TRANSVERSALIDADE, MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE NA FORMAÇÃO DO EDUCANDO

Arismar Maneia, Aloisio Krohling

Abstract


http://dx.doi.org/10.5902/223611705641

The environmental crisis generated by the accelerated development of industries and of runawaypopulation growth on the planet has been aggravated and purchased large, including pollution. Thus,the goal of this work is to show that environmental education, understood as essential task to humanlife, should be practiced in schools and organizations to change the current frame. In addition,evidence that the socialization of actions, both internal and external, geared to the fulfillment ofsocial and environmental responsibility also has as main feature the participation of all the subjectsinvolved in the organizational processes of Higher Education Institutions – HEI, which requires thepreparation of environmental management strategies that prioritize the implementation ofenvironmental initiatives in the context of environmental education programs. Bibliographicalresearch was exploratory qualitative and descriptive type, in order to provide the direct contact of the researcher with the work that deals with the topic under study. The study concluded that socialresponsibility is part of a new conception of society which could not get beyond the HEI and that thesearch for solutions to environmental problems is not a commitment that the HEI should or shouldnot meet, but that it is an obligation, which, if not met, makes a socially irresponsible.


Keywords


Educação Ambiental, Pedagogia, Holismo, Sociologia da Educação.

References


ASSMAN, H. Reencantar a educação: rumo à sociedade aprendente. Petrópolis:Vozes, 1998.

AZEVEDO, FAUSTO A. DE. Ainda uma vez a ética e a ética ambiental. Revista Intertox de Toxicologia, Risco Ambiental e Sociedade, vol. 3, nº 2, mar/jun, 2010.

BOFF, L. Ethos mundial: um consenso mínimo entre os humanos.Rio deJaneiro: Sextante, 2003.

BOFF, L. Saber cuidar: Ética do humano – Compaixão pela Terra. Petrópolis: Vozes, 1999.

BOURDIEU, PIERRE. Questões de sociologia. Rio de Janeiro: Marco Zero, 1983.

BRASIL.Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Brasília, DF: 1996.

BRASIL.Constituição da República Federativa do Brasil. 1988.Disponível em:. Acesso em: 07 set. 2006.

BRASIL.Parâmetros Curriculares Nacionais, Ensino Fundamental. Disponível em:

. Acesso em: 12 de mar. 2000.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental.Parâmetros Curriculares Nacionais: apresentação dos temas transversais – ética.Vol. 8 Brasília: MEC, 1997.

BRASIL.Parâmetros Curriculares Nacionais: Meio ambiente e Saúde. Vol. 9. Brasília: MEC, 1997.

CAÍNZOS, MANUEL. Os principais temas transversais de formação integral. Madrid: SantillanoElf S.A., 1993.

CARVALHO, Isabel C. de M. A invenção ecológica: Narrativas e trajetórias da educação ambiental no Brasil. Porto Alegre: Editora da UFRS, 2001.

CASCINO, FABIO.Educação Ambiental: princípios, história e formação de professores. São Paulo: Editora SENAC, 1999.

DEHEINZELIN, MONIQUE. Projetos. In: POR UM TRIZ. Arte e cultura: atividades e projetos educativos. São Paulo: Paz e Terra, 1998.

DELEUZE, GILLES; GUATTARI, FÉLIX. Micropolítica e segmentaridade. In: Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia. Rio de Janeiro: Edição 34, Vol. 3, 1996.

DEMING, W.E. A Nova economia para a indústria o governo e a educação. Rio de Janeiro: Qualitymark, 1997.

DIAS, GENEBALDO FREIRE.Educação ambiental: Princípios e prácticas.3. ed. São Paulo: Gaia, 1994.

FAZENDA. IVANI. Integração e interdisciplinaridade no ensino brasileiro: efetividade ou ideologia? São Paulo: Loyola, 1992.

FAZENDA. IVANI. (Org.). Práticas interdisciplinares na escola. 2.ed. São Paulo: Cortez, 1994.

FERNÁNDEZ, Carmen Enderle.Psicologia do desenvolvimento, processo evolutivo da criança.3. ed. Porto Alegre: Artes médicas, 1995.

FOUTO, A.R.F. O papel das universidades rumo ao desenvolvimento sustentável: das relações internacionais às práticas locais. Dissertação (Mestrado em Gestão e Políticas Ambientais Relações Internacionais

do Ambiente), 2002. Disponível em:. Acesso em: 08 dez. 2005.

FREIRE, PAULO.Pedagogia do oprimido. 20. ed.Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992a.

FREIRE, PAULO.Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. 6. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997.

FREIRE, PAULO. Pedagogia da indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. Apresentação de Ana Maria Araújo Freire. São Paulo: UNESP, 2000.

GADOTTI, MOACIR.Pedagogia da Práxis.2. ed. São Paulo: Cortez, 1998.

GANDIN, DANILO.Planejamento como prática educativa. 3. ed. São

Paulo: Loyola,1986.

GONZALES, LUCINI F. Educação, Ética e Transversalidade. Caderno de Pedagogia. São Paulo: 1994.

GUATARRI, FÉLIX. As três ecologias. Campinas: Papirus, 1999.

GUIMARÃES, MAURO. A dimensão ambiental na educação. Campinas: Papirus, 1995.

GUIMARÃES, MAURO. A formação de educadores ambientais. Campinas: Papirus, 2004.

GUIMARÃES, SIMONE SENDIN MOREIRA; INFORSATO, EDSON DO CARMO. Biologia no município de Piracicaba/SP. Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient. ISSN 1517-1256, v. 25, julho a dezembro de 2010.

INEP Nº 226, DE 26 DE JULHO DE 2011. ENADE –Publicada no DOU nº 249, Seção 1, de 29 de dezembro de 2010.

JAPIASSU, HILTON. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro: Imago, 1976.

JUNGES, JOSÉ ROQUE. Ética ambiental. Vale do Rio dos Sinos: Editora Unisinos, 2006.

KRAEMER, M.E.P. Gestão ambiental: Um Enfoque no Desenvolvimento Sustentável, 2004. Disponível em:. Acesso em: 28 nov. 2005.

KROHLING, ALOÍSIO.Direitos Humanos Fundamentais: Diálogo Intercultural e Democracia.Editora Paulus, 1990.

KROHLING, ALOÍSIO. Ética da Alteridade e da Responsabilidade. Curitiba: Juruá, 2011.

KROHLING, ALOÍSIO. Anais da ABRAFI. Simpósio Belo Horizonte. 2011.

LEAVITT, HAROLD J.Psicology.Chicago: University of Chicago Press, 1964.

LEFF, E. Educação Ambiental e desenvolvimento sustentável. In: REIGOTA, M. (Org.). Verde cotidiano: o meio ambiente em discussão. Rio de Janeiro: DP&A, 1999.

LOPES, SONIA. Bio completo e atualizado.São Paulo: Saraiva, 1998.

LÜCK, HELOISA.Pedagogía interdisciplinar: fundamentos teórico-metodológicos.Rio de Janeiro: Vozes, 1994.

LUCKESI, CIPRIANO CARLOS. Filosofia da educação. São Paulo: Cortez, 1996. (Série de formação de professores)

MARTINS, CARLOS. A pluralidade dos mundos e das condutas sociais: a contribuição de Bourdieu para a sociologia da educação. Em Aberto, Brasília, v.9, n.46, p.59-72, abr/jun. 1990.

MARTINS, JOSÉ DE SOUZA. O poder do atraso. São Paulo: Hucitec, 1998.

MINAYO, M.C. DE S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 7. ed. São Paulo: Hucitec, 2000.

MOREIRA, ANTONIO F.B.; SILVA, TOMAS TADEU. Currículo, cultura e sociedade. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2000.

MORETTO, VASCO PEDRO. Construtivismo a produção do conhecimento em sala de aula. Rio de Janeiro: DP&A, 2000.

MORIN, EDGAR.A natureza humana: o paradigma perdido.4. ed. Lisboa: América, 1988.

MORIN, EDGAR.Complexidade e ética da solidariedade. In: CASTRO, G. de; CARVALHO, E. de A.; ALMEIDA, M.C. de (orgs.). Ensaios de complexidade. Porto Alegre: Sulina, 1997.

MORIN, EDGAR.O método I, a natureza da natureza. Portugal: Publicações Europa-América Ltda, 1997.

MORIN, EDGAR.Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo: Cortez, 2000.

MORIN, EDGAR.Saberes globais e saberes locais: o olhar transdisciplinar. Rio de Janeiro: Garamond, 2000b.

NERICI, IMIDIO GIUSEPPE. Didática: uma introdução. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1988.

PENTEADO, HELOÍSA D. Meio ambiente e formação de professores. 3. ed. Coleção de Nossa Época, vol. 38. São Paulo: Cortez, 1994

PORLAN, R.; RIVERO, A. Conhecimento escolar: pedagogía investigação do meio. Caderno de Pedagogia.São Paulo: 1994.

PUJOL, R.M.; SANMARTI, N. Integração eixos transversais no currículo de Guix.1995. p. 213-214.

REIGOTA, MARCOS. O que é educação ambiental. São Paulo: Brasiliense, 2006.

SANTOS, J.E.; SATO, M. (Orgs.) A contribuição da educação ambiental à caixa de Pandora. São Carlos: Rima, 2001.

SATO, MICHÈLE. Educação para o Ambiente Amazônico. Tese (Doutorado), PPG-ERN/UFSCar, São Carlos,1997. 235 p.

SATO, MICHÈLE. Educação Ambiental no Ensino Superior. Palestraproferida no Encontro Temático Educação Ambiental na UFPB. JoãoPessoa: PRODEMA & REA/PB, 16 e 17 de Setembro de 1992.

SAVIANI, DERMEVAL.Escola e democracia. São Paulo: Cortez, Autores Associados, 1984.

SIMONETTI, ELIANA; RAMOS, MURILO.A revolução dos bichos. Revista Veja. São Paulo, 18/04, 2001.

SOCA, GENER MERCEDES.A formação Pedagógica Integral. Uma experiencia na formação do professor, 1999.

STURSA, CARLA.Holística do meio ambiente na comunicação: uma abordagem dinâmica – inquisitiva.FAESA – II, Vitória, 1999.

TAUCHEN et al. Gestão ambiental: um modelo da Faculdade Horizontina, 2005. In: XII SIMPEP. Bauru, SP. Disponível em: http://simpep.feb.unesp.br.

UNESCO/UNEP/IEP.Enviromental education: module for pre-service training of science teachers and supervisors for secondary schools.New York, 1983 (EnviromentalEducation Series, V. 7).

UNESCO. Vamos cuidar do Brasil: conceitos e práticas em educação ambiental na escola. (Coord. Soraia Silva de Mello, Rachel Trajber. Brasília: Ministério da Educação, Coordenação Geral de Educação Ambiental: Ministério do Meio Ambiente, Departamento de Educação Ambiental, 2007.

YUS, RAFAEL. Temas transversais de uma nova escola. Porto Alegre: Art. Méd. 1998.




DOI: https://doi.org/10.5902/223611705641



DEAR AUTHORS,

PLEASE, CHECK CAREFULLY BEFORE YOUR SUBMISSION:

- IF ALL AUTHORS "METADATA" (ORCID, LINK TO LATTES, SHORT BIOGRAPHY, AFFILIATION) WERE ADDED,

- THE CORRECT IDIOM YOUR SECTION,

- IF THE HIGHLIGHTS WERE ADDED,

- IF THE GRAPHIC ABSTRACTS WAS ADDED,

- IF THE REVIEWERS INDICATION WAS DONE,

- IF THE REFERENCES FORMAT ARE CORRECT(ABNT)

- IF THE RESOLUTION YOUR FIGURES (600 DPI) ARE SUITABLE

*******************************

PREZADOS AUTORES,

POR FAVOR, VERIFIQUE ATENTAMENTE ANTES DA SUBMISSÃO: 
- SE OS METADADOS (ORCID, LINK PRO LATTES, CURTA BIOGRAFIA E AFILIAÇÃO) DE "TODOS" OS AUTORES FORAM ADICIONADOS, 
- IDIOMA, 
- SE OS HIGHLIHTS FORAM ADICIONADOS, 
- SE O GRAPHICAL ABSTRACT FOI ADICIONADO, 
- SE A INDICAÇÃO DOS REVISORES FOI FEITA, 
- SE O FORMATO DAS REFERÊNCIAS ESTÁ ADEQUADO (ABNT) 
- SE A RESOLUÇÃO SUAS FIGURAS (600 DPI) ESTÁ ADEQUADA.

 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

 

**************************************************

WE ARE ON FACEBOOK! (You are our guest!)

 

Digital Object Identifier (DOI): 10.5902/22361170

Contact: reget.ufsm@gmail.com

...................................................................................


Accesses since 19/06/2012

...................................................................................

Sponsors: