Landscape analysis and land use evolution in the hydrographic basin of Barra Seca river, ES

Letícia Guarnier, Fabricia Benda de Oliveira, Vicente Sombra da Fonseca, Carlos Henrique Rodrigues de Oliveira

Abstract


Multitemporal analysis for monitoring land cover and use is an important tool for understanding the evolutionary dynamics of a region, assisting the knowledge on the environmental reality. This study aimed at mapping the land cover classes of the Barra Seca River basin, in northern Espírito Santo, obtained using the Bhattacharya algorithm supervised classification in 1985, 1996, 2006 and 2016. The land use and occupation map allowed characterizing quantitatively the areas identified in the basin map in 10 classes as follows water bodies, agriculture and grasses, dense tree cover, sparse tree cover, exposed soil, wetlands, urban areas, rocky outcrops, shade, and clouds. The landscape maps were obtained using the Patch Analyst extension. In the studied time interval, the land use and occupation in the basin changed little, with areas dominated mostly by agriculture and grasslands, followed by forests while the basin vegetation area also remained mostly unchanged. However, the quantitative analysis using landscape metrics indicates an increasing fragmentation and edge effect in the Barra Seca River basin.

Keywords


Atlantic Forest; Landscape metrics; Remote sensing

Full Text:

PDF

References


ALBANE, RRO, XAVIER, AC, FFERREIRA, DS, ROSADO, TL. Análise de uso e cobertura do solo da bacia do Córrego Alegre por meio de técnicas de sensoriamento remoto. XII Encontro Latino Americano de Iniciação Científica e VIII Encontro Latino Americano de Pós-Graduação, Universidade do Vale do Paraíba. 2007.

ARAGÃO, R, ALMEIDA, JAP. Avaliação espaço temporal do uso do solo na área da bacia do Rio Japaratuba –Sergipe através de imagens LANDSAT. Anais XIV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, Natal, Brasil, INPE, 2009, 1231-1238.

BACANI, VM, SAKAMOTO, AY, QUENOL, H. Mapeamento da cobertura vegetal e uso do solo no Pantanal da baixa Nhecolândia: um estudo comparativo entre os anos de 1987 e 2004. Anais 1º Simpósio de Geotecnologias no Pantanal, Campo Grande, Brasil, 2006, p.302-311.

BOSO JR., AA. Dinâmica dos espodossolos, da vegetação e do clima durante o Quaternário tardop na região nordeste do Estado do Espírito Santo. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo. 2015. 164p.

CEMIN, G, PERICO, E, REMPEL, C. Composição e configuração da paisagem da sub-bacia do arroio Jacaré, Vale do Taquari, RS, com ênfase nas áreas de florestas. Revista Árvore. Viçosa-MG, 2009;33(4):705-711.

CHIARELLO, AG. Effects of fragmentation of the Atlantic Forest on mammals communities in South-eastern Brazil. Biol. Conserv. 1999;89:71-72.

CORRÊA, MM, KER, JC BARRÓN, V TORRENT, J CURI, N, TORRES, TCP. Caracterização física, química, mineralógica e micromorfológica de horizontes coesos e fragipãs de solos vermelhos e amarelos do ambiente Tabuleiros Costeiros. R. Bras. Ci. Solo. 2008;32: 297-313.

COUTINHO, AC. Segmentação e classificação de imagens Landsat-TM para o mapeamento dos usos da terra na região de Campinas, SP. Dissertação de mestrado. Universidade de São Paulo. 1997. 157p.

CREPANI, E, MEDEIROS, JS, HERNANDEZ FILHO, P, FLORENZANO, T, DUARTE, V, BARBOSA, C. Sensoriamento remoto e geoprocessamento aplicados ao zoneamento ecológico-econômico e ao ordenamento territorial. São José dos Campos: INPE - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. 2001.

DADALTO, FC. Estrutura do estrato lenhoso de uma floresta

ombrófila densa das terras baixas em diferentes

estágios sucessionais em Sooretama, ES. Monografia. Universidade Federal do Espírito Santo. 2014. 41p.

DÉSTRO, GFG, CAMPOS, S. SIG-Spring na caracterização do uso dos solos a partir de imagens do satélite CBERS. Energ. Agric., Botucatu, 2006;21(4):28-35.

FRANÇA, MC, COHEN, MCL, PESSENDA, LCR, ROSSETTI, DF, LORENTE, FL, BUSO JUNIOR, AA, GUIMARÃES, JTF, FRIAES, Y. Mangrove dynamics in response to sea level changes on Holocene terraces of the Doce River, southeastern Brazil. Catena. 2013;110:59–69.

FRANÇA, MC, ALVES, ICC, CASTRO, DF, COHEN, MCL, ROSSETTI, DF, PESSENDA, LCR, LORENTE, FL, FONTES, NA, BUSO JR., AA, GIANNINI, PCF, FRANCISQUINI, MI. A multi-proxy evidence for the transition from estuarine mangroves to deltaic freshwater marshes, Southeastern Brazil, due to climatic and sea-level changes during the late Holocene. Catena 2015;128:155–166.

FUNDAÇÃO SOS MATA ATLÂNTICA. Atlas dos remanescentes florestais da Mata Atlântica período 2013-2014. Relatório Técnico. Fundação SOS Mata Atlântica; Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. 2015. 60p.

GOERL, RF, SIEFERT, CAC, SCHULTZ, GB, SANTOS, AS, SANTOS, I. Elaboração e Aplicação de Índices de Fragmentação e Conectividade da Paisagem para Análise de Bacias Hidrográficas. Revista Brasileira de Geografia Física. 2011;05:1000-1012.

GÓES, CA, MELLO FILHO, WL, CARVALHO, M. Avaliação do desempenho de diferentes classificadores (Isoseg, Bhattacharyya, Maxver e Maxver-ICM), utilizando imagens CCD/CBERS-1 e ETM+/Landsat-7 fusionadas. Revista Ambi-Água. 2006;1 (2): 80-89.

HENTZ, AMK, CORTE, APD, DOUBRAWA, B, SANQUETTA, CA. Avaliação da fragmentação dos remanescentes florestais da bacia hidrográfica do rio Iguaçu-PR, Brasil. Enciclopédia biosfera, Centro Científico Conhecer – Goiânia. 11 2015;(21):2842-2858.

IBGE. 2004. Produção da Extração Vegetal e da Silvicultura 2004. Disponível em: Acesso em: 19 de dezembro de 2016.

IBGE. 2015. Produção da Extração Vegetal e da Silvicultura 2015. Disponível em: Acesso em: 19 de dezembro de 2016.

IBGE. Censo Demográfico. Disponível em: Acesso em: 19 de dezembro de 2016.

JESUS, JRP. Análise da Dinâmica do Uso e Ocupação do Solo no Município de São Gonçalo do Rio Abaixo/MG – 1988 a 2009. Monografia (Especialização). Universidade Federal de Minas Gerais. 2010. 37p.

LANG, S, BLASCHKE, T. Análise da paisagem com SIG. Tradução: Hermann Kux, São Paulo: Oficina de Textos, 2009.

LANI, JL, REZENDE, SB, SARTAINS, JB, LANI, J. A. Águas da região do Delta do Rio Doce com ênfase no vale do Suruaca, Linhares – ES. Geografares. 2009;7:147-160.

LEÃO, C, KRUG, LA, KAMPEL, M, FONSECA, LMG. Avaliação de métodos de classificação em imagens TM/Landsat e CCD/CBERS para o mapeamento do uso e cobertura da terra na região costeira do extremo sul da Bahia. Anais XIII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, Florianópolis, INPE, 2007, p.939-946.

LEITE, EF, ROSA, R. Análise do uso, ocupação e cobertura da terra na bacia hidrográfica do rio Formiga, Tocantins. Observatorium: Revista Eletrônica de Geografia, 2012;4(12):90-106.

LIMA, RNS. Técnicas de sensoriamento remoto e geoprocessamento aplicadas no mapeamento e análise de fragmentos florestais no município de Juiz de Fora – Mg em 1987 e 2008. Monografia. Universidade Federal de Juiz de Fora. 2010. 123p.

LIU, T, YANG, X. Monitoring land changes in an urban area using satellite imagery, GIS and landscape metrics. Applied Geography. 2015;56:42-54.

MAANAN, M, RUIZ-FERNÁNDEZ, AC, MAANAN, M, FATTAL, P, ZOURARAH, B, SAHABI, M. A long-term record of land use change impacts on sediments in Oualidia lagoon, Morocco. International Journal of Sediment Research. 2014;29(1):1–10.

MANTELLI, LR, XIMENES, AC, AMARAL, S, FONSECA, LMG. A análise de algoritmos para classificação digital de imagem TM/Landsat, utilizando dados de videografia aérea, para identificação da cobertura do solo em uma região do interflúvio Madeira-Purus – AM. Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto. Florianópolis, 13: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. 2007, p.5927-5934.

MCGARIGAL, K, MARKS, BJ. Fragstats: Spatial pattern analysis program for quantifying landscape structure. Reference manual. For. Sci. Dep. Oregon State

University. Corvallis Oregon. 141p. 1994.

METZGER, JP. Relationships between landscape structure and tree species diversity in tropical forests of South-East Brazil. Landscape and Urban Planning, 1997;37:29-35.

METZGER, JP. Tree functional group richness and landscape structure in a Brazilian tropical fragmented landscape. Ecological Applications, 2000;10(4):1147–1161.

MIGUEL, AES.; MEDEIROS, RB, BRUGNOLLI, CAC, OLIVEIRA, W. Análise do Uso da Terra e Cobertura Vegetal na Bacia do Ribeirão do Meio, Brasilândia/MS. Revista Brasileira de Geografia Física. 2012;05:1088-1098.

MÕISJA, K, UUEMAA, E, OJA, T. Integrating small-scale landscape elements into land use/cover:The impact on landscape metrics’ values. Ecological Indicators, 2016,67:714–722.

MONTEBELO, LA, CASAGRANDE, CA, BALLESTER, MVR, VICTORIA, RL, CUTOLO, APA. Relação entre uso e cobertura do solo e risco de erosão nas áreas de preservação permanente na bacia do ribeirão dos Marins, Piracicaba-SP. Anais XII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, Goiânia, Brasil, INPE. 2005, p.3829-3836.

NOGUEIRA, CR, CRUZ, CBA, AGAREZ, FV, VICENS, RS. Classificação de bacias hidrográficas em Tabuleiros Costeiros através de indicadores provenientes de Sensoriamento Remoto – estudo de caso em Linhares e Sooretama, ES. Anais X Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, Foz do Iguaçu, Brasil, INPE, 2001,p.955-958.

NUNES, AB, LEITE, EF. Geoprocessamento aplicado à determinação do uso e cobertura da Terra da bacia hidrográfica do Rio Areias. Anais 5º Simpósio de Geotecnologias no Pantanal, Campo Grande, MS, 2014, p.122-128.

PANG, A, LI, C, WANG, X, HU, J. Land use/cover change in response to driving forces of Zoige County, China. Procedia Environmental Sciences, 2010;2:1074-1082.

OLIVEIRA, G, GUASSELLI, LA, CUNHA, MCL, SALDANHA, DL. Análise comparativa do desempenho de algoritmos de classificação para o mapeamento de áreas de cultivo de banana. In: XV SIMPÓSIO BRASILEIRO DE SENSORIAMENTO REMOTO, 2011, Curitiba, PR. Anais eletrônicos... Curitiba, PR: SBSR, 2011. .Disponível em: . Acesso em: 11 maio 2016.

PAULA, A. Florística e fitossociologia de um trecho de floresta ombrófila densa das terras baixas na Reserva Biológica de Sooretama, Linhares – ES. Tese de Doutorado. Universidade Federal de São Carlos. 2006. 96p.

PIROVANI, DB, SILVA, AG, SANTOS, AR. Análise da paisagem e mudanças no uso da terra no entorno da RPPN Cafundó, ES. CERNE. 2015;21(1):p.27-35.

PIROVANI, DB, SILVA, AG, SANTOS, AR, CECíLIO, RA, GLERIANI, JM, MARTINS, SV. Análise espacial de fragmentos florestais na bacia do rio Itapemirim, ES. Revista Árvore, Viçosa-MG. 2014;38(2):271-281.

RIBEIRO, CAD, BRAZ, RL, FERREIRA, DS, CECÍLIO, RA. Sistema de irfomação geográfica como ferramenta para caracterização morfométrica da bacia do rio Barra Seca, região norte do Estado Do Espírito Santo. XI Encontro Latino Americano de Iniciação Científica e VII Encontro Latino Americano de Pós-Graduação – Universidade do Vale do Paraíba. 2007.

RODRÍGUEZ, ACM. Mapeamento multitemporal do uso e cobertura do solo do município de São Sebastião – SP, utilizando técnicas de segmentação e classificação de imagens TM – Landsat e HRV – SPOT. Monografia de especialização em Sensoriamento Remoto – INPE. 2000. 94p.

SANTOS, ALC. Diagnóstico dos fragmentos de mata atlântica de Sergipe através de sensoriamento remoto. Dissertação de mestrado. Universidade Federal de Sergipe. 2009. 94p.

SANTOS, CR.; ROCHA, PC. O uso do sistema de informação geográfica na análise da métrica da paisagem no baixo curso dos rios do Oeste Paulista – SP/Brasil. Anais XVII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto - SBSR, João Pessoa-PB, Brasil. 2015, p.827-833.

SARMENTO-SOARES, LM, MARTINS-PINHEIRO, RF. A fauna de peixes na bacia do rio Barra Seca e na REBIO de Sooretama, Espírito Santo, Brasil. Bol. Mus. Biol. Mello Leitão. (N. Sér.) 2014;35:49-104.

SARMENTO-SOARES, LM, MARTINS-PINHEIRO, RF. A fauna de peixes nas bacias do norte do Espírito Santo, Brasil. Sitientibus, série Ciências Biológicas. 2012;12(1):1–25.

SCHINEIDER, V. Mapeamento geomorfológico e zoneamento ambiental de fragilidades na bacia hidrográfica do Rio Barra Seca – Espírito Santo. Dissertação de mestrado. Universidade Federal do Espírito Santo. 2010. 140p.

SILVA, DRV, AMARO, VE. Integração entre dados ópticos e radar (SRTM) para a caracterização geoambiental da costa setentrional do Rio Grande do Norte. Revista Geográfica Acadêmica. 2008;2:111-123.

SOARES-FILHO, BS. Modelagem da dinâmica de paisagem de uma região de fronteira de colonização amazônica. Tese de doutorado. Universidade de São Paulo. 1998. 299p.

SUN, B, ZHOU, Q. Expressing the spatiotemporal pattern of farmland change in arid lands using landscape metrics. Journal of Arid Environments. 2016;124:118-127.

TORRES, DR. Análise multitemporal do uso da terra e cobertura florestal com dados dos satélites LANDSAT e ALOS. Dissertação de mestrado. Universidade Federal de Santa Maria. 2011. 97p.

UEZU, A, METZGER, JP, VIELLIARD, JME. Effects of structural and functional connectivity and patch size on the abundance of seven Atlantic Forest bird species. Biological Conservation. 2005;123:507–519.

VASCONCELOS, CH.; NOVO, EM. Mapeamento do uso e cobertura da terra a partir da segmentação e classificação de imagens – fração solo, sombra e vegetação derivadas do modelo linear de mistura aplicado a dados do sensor TM/Landsat5, na região do reservatório de Tucuruí - PA. Acta Amazonica. 2004;34(3),p.487 – 493.

VICENS, RS, MARQUES, JS. características morfométricas e sua relação com a

hidrologia de bacias hidrográficas de Tabuleiros Costeiros

no norte de Espírito Santo, Brasil. VI Simpósio Nacional de Geomorfologia. 2006.

ZANELLA, L, BORÉM, RAT, SOUZA, CG, ALVES, HMR, BORÉM, FM. Atlantic Forest Fragmentation Analysis and Landscape Restoration Management Scenarios. Natureza & Conservação. 2012;10(1):57-63.

ZON, C, MENDONÇA, ASF. Qualidade da água de drenagem de organossolos. Estudo de caso: Vale do Suruaca, Delta do Rio Doce. XVIII Simpósio Brasileiro de Recursos Hidrícos. 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2179460X30413

Refbacks

  • There are currently no refbacks.