Application of the prescriptive method RTQ-C in the analysis of the thermal performance level of the envelope of public buildings in Cachoeira do Sul / RS

Tássia Fanton, Ana Elisa Moraes Souto

Abstract


In Brazil, where buildings generally account for 52% of electricity consumption, the design of buildings taking into account the knowledge of climatic characteristics where they will be built becomes an important tool. Constructive materials play a very important role in ensuring thermal comfort. The thermal properties of a given product must be specified in the selection step of the materials that compose it. In this sense, the work seeks to evaluate both the implantation through the analysis of the architectural project, as well as the influence of the constructive elements in the determination of the thermal performance level of the buildings envelope, through the prescriptive method RTQ-C, of the B1 and B2 buildings, located in the UFSM campus of Cachoeira do Sul. Thus, it was found that the building achieved performance level B, which was limited by the prerequisites for calculated thermal transmittance to the walls and coverage in winter conditions. and also by the absorbance of the blue color used in the east and west facades of the building.


Keywords


Energy efficiency; RTQ-C; Thermal comfort

References


AMERICAN SOCIETY OF HEATING REFRIGERATING AND AIR-CONDITIONING ENGINEERS. ASHRAE 55: Thermal Environmental Conditions for Human Occupancy. Atlanta: ASHRAE, 2013

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15.220: Desempenho térmico de edificações. Rio de Janeiro, Brasil: ABNT, 2005.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS - NBR 15220: Desempenho térmico de edificações, parte 3. Rio de Janeiro, ABNT, 2005.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15.575: Edifícios habitacionais - Desempenho. Rio de Janeiro, Brasil: ABNT, 2013

AYOADE, J. O. Introdução à Climatologia para os Trópicos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2004.

BERGAMASCHI, H. et al. Clima da Estação Experimental da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (e região de abrangência). Porto Alegre: UFRGS, 2003.

BURATTI, Cinzia; RICCIARDI, Paola. Adaptive analysis of thermal comfort in university classrooms: Correlation between experimental data and mathematical models. Building and Environment, v. 44, n. 4, p. 674–687, 2009.

CÂNDIDO, C. et al. Air movement acceptability limits and thermal comfort in Brazil’s hot humid climate zone. Building and Environment, v. 45, n. 1, p. 222–229, 2010.

CAMPOS, Nadine Lessa Fugueiredo et al. Avaliação de Desempenho térmico de edificação pública em Cuiabá, MT: Estudo de Caso. Revista Monografias Ambientais, v. 7, n. 7, p.1670-1688, 2012.

CARLO, Joyce Correna; LAMBERTS, Roberto. Parâmetros e métodos adotados no regulamento de etiquetagem da eficiência energética de edifícios–parte 1: método prescritivo. Ambiente Construído, v. 10, n. 2, p. 7-26, 2010.

DORNELLES, K. A.; RORIZ, Maurício - Influência das tintas imobiliárias sobre o desempenho térmico e energético de edificações. In: X Congresso Internacional de Tintas. 2007. p. 12.

DORNELLES, K. A. Absortância Solar de Superfícies Opacas: métodos de determinação e base de dados para tintas látex acrílica e PVA. Campinas, 2008. 160 f. 2008. Tese de Doutorado. Tese (Doutorado em Engenharia Civil)-Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo, Universidade Estadual de Campinas, Campinas.

EMPRESA DE PESQUISA ENERGÉTICA. Balanço Energético Nacional 2017: ano base 2016. Brasilia. EPE. 2017a.

EMPRESA DE PESQUISA ENERGÉTICA. Nota Técnica DEA 001/2017: Projeção da demanda de energia elétrica para os próximos 10 anos (2017-2026). Brasília. EPE. 2017b.

FANGER, P. O. Thermal Comfort: analysis and applications in environmental engineering. 1. ed. Copenhagen: Danish Technical Press, 1970. 244 p.

FROTA, Anésia Barros. SCHIFFER, Sueli Ramos. Manual de Conforto Térmico. São Paulo. Editora Studio Nobel, 2009. 8ª Edição.

GIVONI, Baruch. Comfort, climate analysis and building design guidelines. Energy & Buildings, v. 1, p. 11–23, 1992.

HEYWOOD, Huw. 101 regras básicas para uma arquitetura de baixo consumo energético. São Paulo: Gustavo Gilli,2005.

INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA. RTQ-C: Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de Edificações Comerciais, de Serviços e Públicas. Rio de Janeiro: INMETRO, 2013.

LAMBERTS, R.; DUTRA, L.; PEREIRA, F. O. Eficiência Energética na Arquitetura. 2. ed. São Paulo: ProLivros, 2004.

LAMBERTS, R.; DUTRA, L.; PEREIRA, F. O. R. Eficiência Energética na Arquitetura, 2. ed. Revisada, São Paulo, 2004. 192 p.

LAMBERTS, R.; DUTRA, L.; PEREIRA, F. O. R. Eficiência Energética na Arquitetura, 3. ed., São Paulo, 2014. 382 p.

MACHADO, F. P. Contribuição ao estudo do clima do Rio Grande do Sul. Rio de Janeiro: IBGE, 1950.

MASCARÓ, J., MASCARÓ, L. Incidência das variáveis projetivas e de construção no consumo energético dos edifícios. Porto Alegre: SAGRA-DC LUZZATO, 1992.

MELO, Felippe Pessoa; SOUZA, Rosemeri Melo. Energia Eletromagnética na superfície terrestre: estimativa multitemporal do albedo em Garanhuns-PE, Ciência E Natura, Santa Maria,v.38,n.1,2016,Jan-Abr.p.170-178.

MENDONÇA, F.; DANNI-OLIVEIRA, I. M. Climatologia: noções básicas e climas do Brasil. 1ª ed. São Paulo-SP:

Oficina de Textos, 2007.

OCHOA, Juliana H.; ARAÚJO, Daniel L.; SATTLER, Miguel Aloysio. Análise do conforto ambiental em salas de aula: comparação entre dados técnicos e a percepção do usuário. Ambiente Construído: revista da Associação Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído. v. 12, n. 1, p. 91–114 , 2012.

POHLMANN, Valeria; LAZZARI, Marcondes. Caracterização climática da região de Cachoeira do Sul (Rio Grande do Sul) quanto à temperatura do ar. Revista Eletrônica Científica da UERGS, v.4, n5, p. 643-650, 2018.

PROCEL - PROGRAMA NACIONAL de CONSERVAÇÃO de ENERGIA ELETRICA Manual para Aplicação dos Regulamentos: RTQ-C e RAC-C. Rio de Janeiro: Procel/Eletrobras, 2010. Disponível em:. Acesso em:.14/06/2011.

PROCEL - Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de Edifícios Comerciais, de Serviços e Públicos (RTQ-C). Rio de Janeiro: Procel/Eletrobras, 2010. Disponível em:. Acesso em:.14/06/2011.

PROCEL/ELETROBRAS e Labeee/UFSC - Manual de Uso da Regulamentação para Etiquetagem Voluntária do Nível de Eficiência Energética de Edifícios Comerciais, de Serviços e Públicos – 2009

ROMERO, Marta Adriana Bustos. Arquitetura bioclimática do espaço público. Brasília, Editora Universidade de Brasília, 2001.

SANTOS, K. P.; COSTA, G. M. da; BARROS, B. R. Conforto Ambiental Em Instituições De Ensino: Análise Do Campus Do Sertão Da UFAL. In.: ENCONTRO NACIONAL DE TECNOLOGIA DO AMBIENTE CONSTRUÍDO, v.15. p.865–874, 2014.

SANTOS, J.C. P. dos. Desempenho térmico e visual de elementos transparentes frente à radiação solar. 2002. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo.

TELI, Despoina; JENTSCH, Mark F.; JAMES, Patrick A.B. B. Naturally ventilated classrooms: An assessment of existing comfort models for predicting the thermal sensation and preference of primary school children. Energy and Buildings, v. 53, p. 166–182, 2012.

THUMANN, Albert; YOUNGER, William J. - Handbook of Energy Audits, 6th edition, Fairmont

Press, 2005.

XAVIER, A. A. de P. Condições de Conforto Térmico para Estudantes de 2o grau na região de Florianópolis. 1999. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Santa Catarina.




DOI: https://doi.org/10.5902/2179460X40468

Copyright (c) 2020 Ciência e Natura

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

 

DEAR AUTHORS,

PLEASE, CHECK CAREFULLY BEFORE YOUR SUBMISSION:

1. IF ALL AUTHORS "METADATA" (ORCID, LINK TO LATTES, SHORT BIOGRAPHY, AFFILIATION) WERE ADDED,

2. THE CORRECT IDIOM YOUR SECTION,

3 IF THE HIGHLIGHTS WERE ADDED,

4. IF THE GRAPHIC ABSTRACTS WAS ADDED,

5. IF THE REVIEWERS INDICATION WAS DONE,

6. IF THE REFERENCES FORMAT ARE CORRECT(ABNT)

7. IF THE RESOLUTION YOUR FIGURES (600 DPI) ARE SUITABLE

8.  IF THE STATEMENT BY THE ETHICS COMMITTEE (IF IT INVOLVES HUMANS) WAS ADDED;

9. IF THE DECLARATION OF ORIGINALITY WAS ADDED.

10. IF THE TEXT IS ORIGINAL. IF THE IDEA HAS ALREADY BEEN REGISTERED IN SUMMARY FORM, OR PUBLISHED IN CONGRESS ANNUALS, PLEASE INFORM THE EDITOR.