O GARIMPO BOM FUTURO COMO FERRAMENTA PARA O ENSINO DE QUÍMICA E DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL.

Renato André Zan, Filomena Maria Minetto Brondani, Nathália Vieira Barbosa, Dionatas Ulises de Oliveira Meneguetti, Irizádina Maria da Silva, Franciele Militino Bissoli

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/223613085323

O garimpo Bom Futuro é denominado o maior garimpo a céu aberto do mundo, foi descoberto no ano de 1987 e a partir dessa descoberta começou a garimpagem da sua maior riqueza que é a Cassiterita (SnO2), que contém cerca de 66% a 75% de Estanho, e é passada por um processo de beneficiamento, do qual retira-se um Estanho com 99,98% de pureza. Este minério é usado para diversas finalidades como, folha-de-flandres e ligas metálicas como solda, bronze, liga de pewter e em compostos químicos. O estanho ajudou e continua ajudando na economia do Estado de Rondônia, sendo cada vez mais utilizado no nosso dia-a-dia, sabendo-se de tamanho potencial de estudo, este trabalho tem por finalidade propor a visita do garimpo como ferramenta no ensino de educação ambiental e química, dando um olhar diferenciado a um garimpo e mostrar o grande potencial do garimpo como um grande laboratório a céu aberto.

Palavras-chave


cassiterita, estanho e garimpo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/223613085323

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.