Relações alométricas para Leucaena leucocephala (Lam.) De Wit.

Valdemir Aleixo, Ubirajara Contro Malavasi, Natalino Calegário, Marlene de Matos Malavasi, Eurides Küster Macedo Júnior

Resumo


Ecossistemas florestais são responsáveis pelo maior acúmulo de carbono da biosfera terrestre. A quantificação da biomassa para espécies florestais vem contribuir com informações diretas sobre seu potencial para o seqüestro do carbono atmosférico. O ensaio objetivou ajustar equações que permitam estimar a biomassa aérea e subterrânea de Leucaena Leucocephala (Lam.) De Wit por meio do método direto. Para estimar a potencialidade da Leucaena leucocephala na fixação do carbono, foi utilizado o fator de conversão 0,5. Do total da biomassa e do carbono em indivíduos de Leucaena leucocephala, 24% correspondem ao sistema radicular e 76% correspondem ao sistema aéreo. De forma geral, a biomassa total apresentou a distribuição: fuste > galhos vivos > raízes > folhas. O modelo linear com transformação logarítmica utilizando CAP variável independente foi estatisticamente significativa para estimar biomassa seca total.


Palavras-chave


alometria; quantificação de carbono; sequestro de carbono; modelo para biomassa.

Texto completo:

PDF

Referências


ARACRUZ CELULOSE. Estimativa da biomassa e estoque de carbono em áreas de nativas da Aracruz. Disponível em: . Acesso em 05 out. 2005. Aracruz Celulose. / 2005 /.

ARACRUZ CELULOSE. Estimativa da biomassa e estoque de carbono em áreas de nativas da Aracruz. Disponível em: . Acesso em 19 jun. 2006. Aracruz Celulose. / 2006 /.

BALTEIRO, L. D.; ROMERO, C. Carbon captured as a new instrument in forest management: some implications. Scientia Forestalis, n. 63, p. 103-114, 2003.

BARICHELLO, L. R.; SCHUMACHER, M. V.; VOGEL, H. L. M. Quantificação da Biomassa de um povoamento de Acacia mearnsii De Wild. Na região Sul do Brasil. Ciência Florestal, v. 15, n. 2, p. 129-135, 2005.

CALDEIRA, M. V. W. et al. Quantificação da biomassa acima do solo de Acácia mearnsii De WILD., procedência Batemans Bay – Austrália. Ciência Florestal, v. 11, n. 2, p. 79-91, 2001.

DALMOLIN, M. F. da S. Dispersão e germinação de Leucaena leucocephala (Lam.) De Wit. No Município de Santa Helena – Paraná. 2005. 114 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Marechal Cândido Rondon.

DIXON, R. K. et al. Carbon pools and flux of global forest ecosystems. Science, v.. 263, p. 185-190. 1994.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Latossolos. In: ______. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 1999. 412 p. Cap. 11. p.197-216.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Leucena (Leucaena spp.) legumineira – cultura forrageira para produção de proteína. Disponível em: . Acesso em 31 jan. 2006. Embrapa Gado de Corte. São Paulo-SP. / 2006 /.

FINGER, C. A. G. Medição de Árvores. In: ______. Fundamentos de biometria florestal. Santa Maria: UFSM/CEPEF/FATEC, 1992. 269 p. Cap. 3.2.2.1. p.51.

FONTES, M. A. L. Padrões alométricos em espécies arbóreas pioneiras tropicais. Scientia Forestalis, n. 55, p. 79-87, 1999.

LAMLOM, S. H.; SAVIDGE, R. A. A reassessment of carbon content in wood: variation within and between 41 North American species. Biomass and Bioenergy, v.25, n. 3,. p. 381-388, 2003.

LAPPONI, J. C. Correlação. In: ______. Estatística usando Excel. São Paulo: Lapponi Treinamento e Ed. 2000. 450 p. Cap. 6. p.155-176.

LELES, P. S. dos S. et al. de. Crescimento, produção e alocação de matéria seca de Eucalyptus camaldulensis e E. pellita sob diferentes espaçamentos na região de cerrado, MG. Scientia Forestalis, n. 59, p. 77-87, 2001.

LIMA, J. A.; EVANGELISTA, A. R. Leucaena leucocephala. Disponível em: . Acesso em 09 fev. 2006. Lavras-MG. / 2006 /.

MINITAB INC™ 14.0. Making Data Analysis Easier. Statistical Software. Minitab Inc State College, PA, EUA. 1972.

NAKAMA, V. et al. Las plantaciones forestales como sumideros del carbono atmosférico: Estudio de caso en la província de Buenos Aires. Disponível em: . Acesso em 12 mar. 2006. SAPyA Forestal. Buenos Aires – Argentina, p.2-11. 2000.

NISHI, M. H. O MDL e o atendimento aos critérios de elegibilidade e indicadores de sustentabilidade por diferentes atividades florestais. 2003. 66 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa.

NUTTO, L. et al. O mercado internacional de CO2 : o impacto das florestas nativas e das plantações. In.: SAQUETA, C. R. et al. (eds.) As florestas e o carbono. Curitiba, 2002. p. 89-108.

PARROTTA, J. A. Leucaena leucocephala (Lam.) de Wit. – Leucaena tantan. Disponível em: . Acesso em 06 maio 2006. Department of Agriculture, Forest Service, Southern Forest Experiment Station. New Orleans-LA- USA, p.308-316, 1992.

PRIMAVESI, A. C. P. de A. et al. Avaliação de genótipos de Leucaena spp. nas condições edafoclimáticas de São Carlos, SP: I. Caracterização fenotípica e avaliação agronômica. Scientia Agrícola, v. 51, n. 1, p. 47-52, 1994.

SANTOS, S. R. M. dos; MIRANDA, I de. S.; TOURINHO, M. M. Estimativa de biomassa de sistemas agroflorestais das várzeas do rio Juba, Cametá, Pará. Acta Amazonica, v. 34, n. 1, p. 1-8, 2004.

SCHUMACHER, M. V.; POGGIANI, F. Produção de biomassa e remoção de nutrientes em povoamentos de Eucalyptus camaldulensis Dehnh, Eucalyptus grandis Hill ex Maiden e Eucalyptus torelliana F. Muell, plantados em Anhembi, SP. Ciência Florestal, v. 3, n. 1, p. 21-34, 1993.

SCOLFORO, J. R. S. Métodos para construção de modelos empíricos; Equações de Biomassa. In: ______. Biometria Florestal: Técnica de regressão aplicada para estimar: volume, biomassa, relação hipsométrica e múltiplos produtos de madeira. Lavras: UFLA/FAEPE, 1997. 292 p. Cap. 5. p.181-202; Cap. 6. p. 203-212.

SIQUEIRA, L. P de. Monitoramento de áreas restauradas no interior do Estado de São Paulo, Brasil. 2002. 97 f. Dissertação (Mestrado) – Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Piracicaba.

SOARES, C. P. B.; OLIVEIRA, M. L. R de. Equações para estimar a quantidade de carbono na parta aérea de árvores de eucalipto em Viçosa, Minas Gerais. Revista Árvore, v. 26, n. 5, p. 31-38, 2002.

TSUKAMOTO FILHO, A. de A. et al. Fixação de carbono em um sistema agrissilvipastoril com eucalipto na região do cerrado de Minas Gerais. Agrossilvicultura, v. 1, n. 1, p. 29-41, 2004.

ZÁRATE, R. S. Leucaena leucocephala (Lam.) de Wit, subsp. glabrata. Phytologia. Gruver, v. 63, n. 4, p. 304-306, 1987.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/19805098444

Licença Creative Commons