Fertilidade do solo e estoques de carbono e nitrogênio sob sistemas agroflorestais no Cerrado mineiro

Juliana Martins Ribeiro, Leidivan Almeida Frazão, Luiz Arnaldo Fernandes, Regynaldo Arruda Sampaio, Paulo Henrique Silveira Cardoso, Agda Loureiro Gonçalves Oliveira

Resumo


Os sistemas agroflorestais são utilizados para diversificar a produção de alimentos, proporcionar aumento na biodiversidade da fauna e da flora e conservação do carbono e nutrientes no solo. Sendo assim, o objetivo deste estudo foi avaliar a fertilidade e os estoques de carbono (C) e nitrogênio (N) do solo após dez anos de implantação de sistemas agroflorestais (SAFs) no Cerrado mineiro. O estudo foi realizado no Assentamento Agroextrativista Americana, localizado no município de Grão Mogol, mesorregião norte do Estado de Minas Gerais. Foram selecionados três SAFSs e duas áreas de vegetação nativa (VN) adjacentes, utilizadas como referência para o estudo, as quais foram agrupados em função da classe de solo: Latossolo Vermelho Amarelo e Cambissolo Háplico. A amostragem do solo foi realizada em março de 2013, dez anos após a implantação dos SAFs, em que amostras compostas foram retiradas das camadas 0-5 e 0-20 cm de profundidade para avaliação dos teores de nutrientes e densidade aparente, e na primeira camada os estoques de C e N do solo. Os SAFs que foram implantados com manejo baseado em desrama e manutenção da diversidade florística contribuíram com e melhoria da qualidade do solo e manutenção da fertilidade e estoques de C em níveis semelhantes à vegetação nativa. Já o SAF que foi implantado com a prévia supressão da vegetação nativa reduziu a diversidade arbórea e, consequentemente, os estoques de C ao longo do tempo. Porém, o manejo com culturas anuais e uso de leguminosas contribuiu para a melhoria da fertilidade do solo e incremento dos teores e estoques de N.


Palavras-chave


Diversidade florística; Qualidade do solo; Teores de nutrientes; Relação C:N

Texto completo:

PDF

Referências


ALVARENGA, A. C. et al. Producción9, composición y aporte de nutrientes de hojarasca en sistemas agroforestales. Spanish Journal of Rural Development, Lugo, v. 6, p. 85-100, 2015.

ALVARES, C. A. et al. Köppen’s climate classification map for Brazil. Meteorologische Zeitschrift, Stuttgart, v. 22, p. 711-728, 2013.

ALVAREZ, V. V. H. et al. Interpretação dos resultados das análises de solos. In: RIBEIRO, A. C. et al. (org.). Recomendações para o uso de corretivos e fertilizantes em Minas Gerais: 5ª Aproximação. 5. ed. Viçosa, MG: Comissão de Fertilidade do Solo do Estado de Minas Gerais,

360 p.

ALVES, B. J. R. et al. Determinação do nitrogênio em solo e planta. In: HUNGRIA, M.; ARAUJO, R. S. Manual de Métodos Empregados em Estudos de Microbiologia Agrícola. Brasília: EMBRAPA Arroz e Feijão, 1994. 542 p.

BOCHNER, J. K. et al. Matéria orgânica e agregação de um planossolo sob diferentes coberturas florestais. Cerne, Lavras, v. 14, n. 1, p. 46-53, 2008.

CAMPANHA, M. M.; SANTOS, R. H. S. Análise comparativa das características da serrapilheira e do solo em cafezais (Coffea arabica L.) cultivados em sistema agroflorestal e em monocultura na zona da mata-MG. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 31, n. 5, p. 805-812, 2007.

CARDOSO, E. L. et al. Atributos biológicos indicadores da qualidade do solo em pastagem cultivada e nativa no Pantanal. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 44, n. 6, p. 631-637, 2009.

EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisas de Solos. Manual de Métodos de Análise de Solo. Rio de Janeiro: Ministério da Agricultura, 1997. 212 p.

FROUFE, L. C. M.; RACHWAL, M. F. G.; SEOANE, C. E. S. Potencial de sistemas agroflorestais multiestrata para sequestro de carbono de áreas de ocorrência de Floresta Atlântica. Pesquisa Florestal Brasileira, Colombo, v. 31, n. 66, p. 143-154, 2011.

GAMA-RODRIGUES, E. F. et al. Carbon storage in soil size fractions under two cacao agroforestry systems in Bahia, Brazil. Environmental Management, New York, n. 2, v. 45, p. 274-283, 2010.

IWATA, B. F. Dinâmica da matéria orgânica em argissolo vermelho amarelo sob sistemas agroflorestais no cerrado piauiense. 2010. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Piauí, Teresinha, 2010.

IWATA, B. F. et al. Sistemas agroflorestais e seus efeitos sobre os atributos químicos em Argissolo Vermelho-Amarelo do Cerrado piauiense. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola Ambiental, Campina Grande, v. 16, n. 7, p. 730-738, 2012.

LEAL FILHO, N. et al. Comparando técnicas de nucleação utilizadas na restauração de áreas degradadas na Amazônia brasileira. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 37, n. 4, p. 587-597, 2013.

LIMA, S. S. et al. Atributos químicos e estoques de carbono e nitrogênio em argissolo vermelho-amarelo sob sistemas agroflorestais e agricultura de corte e queima no norte do Piauí. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 35, p. 51-60, 2011.

MAIA, S. M. F. et al. Impactos de sistemas agroflorestais e convencional sobre a qualidade do solo no semi-árido cearense. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 30, n. 5, p. 837-848, 2006.

MATIAS, S. S. R. et al. Atributos físicos de um Latossolo Vermelho submetido a diferentes usos. Revista Ciência Agronômica, Fortaleza, v. 40, n. 3, p. 331-338, 2009.

PITOMBO, L. M. Estoques de carbono e nitrogênio e fluxos de gases do efeito estufa em solo com diferentes históricos de aplicação de lodo de esgoto. 2011. Dissertação (Mestrado) -Instituto Agronômico de Campinas, Campinas, 2011.

PORTUGAL, A. F. et al. Atributos químicos e físicos de um Cambissolo Háplico Tb distrófico sob diferentes usos na Zona da Mata mineira. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v. 32, p. 249‑258, 2008.

PULROLNIK, K. et al. Estoques de carbono e nitrogênio em frações lábeis e estáveis da matéria orgânica de solos sob eucalipto, pastagem e cerrado no vale do Jequitinhonha‑MG. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v. 33, p. 1125-1136, 2009.

ROCHA, G. P. et al. Caracterização e estoques de carbono de sistemas agroflorestais no Cerrado de Minas Gerais. Ciência Rural, Santa Maria, v. 44, n. 7, p. 1197-1203, 2014.

SANTIAGO, W. R. et al. Nitrogênio mineral e microbiano do solo em sistemas agroflorestais com palma de óleo na Amazônia oriental. Acta Amazônica, Manaus, v. 43, n. 4, p. 395-406, 2013.

SILVA, A. T. Sistema agroflorestal sobre cultivo de leguminosas: fertilidade do solo, resistência a penetração e produtividade de milho e feijão-caupi. 2011. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Tocantins, Gurupi, 2011.

SILVA, C. A.; VALE, F. R. Disponibilidade de nitrato em solos brasileiros sob efeito da calagem e de fontes e doses de nitrogênio. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 35, n. 12, p. 2461-2471, 2000.

SILVA, C. F. et al. Carbono orgânico total, biomassa microbiana e atividade enzimática do solo de áreas agrícolas, florestais e pastagem no médio vale do Paranaíba do Sul (RJ). Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v. 36, p. 1680-1689, 2012.

SILVA, I. F.; ARAÚJO, S. E.; KUSDRA, J. F. Biological activity of soils under systems of organic farming, agroforestry and pasture in the Amazon. Revista Ciência Agronômica, Fortaleza, v. 45, n. 3, p. 427-432, 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1980509825310