Relação entre a contração e o teor de umidade em madeira de Pinus elliottii, em vários ângulos de grã.

Sidon Kreinert Júnior, Emmanuel Carlos Enrique Rozas Mellado, José Alfredo Esturion, Dirce Kinue Matsunaga, Mário Alberto Miguel Alberto, Carlos Roberto Rincoski

Resumo


Duas espécies de Pinus (Pinus elliottii e Pinus taeda) foram utilizadas para realizar o presente estudo. Procurou-se correlacionar através de uma equação de regressão linear, o teor de umidade e a concentração da madeira, considerando três ângulos de grã (30º, 45º e 90º). Existe para as duas espécies uma alta correlação entre a concentração e o teor de umidade da madeira, entre o P.S.F. e o O% de umidade, para os diferentes ângulos estudados. As equações de regressão linear encontradas para ambas espécies, podem ser usadas sem maiores erros de cálculos para a determinação da contração da madeira a diferentes teores de umidade.


Palavras-chave


Pinus elliottii, Pinus teada, shrinkage, moisture.

Texto completo:

PDF

Referências


COMSTOCK, G. L. Shrinkage of coast-type Douglas-Fir and old-growth Redwood boars Research Paper. Madison, Wis. U.S. Forest Service. Forest Product Laboratory. May. 1965. 19p.

GALVÃO, A. P. M., JANKEWSKY, I. P. Secagem racional de madeira. São Paulo, 1985. 111p.

GREEN, W. O. Moisture content and the shrinkage of lumber. Research Paper FAL-ap-489. Forest Products Laboratory, 1989. 11p.

NOCK, H. P., RICHTER, H. G., BURGER, L. M. Tecnologia da madeira. Curitiba: UFPr, [ s.d], 202p.

SKAAR, A. S. Water in wood. New York: Syracuse University Press, 1972. 218p. (Syracouse wood science series, 4).

STAMM, A. S. Woodand celulose science. New York: The Ronald Press, 1964. 549p.

TOMASELLI, I. Comparação da qualidade da matéria de Araucaria angustifolia e Pinus sp. produzida em reflorestamentos. Anexo: Relatório final. Curitiba, 1979. Convênio FINEP, UFPR, n.18/79.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/19805098269

Licença Creative Commons