ESPÉCIES NATIVAS DE PLANTAS FRUTÍFERAS EM UMA ÁREA DE CERRADO EM MATO GROSSO, BRASIL

Nadja Gomes Machado, Bruna Gonçalves Aquino, Guilherme Araújo Pessoa Contúrbia Neves

Resumo


O Cerrado é o segundo maior bioma brasileiro, composto por savanas, matas, campos e matas de galeria com mais de 7 mil espécies de plantas, com 44% endêmicas. O objetivo deste trabalho foi identificar as espécies de plantas frutíferas de Cerrado na área do Campus São Vicente do IFMT e seu potencial. O campus está localizado em 15°49’S e 55°25’O, distante 86 km de Cuiabá/MT. A coleta de dados ocorreu entre maio e junho de 2010 com localização e identificação das plantas frutíferas na área denominada de Agri3. Foram encontrados 184 indivíduos distribuídos em 20 espécies e 14 famílias. As espécies Acrocomia aculeata e Anacardium humile apresentaram 48 e 47 indivíduos, respectivamente. Enquanto que, as espécies Mouriri elliptica, Brosimum gaudichaudii, Genipa americana, Talisia esculenta e Vitex montevidensis apresentaram apenas 01 indivíduo cada. Das 20 espécies, 07 apresentam usos na alimentação, medicinal e outros; enquanto que 01 apresentou apenas uso alimentar e medicinal; e, 05 apresentam somente uso alimentar. A vegetação é um recurso fundamental para alimentação humana, assim como sua exploração comercial pode propiciar desenvolvimento socioeconômico através de extrativismo ordenado ou plantação das espécies, podendo acarretar em políticas públicas de conservação das espécies.

Palavras-chave


plantas nativas, conservação, uso alimentar, uso medicinal, São Vicente da Serra

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236130813068

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.