EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE NA FORMAÇÃO DO ADMINISTRADOR: AVALIANDO A PREPARAÇÃO DOCENTE FRENTE AO DESAFIO

Deisi Viviani Becker, Lucas Veiga Ávila, Luis Felipe Machado Nascimento, Lúcia Rejane Da Rosa Gama Madruga

Abstract


Este artigo tem como objetivo analisar como os professores administradores de uma IES, da cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul avaliam a sua preparação frente às exigências da educação para a sustentabilidade. Como método de estudo, realizou-se uma pesquisa qualitativa, exploratória, ancorada em um instrumento de pesquisa dividido em duas partes, sendo a primeira composta por oito questões sobre perfil e enquadramento docente na instituição e a segunda por nove questões abertas com relação ao tema educação para a sustentabilidade. A presente pesquisa foi desenvolvida com 13 professores do Curso de Administração, que possuem formação em Administração, atuantes em uma Instituição Privada, dentre os 44 que trabalham no curso, abrangendo todas as disciplinas da grade curricular. A pesquisa revelou que dos 13 docentes administradores, 06 se sentem preparados para atuar com a temática da sustentabilidade, enquanto 07 professores apresentam dificuldades. Os regulamentos e diretrizes do Ministério da Educação para inserção da sustentabilidade nas disciplinas ainda é desconhecido por 09 professores, o que pode suscitar no curso um olhar diferente sobre a temática da sustentabilidade, fomentando a criação de grupo de pesquisa, atividades práticas ligadas diretamente à educação para a sustentabilidade, além da sua discussão em todas as disciplinas.


References


ALVES, N. B. (2013). A consciência ambiental dos jovens: uma pesquisa com estudantes de nível médio técnico e superior tecnológico. Dissertação 93 f. (dissertação de mestrado) UFRGS/RS, Porto Alegre.

AMBONI, N.; ANDRADE, R. O. B.; LIMA, A. J. e MULLER, I. F. (2010). Interdisciplinaridade e complexidade nos cursos de Administração. In: Anais do ENANPAD 34., 2010, Rio de janeiro. Anpad, 2010. 1 CD-ROM.

BARBIERI, J. C. (2012). Educação ambiental e gestão ambiental na formação de um administrador: uma visão do quadro regulatório. São Paulo: Ottoni.

BARBIERI, JOSÉ CARLOS; SILVA, DIRCEU DA. (2011). Desenvolvimento sustentável e educação ambiental: uma trajetória comum com muitos desafios. RAM, Revista de Administração Mackenzie, v. 12, n. 3, Edição Especial. São Paulo, SP. Maio/Jun.

BARTH, MATHIAS; RIECKMANN, MARCO. (2012). Developing teaching staff as a catalyst for change curriculum for education for sustainable development: a perspective of output.Journal off Cleaner Production. Vol. 26. P.28-36, May.

BEN-ELI, M. U. (2012). Sustentabilidade: os cinco princípios fundamentais. Disponível Em: 2006. Acesso em: Nov.

BRUTON, K. (2006). Education for Sustainable Development: principles for curriculum development in business subject areas. Investigations in University Teaching and Learning vol. 3, n.2, summer.

CARTER, CRAIG. R.; ROGERS, DALE. S. (2008). A framework of sustainable supply chain management: moving toward new theory. Journal International Journal of Physical Distribution & Logistics Management. Vol. 38 No. 5, pp. 360-387.

CARVALHO, ISABEL CRISTINA DE MOURA E FARIAS, CARMEN ROSELAINE DE OLIVEIRA. (2011). Um balanço da produção científica em educação ambiental de 2001 a 2009 (ANPEd, ANPPAS e EPEA).Revista Brasileira de Educação, vol.16, n.46, pp. 119-134,.

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO - CNE. (2012)A educação ambiental. 1999. Disponível em Acesso em: Jan.

CONSTITUIÇÃO FEDERAL BRASILEIRA CFB. (2012). Constituição Federal da República do Brasil de 1988. Disponível em: www.amperj.org.br/store/legislacao/constituicao/crfb.pdf Acesso em: 18 de Dez.

ELKINGTON, JOHN. (2012). Sustentabilidade, canibais com garfo e faca. São Paulo: M. Books do Brasil Ltda.

ENGELMAN, RAQUEL; FRACASSO, EDI MADALENA; TOMETICH, PATRICIA. (2012). Gestão ambiental em universidades brasileiras Environmental management in brazilianuniversities. In: XIV ENGEMA. Anais. São Paulo.

FAZENDA, A. C. I. (2009). Formação de professores: dimensão interdisciplinar. Revista Brasileira de For-mação de Professores, v. 1, n. 1, p. 103-109,.

FREIRE, ANA MARIA. (2007). Educação para a Sustentabilidade: Implicações para o Currículo Escolar e para a Formação de Professores. Pesquisa em Educação Ambiental, vol. 2, n. 1 – p. 141-154.

HAIR, J. JR. et al. (2005). Fundamentos de Métodos de pesquisa em administração.Porto Alegre: Bookman.

HARGREAVES, A. (2004). O ensino na sociedade do conhecimento: educação na era da insegurança. Porto Alegre: Artmed.

HUANG, JIAN; MASSEN VAN DEN BRINK, HENRIËTTE; GROOT, WIM. (2012). Does education promote social capital? Evidence from IV analysis and nonparametric-bound analysis.Empirical Economics 42.3, 1011 – 1034.

MILANI, CARLOS. (2003). Teorias do Capital Social e Desenvolvimento Local: lições a partir da experiência de Pintadas (Bahia, Brasil). IV Conferência Regional ISTR-LAC, 8-10 outubro, San José, Costa Rica.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - MEC. (2012). Sistema de acompanhamento de processos das instituições de ensino superior – SAPIEnS/ Plano de Desenvolvimento Institucional/Diretrizes para elaboração. Disponível em Acesso em: Maio.

NOBRE, FARLEY SIMON; MENEZES, GLAUCO GOMES; FREGA, JOSÉ ROBERTO. (2012). The social constructionist perspective for management education in sustainable business.Journal The Academy of Business in Society. p.01-05, Abr.

RICHARDSON, ROBERTO, J. et al. (1999). Pesquisa Social: métodos e técnicas. 2.ed. São Paulo: Atlas.

SEVERO, L. S.; DELGADO, N. A.; PEDROZO, E. Á. (2006). A emergência de “inovações sustentáveis”: questão de opção e percepção: In: SIMPÓSIO DE ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO,

LOGÍS-TICA E OPERAÇÕES INTERNACIONAIS, 9., São Paulo. Anais... São Paulo: FGV-Eaesp, Produção) – UFSC, Faculdade de Engenharia.

SHRIVASTAVA, PAUL. (2010). Pedagogy of Passion for Sustainability.Journal Academy of Management Learning &Education.Vol.9, No. 3, 443–455.

TAPSCOTT, DON. (2010). A hora da geração digital. Rio de Janeiro: Agir Negócios.

TAUCHEN, JOEL. (2007). Um modelo de gestão ambiental para implantação em instituições de ensino superior. Passo Fundo. 149p. Dissertação (Dissertação de Mestrado em Engenharia) - UPF, Faculdade De Engenharia e Arquitetura.

TERMIGNONI, L. D. F. (2012). Framework de sustentabilidade para instituições de ensino superior comunitárias. Dissertação 215 f. (Dissertação de Mestrado) PUC/RS. Porto Alegre.

UNESCO. (1997). Educación para un futuro sostenible: una visióntransdisciplinaria para una acción concertada. Paris: Unesco, EPD - 97/ Conf. 401/ CLD. I.

VIEIRA, M. M. F. (2005). Por uma boa pesquisa (qualitativa) em Administração. In: VIEIRA, M. M. F.;ZOUAIN, D. M. (Orgs). Pesquisa Qualitativa em Administração. Rio de Janeiro: FGV.

WCED - Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento. (2012). Nosso Futuro Comum, 1987. Disponível em .Acesso em: Novembro.

ZITZKE,. (2002). Educação ambiental e eco desenvolvimento. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, 9, p.175-188, jul.-dez. 2002. Porto Alegre.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236117016413



DEAR AUTHORS,

PLEASE, CHECK CAREFULLY BEFORE YOUR SUBMISSION:

- IF ALL AUTHORS "METADATA" (ORCID, LINK TO LATTES, SHORT BIOGRAPHY, AFFILIATION) WERE ADDED,

- THE CORRECT IDIOM YOUR SECTION,

- IF THE HIGHLIGHTS WERE ADDED,

- IF THE GRAPHIC ABSTRACTS WAS ADDED,

- IF THE REVIEWERS INDICATION WAS DONE,

- IF THE REFERENCES FORMAT ARE CORRECT(ABNT)

- IF THE RESOLUTION YOUR FIGURES (600 DPI) ARE SUITABLE

*******************************

PREZADOS AUTORES,

POR FAVOR, VERIFIQUE ATENTAMENTE ANTES DA SUBMISSÃO: 
- SE OS METADADOS (ORCID, LINK PRO LATTES, CURTA BIOGRAFIA E AFILIAÇÃO) DE "TODOS" OS AUTORES FORAM ADICIONADOS, 
- IDIOMA, 
- SE OS HIGHLIHTS FORAM ADICIONADOS, 
- SE O GRAPHICAL ABSTRACT FOI ADICIONADO, 
- SE A INDICAÇÃO DOS REVISORES FOI FEITA, 
- SE O FORMATO DAS REFERÊNCIAS ESTÁ ADEQUADO (ABNT) 
- SE A RESOLUÇÃO SUAS FIGURAS (600 DPI) ESTÁ ADEQUADA.

 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

 

**************************************************

WE ARE ON FACEBOOK! (You are our guest!)

 

Digital Object Identifier (DOI): 10.5902/22361170

Contact: reget.ufsm@gmail.com

...................................................................................


Accesses since 19/06/2012

...................................................................................

Sponsors: