O USO DO GEOPROCESSAMENTO NA ELABORAÇÃO DE MAPAS TEMÁTICOS DAS REDES DE TRANSPORTE DE CARGAS: uma aplicação à Mesorregião do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba

Thiago Gervasio Figueira Arantes, William Rodrigues Ferreira

Resumo


Este artigo almeja apresentar a utilidade do geoprocessamento de dados na elaboração de mapas temáticos de redes que representem as dimensões espaciais do transporte de cargas. Para isso, é utilizada a sólida base de dados georreferenciados do Plano Nacional de Logística e Transportes (PNLT) do Ministério dos Transportes que, trabalhada por técnicas de geoprocessamento em um ambiente SIG (Sistema de Informação Geográfica), possibilitou a criação de mapas do transporte de cargas que abordaram representativamente o modal ferroviário e ilustrativamente o modal rodoviário deste recorte espacial escolhido, sendo este recorte a Mesorregião do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Nesse sentido, estabelece-se uma metodologia que possa auxiliar os diversos estudos que trabalham e discutem os transportes de carga, bem como suas variantes, sendo possível sua aplicação em todo o território nacional.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/223649947361

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Indexações e Bases Bibliográficas