O DISCURSO DO/SOBRE ÓDIO NO CONTEXTO BRASILEIRO: NOSSO COMPROMISSO POLÍTICO COM O DIZER

Maria Cleci Venturini, Amanda Eloína Scherer

Resumo


Propomos refletir sobre as razões e as (des)razões do discurso sobre/do ódio no contexto brasileiro na atualidade. Nosso ponto de destaque dar-se-á a partir da reflexão sobre o discurso – lugar material da ideologia – no qual ressoam memórias (discursos de) que sustentam e legitimam o discurso sobre o ódio que circula em uma dada formação social. Esse discurso sobre dá a ver um ponto de vista sobre a rejeição em torno da cor vermelha, cor determinada como negação às realizações de um governo com enfoque mais voltado ao social em políticas governamentais nos últimos tempos.


Palavras-chave


Discurso; Sujeito; Memória; Ódio; Discurso de/sobre

Texto completo:

PDF

Referências


COURTINE, Jean-Jacques. O Chapéu de Clémentis. Tradução de Brás de Rodrigues, M.R. In: Indursky, F.; Leandro Ferreira, M. C. (Org.). Os múltiplos territórios da Análise de Discurso. Porto Alegre: Sagra Luzzatto, 1999.

COURTINE, Jean-Jacques. Análise do discurso político: o discurso comunista endereçado aos cristãos. São Carlos, SP: EDUFSCar, 2014.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano. Artes de fazer. Tradução de Ephraim Ferreira Alves. Petrópolis, RJ: Vozes, 1994.

GADET, Françoise; PÊCHEUX, Michel. A língua inatingível: o discurso na história da linguística. Campinas: Pontes, 2004.

INDURSKY, Freda. Lula lá: estrutura e acontecimento. Revista Organon, Porto Alegre: UFRGS, v. 17, n. 35, p. 01-21, 2003.

LÓPEZ-MUÑOZ, Juan Manuel. Aproximación a la circulación de discursos: la repetición em los foros de prensa digital. In: Hispanismo, 2006, Estudos da Linguagem, Rio de Janeiro, p. 49-65, 2008.

LÓPEZ-MUÑOZ, Juan Manuel. Aux marges du discours: personnes, temps, lieux, objets. Actes du Xº Congrès International de Linquistique Française, Cadiz, reunis et présentés 227-29, novembre, 2013.

MARIANI, Bethânia. O comunismo imaginário: práticas discursivas da imprensa sobre o comunismo. In: POSSENTI, S. (Org.). Sínteses - Teses. 01 ed. Campinas: IEL - Unicamp, 1997.

NORA, Pierre. Entre mémoire et histoire. La problématique des lieux. In: ______. Les lieux de mémoire, Paris: Gallimard, 1994, v. I.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Análise de Discurso: princípios e procedimentos. Campinas/SP: Pontes Editores, 1999.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Formas do silêncio no movimento dos sentidos. Campinas: Unicamp, 2002.

PÊCHEUX, Michel. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Campinas: UNICAMP, 1997.

PÊCHEUX, Michel. Papel da memória. In: ACHARD, Pierre et al. Papel da memória. Tradução e introdução de José Horta Nunes. Campinas, SP: Pontes, 1999.

POTIGUAR, Alex Lobato. Discurso do ódio no Estado Democrático de Direito: o uso da liberdade de expressão como forma de violência. 2015. Tese (Doutorado em Direito). Universidade de Brasília, Distrito Federal, 2015. Disponível em: http://repositorio.unb.br/bitstream/10482/20702/1/2015_AlexLobatoPotiguar.pdf. Acesso em: 10 dez. 2017.

VENTURINI, Maria Cleci. Imaginário urbano: espaço de rememoração/comemoração. Passo Fundo/RS, Editora da UPF, 2009.

VENTURINI, Maria Cleci. Mídia, ruído e silêncio tumular na constituição contraditória da memória em curso/discurso. In: TASSO, Ismara; SILVA, Érica (Org.). Lingua(gens) em discurso: a formação de objetos. 1. ed., Campinas: Pontes, v. 08, 2014, p. 119-136.




DOI: https://doi.org/10.5902/2179219431541



ISSN Versão Impressa: 1519-9894
ISSN Versão Digital: 2179-2194
DOI 10.5902/21792194
Endereço Eletrônico: www.ufsm.br/fragmentum

Fragmentum possui caráter público e gratuito, dessa forma, NÃO são cobrados custos ou taxas para submissão, processamento, publicação e leitura dos artigos.

Todo o conteúdo do periódico Fragmentum está licenciado com uma Licença Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

REDES SOCIAIS
Página da Revista no Facebook