CONSCIÊNCIA AMBIENTAL ENTRE FUNCIONÁRIOS DO SETOR DE LIMPEZA DE UMA UNIVERSIDADE PARTICULAR DE BELÉM (PA)

Paula Caroline Vilhena da Silva, Fabrício Lemos de Siquera Mendes, Ricardo Bentes Kato

Resumo


Pessoas com consciência ambiental tendem a tomar decisões levando em consideração o impacto ambiental de suas ações, as que não têm é preciso motivá-las a praticar mudanças para a preservação e conservação da natureza em conjunto com si próprio. O presente estudo tem como objetivo analisar a consciência ambiental dos funcionários que trabalham no setor de limpeza de uma Universidade Particular de Belém (PA). A metodologia do estudo teve como base a aplicação de questionário com respostas de múltipla escolha, que incluiu um total de 42 funcionários distribuídos pelos Campi da Universidade; com a coleta dos dados, estes foram tabulados em frequências relativas e posicionados em forma de gráficos. Com relação aos resultados alcançados, pouco mais de 80% dos funcionários responderam que evitam a queima do lixo doméstico, sempre se preocupam em não jogar lixo na rua e têm a prática de comprar lâmpadas que gastam menos energia; pouco mais de 70% responderam que nunca deixam a torneira aberta ao escovar os dentes e sempre fazem economia dos produtos de limpeza durante sua atividade de trabalho; mais de 50% nunca deixam o chuveiro aberto durante a utilização do xampu/condicionador e sabonete; e quase 70% desligam a luz e a TV ao saírem do ambiente. Com isso concluiu-se que os funcionários da limpeza da Universidade apresentam consciência ambiental.


Palavras-chave


Consciência ambiental. Limpeza. Funcionários. Universidade. Educação Ambiental

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236130816703

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.