Políticas curriculares no Rio Grande do Sul (2009-2018): do triunfo neoliberal à captura do ensino de Filosofia

Bruno Nunes Batista, Daniel Schiochett

Resumo


Neste texto, prospectado sob a égide dos estudos foucaultianos, com enfoque maior no campo da Educação, reflete-se sobre currículo e ensino de Filosofia com base em três frentes de trabalho: 1) a problematização do neoliberalismo empreendida por Michel Foucault em 1979; 2) as conexões entre neoliberalismo e Educação; 3) os desdobramentos dessas relações de poder e saber no ensino da Filosofia, por intermédio da análise discursiva de parâmetros curriculares dispostos no Estado do Rio Grande do Sul entre 2009 a 2018. Do interior desses movimentos, conclui-se que o projeto neoliberal vem flanqueando os currículos da Filosofia escolar ao longo da última década nesse Estado com sucessivas investidas, ora colocando-a a serviço da cultura do empreendedorismo, ora eliminando-a do currículo.


Palavras-chave


Ensino de Filosofia; Michel Foucault; Discurso; Arquivo; Currículo

Texto completo:

PDF HTML

Referências


ABREU, Marisa. Lições do Rio Grande Referencial Curricular para as escolas estaduais. In: RIO GRANDE DO SUL. Lições do Rio Grande: Ciências Humanas e suas tecnologias. Referencial Curricular. Porto Alegre: Secretaria de Estado da Educação, 2009.

AGAMBEN, Giorgio. “O que é o Contemporâneo?” In: AGAMBEN, Giorgio. O que é o Contemporâneo? e outros ensaios. Chapecó, SC: Argos, 2009.

AQUINO, Julio Groppa. Educação pelo arquivo: ensinar, pesquisar, escrever com Foucault. São Paulo: Intermeios, 2019.

BATISTA, Bruno Nunes. Foucault e a genealogia do neoliberalismo. Movimento – Revista de Educação, Niterói/RJ, v. 6, n. 11, jul-dez. 2019.

BECK, Ulrich. Sociedade de risco: rumo a uma outra modernidade. São Paulo: Editora 34. 2010.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular: Educação é a base. Brasília, DF: Ministério da Educação, 2018.

COSTA, Sylvio Gadelha. Governamentalidade neoliberal, Teoria do Capital Humano e Empreendedorismo. Educação & Realidade, Porto Alegre, vol. 34, n. 2, pp. 171-186, ago. 2009.

DERRIDA, Jacques. Mal de arquivo: uma impressão freudiana. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2001.

DURKHEIM, Emile. A evolução pedagógica. Porto Alegre: Artes Médicas, 1995.

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Lições do Rio Grande: Ciências Humanas e suas tecnologias. Referencial Curricular. Porto Alegre: Secretaria de Estado da Educação, 2009.

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Proposta pedagógica para o Ensino Médio Politécnico e Educação Profissional Integrada ao Ensino Médio. Porto Alegre: Secretaria de Estado da Educação, 2011.

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Reestruturação curricular Ensino Fundamental e Médio. Porto Alegre: Departamento Pedagógico da Secretaria de Estado da Educação, 2016.

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Referencial curricular gaúcho: Humanas. Departamento Pedagógico da Secretaria de Estado da Educação, 2018.

FOUCALT, Michel. Vigiar e punir: nascimento da prisão. Petrópolis, RJ: Vozes, 1987a.

FOUCAULT, Michel. A arqueologia do saber. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 1987b.

FOUCAULT, Michel. Ditos e escritos II: Arqueologia das ciências e histórias dos sistemas de pensamento. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2000.

FOUCAULT, Michel. Nascimento da biopolítica: curso dado no Collége de France (1978-1979). São Paulo: Martins Fontes, 2008.

GRAMSCI, Antonio. Cadernos do Cárcere, volume 2. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001.

HARDT, Michael. A sociedade mundial de controle. In: ALLIEZ, E. (Org.). Gilles Deleuze: uma vida filosófica. 1. ed. São Paulo: Editora 34, 2000.

KANT, Immanuel. Crítica da razão pura. São Paulo: Abril Cultural, 1980.

LEITE, Lúcia. Pedagogia de Projetos: intervenção no presente. Belo Horizonte: Dimensão, 1996

NIETZSCHE, Friedrich. Genealogia da moral: uma polêmica. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

NOSELLA, Paolo. A escola de Gramsci. Porto Alegre: Artes Médicas, 1992.

SANTOS, Milton. A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. São Paulo: Hucitec, 1996.

SENNET, Richard. A corrosão do caráter. Rio de Janeiro: Record, 2008.

VEIGA-NETO, Alfredo. Educação e governamentalidade neoliberal: novos dispositivos, novas subjetividades. In: PORTOCARRERO, Vera; CASTELO BRANCO, Guilherme. (Orgs.). Retratos de Foucault. Rio de Janeiro: NAU, 2000.




DOI: https://doi.org/10.5902/2448065746929

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Revista Digital de Ensino de Filosofia - REFilo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

A Revista Digital de Ensino de Filosofia - REFilo agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

_____________________________________________________________