referiram descartar o material direto no lixo comum. Conclusões: a qualidade e a segurança dos idosos em insulinoterapia estão comprometidas, sendo necessário implementar estratégias de educação em saúde que visem melhorar o conhecimento e acesso as orientações adequadas.


Palavras-chave


Idoso; Diabetes Mellitus; Insulina; Equipamentos Descartáveis; Eliminação de Resíduos.

Referências


Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD). Diretrizes Sociedade Brasileira de Diabetes 2019-2020 [Internet]. 2019 [acesso em 2020 nov 15]. Disponível em: https://www.diabetes.org.br/profissionais/images/DIRETRIZES-COMPLETA-2019-2020.pdf

Mendoza Romo MA, Padrón Salas A, Cossío Torres PE, Soria Orozco M. Prevalencia mundial de la diabetes mellitus tipo 2 y su relación con el índice de desarrollo humano. Rev Panam Salud Publica. 2017;41:1-6. doi: https://doi.org/10.26633/RPSP.2017.103

Ministério da Saúde (BR). Diabetes: tipos, causas, sintomas, tratamento, diagnóstico e prevenção [Internet]. 2019 [acesso em 2019 jun 02]. Disponível em: http://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/diabetes

Ministério da Saúde (BR). Estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica: Diabetes Mellitus [Internet]. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2013 [acesso em 2019 jun 30]. (Cadernos de Atenção Básica; 36). Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/estrategias_cuidado_pessoa_diabetes_mellitus_cab36.pdf

Oliveira RG. Blackbook Enfermagem. Belo Horizonte: Blackbook; 2016.

Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD). Posicionamento oficial SBD no 01/2017: recomendações sobre o tratamento injetável do Diabetes: insulinas e incretinas [Internet]. São Paulo: Sociedade Brasileira de Diabetes; 2017 [acesso em 2019 jun 10]. Disponível em: https://www.diabetes.org.br/profissionais/images/2017/posicionamento-oficial-sbd-01-2017.pdf

Bahendeka S, Kaushik R, Swai AB, Otieno F, Bajaj S, Kalra S, et al. EADSG Guidelines: insulin storage and optimisation of injection technique in Diabetes management. Diabetes Ther. 2019;10: 341-66. doi: https://doi.org/10.1007/s13300-019-0574-x

Secretaria Municipal de Saúde e Atenção à Pessoa com Deficiência do Município de Bagé. Plano municipal de saúde 2018-2021. Bagé: Secretaria Municipal de Saúde e Atenção à Pessoa com Deficiência; 2019 [acesso em 2020 jun 01]. Disponível em: https://www.bage.rs.gov.br/wp-content/uploads/2019/02/PMS_2018_2021_Oficial_11022019.pdf

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Atenção Primária à Saúde (SAPS). e-Gestor Atenção Básica: informação da Atenção Básica. Brasília (DF): SAPS; 2017 [acesso em 2020 nov 18]. Disponível em: https://egestorab.saude.gov.br/paginas/acessoPublico/relatorios/relHistoricoCoberturaAB.xhtml

Thumé E, Facchini LA, Wyshak G, Campbell P. The utilization of home care by the elderly in Brazil's Primary Health Care System. Am J Public Health Res. 2011;101(5):868-74. doi: https://doi.org/10.2105/AJPH.2009.184648

BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Brasil). Resolução RE nº 2.605, de 11 de agosto de 2006. Estabelece a lista de produtos médicos enquadrados como de uso único proibidos de ser reprocessados. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, n. 155, p. 37-38, 14 ago. 2006. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2006/res2605_11_08_2006.html. Acesso em: 04 jun. 2019.

BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução RDC Nº 306, de 7 de dezembro de 2004. Dispõe sobre o Regulamento Técnico para o gerenciamento de resíduos de serviços de saúde. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, n. 237, p. 49-56, 10 dez. 2004. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2004/res0306_07_12_2004.html. Acesso em: 04 jun. 2014.

Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa (ABEP). Critério Brasil 2020. São Paulo: ABEP; 2020 [acesso em 2020 nov 13]. Disponível em: http://www.abep.org/criterio-brasil

Fundação de Economia e Estatística (FEE). Estimativas populacionais (Revisão 2018). Porto Alegre: FEE; 2020 [acesso em 2020 maio 25]. Disponível em: https://arquivofee.rs.gov.br/indicadores/populacao/estimativas-populacionais-revisao-2018/

Iser BPM, Stopa SR, Chueiri PS, Szwarcwald CL, Malta DC, Monteiro HOC, et al. Prevalência de diabetes autorreferido no Brasil: resultados da Pesquisa Nacional de Saúde 2013. Epidemiol Serv Saúde. 2015;24(2):305-14. doi: https://doi.org/10.5123/S1679-49742015000200013

Francisco PMSB, Belon AP, Barros MBA, Carandina L, Alves MCGP, Goldbaun M, et al. Diabetes auto-referido em idosos: prevalência, fatores associados e práticas de controle. Cad Saúde Pública. 2010;26(1):175-84. doi: https://doi.org/10.1590/S0102-311X2010000100018

Vitoi NC, Fogal AS, Nascimento CM, Franceschini SCC, Ribeiro AQ. Prevalência e fatores associados ao diabetes em idosos no município de Viçosa, Minas Gerais. Rev Bras Epidemiol. 2015; 18(4):953-65. doi: https://doi.org/10.1590/1980-5497201500040022

Moreira APL, Malta DC, Vianna RPT, Moreira PVL, Carvalho AT. Risk and protection factors for self-reported hypertension and diabetes in João Pessoa, Brazil. The VIGITEL survey, 2014: a cross-sectional study. São Paulo Med J. 2017;135(5):450-61. doi: https://doi.org/10.1590/1516-3180.2017.0044250517

Flores TR, Nunes BP, Assunção MCF, Bertoldi AD. Hábitos saudáveis: que tipo de orientação a população idosa está recebendo dos profissionais de saúde? Rev Bras Epidemiol. 2016;19(1): 167-80. doi: https://doi.org/10.1590/1980-5497201600010015

Francisco PMSB, Rodrigues PS, Costa KS, Tavares NUL, Tierling VL, Barros MBA, et al. Prevalência de diabetes em adultos e idosos, uso de medicamentos e fontes de obtenção: uma análise comparativa de 2012 e 2016. Rev Bras Epidemiol. 2019;22:e190061. doi: https://doi.org/10.1590/1980-549720190061

Dunes CAT, Sousa JK, Oliveira MTA. Reutilização de perfurocortantes na insulinoterapia e sua associação com infecções estafilocóccicas. Rev Epidemiol Controle Infecç. 2019;9(1):15-20. doi: https://doi.org/10.17058/reci.v9i1.12243

Reis P, Marcon SS, Nass EMA, Arruda GO, Back IR, Lino IGT, et al. Desempenho de pessoas com diabetes mellitus na insulinoterapia. Cogitare Enferm. 2020;25. doi: https://doi.org/10.5380/ce.v25i0.66006

World Health Organization (WHO). Saving lives, spending less: a strategic response to noncommunicable diseases. Geneva: WHO; 2018 [cited 2019 Jun 02]. Available from: https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/272534/WHO-NMH-NVI-18.8-eng.pdf

Tapia CEV. Diabetes mellitus e o descarte de seringas e agulhas. Rev Gaúcha Enferm. 2009 [acesso em 2019 jun 09];30(2):228-34. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/RevistaGauchadeEnfermagem/article/view/11310

Cunha GH, Barbosa RVA, Fontenele MSM, Lima MAC, Franco KB, Fechine FV. Insulin therapy waste produced in the households of people with diabetes monitored in Primary Care. Rev Bras Enferm. 2017;70(3):618-25. doi: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0406

André SCS, Veiga TB, Takayanagui AMM. Geração de resíduos de serviços de saúde em hospitais do município de Ribeirão Preto (SP), Brasil. Eng Sanit Ambient. 2016;21(1):123-30. doi: https://doi.org/10.1590/S1413-41520201600100140092

Organização das Nações Unidas Brasil. Objetivos do desenvolvimento sustentável: as Nações Unidas no Brasil. Brasília (DF): Organização das Nações Unidas; 2020 [acesso em 2020 nov 15]. Disponível em: https://brasil.un.org/pt-br/sdgs

Signor F, Leguisamo CP, De Marchi ACB, Bavaresco SS, Oliveira LZ, Pillatt AP. Opinião: conhecimento e educação em saúde de idosos portadores de diabetes mellitus. Fisioter Bras. 2016 [acesso 2020 jul 12];17(2):171-5. Disponível em: http://docs.bvsalud.org/biblioref/2018/02/879020/conhecimento-e-educacao-em-saude-de-idosos-portadores-de-diabet_pqiisIR.pdf

Gomes TF, Silva APL, Pereira BA, Rabelo NNF. Desenvolvimento de um programa de educação em Diabetes como ferramenta para a promoção da mudança de hábitos de vida: relato de experiência. Rev Atenas Higéia. 2019 [acesso 2019 jun 16];1(1):31-4. Disponível em: http://www.atenas.edu.br/revista/index.php/higeia/article/view/14




DOI: https://doi.org/10.5902/2179769248098

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.