O brincar como recurso terapêutico à criança com câncer: relato de experiências

Alessandra Zimmerman, Gabriela Christofari, Mônica Sperb, Gabriella Koltermann, Paula Moraes Pfeifer, Alberto Manuel Quintana, Camila Peixoto Farias

Resumo


O presente artigo visa demonstrar a importância do brincar na vida de crianças internadas para tratamento oncológico a partir do relato de experiências de participantes de um projeto de extensão no Centro de Tratamento Oncológico-Hematológico de um hospital público no interior do Rio Grande do Sul. O projeto procura proporcionar um ambiente saudável no contexto de hospitalização por meio do brincar. As experiências na interação lúdica com as crianças revelam a importância do brincar ao auxiliar a criança em tratamento a elaborar conflitos e viver os aspectos saudáveis da infância.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2447115126129

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Experiência - Revista Científica de Extensão

Universidade Federal de Santa Maria, Brasil

http://www.ufsm.br/experiencia

E-mail: experienciaufsm@ufsm.br

ISSN: 2447-1151

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.