THE ECONOMIC VALUE OF THE CARAÇA SANCTUARY IN MINAS GERAIS / BRAZIL

Tiago Soares Barcelos, Hubert Mathias Peter Roeser, Rubens da Trindade

Abstract


This paper aims to estimate the economic value of the Caraça Sanctuary in Minas Gerais/Brazil, through the Travel Cost Method, which has as scope to capture the recreational value of a natural asset, thus contributing to the understanding of the actual economic value of a natural site. This method analyzes the spending by visitors, meeting consumer surplus, to earn its economic value. The use of economic valuation methods had become a tool of fundamental importance for the preservation/conservation of goods and services generated by ecosystems. A sample field survey was made through data collection performed by means of specific questionnaires that lead to the total economic value, referring to recreational value, which is around R$ 137,434,781.00/year and has an individual budget constraint of R$ 2,243.65. This value confirms the Caraça Sanctuary economic importance to the region and the need for its preservation.

Keywords


Economia Ambiental, Valoração Ambiental, Santuário do Caraça, Serviços Ecossistêmicos.

References


ABREU, E. A. SILVA, A. G, JÚNIOR, G. G. S. Valoração econômica: aplicação do método custo viagem para a praia da avenida de Maceió. XLVI Congresso da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia. Rio Branco – AC 2008.

ANGELO, P. G. & CARVALHO, A. R. Valor recreativo do rio Araguaia, região de Aruana, estimado pelo método custo viagem. Acta Sci. Biol. Sci. Maringá, v.29, n. 4, p. 421-428, 2007.

BOFF, Leonardo. Sustentabilidade: o que é: o que não é. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

BRUNDTLAND, Relatório de. Nosso Futuro Comum. 2ed. Rio de Janeiro: Editora da Fundação Getúlio Vargas, 1991.

CECHIN, Andrei; PACINI, Henrique. Economia verde: por que o otimismo deve ser aliado ao ceticismo da razão. Estud. av., São Paulo , v. 26, n. 74, 2012.

DUTRA, G. M.; RUBBIOLI, E. L.; HORTA, L. S. Gruta do Centenário, Pico do Inficionado (Serra da Caraça), MG: A maior e mais profunda caverna quartzítica do mundo. Schobbenhaus C., Campos D.A, Queiroz E.T, Winge M., Berbert-Born M. Sítios geológicos e paleontológicos do Brasil,(Edit.). Sítios Geológicos e Paleontológicos do Brasil. DNPM/CPRM-Comissão Brasileira de Sítios Geológicos e Paleobiológicos (SIGEP), Brasília, p. 431-441, 2002.

FARIA, Romildo Póvoa. Fundamentos de astronomia. 3 ed. – Campinas;SP: Papirus, 2003.

FREDERICO, I.B.; BRUHNS, H.T. O Ecoturismo no Cerrado: reflexões e oportunidades na RPPN Santuário do Caraça (MG). Revista Brasileira de Ecoturismo, São Paulo, v.5, n.3, set/dez-2012, 600-615.

GUJARATI, Damodar. Econometria Básica. Rio de Janeiro: Elsevier, 2006 - 4º reimpressão.

HAWKING, Stephen; MLODINOW, Leonard. Uma Nova História do Tempo. Tradução Vera de Paula Assis. Rio de Janeiro: Ediouro, 2005.

KINKER, S. Ecoturismo e conservação da natureza em parques nacionais. Campinas, SP: Papirus, 2002.

MAIA, G. A. ROMEIRO, A. R. Validade e confiabilidade do método custo viagem: um estudo aplicado ao Parque Nacional da Serra Geral. Economia Aplicada, 12(1) 103-123, jan-mar 2008.

MATOS, Alda, et al. Análise crítica dos métodos de valoração econômica dos bens e recursos ambientais. VIII Coloquio Ibérico de Estudios Rurales. Cáceres (2010).

MCTERNAN, J.A., (2011). The Economic Value of Whitewater Sports in the cache la Poudre Canyon, Colorado. Acessado em 11/10/2011, de http://dare.colostate.edu/grad/theses/McTernan2011.pdf.

MEIRELLES, Dimária Silva e. Teorias de mercado e regulação: por que os mercados e o governo falham?. Cad. EBAPE.BR, Rio de Janeiro , v. 8, n. 4, Dec. 2010 .

MOTTA, Ronaldo Seroa da. Economia Ambiental. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006.

MOTTA, Ronaldo Seroa da. Manual para valoração econômica de recursos ambientais. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, dos Recursos Hídricos e da Amazônia Legal, 1998.

ORTIZ, R. A.; MOTTA, R. S; FERRAZ. C. Estimando o Valor Ambiental do Parque Nacional do Iguaçu; uma aplicação do método custo viagem. Rio de Janeiro. Texto para Discussão. IPEIA. 2001

ORTIZ, R. A. Economia dos Recursos Naturais. In. May, P.,Lustosa, M.C. & Vinha, V. (orgs) economia do meio ambiente: teoria e prática. Rio; Editora Campus, 2010.

PERRENOUD, Marcelo Alves. Valoração Ambiental do Parque Estadual da Serra do Mar – Núcleo Santa Virgínia. Dissertação de Mestrado do Programa de Pós Graduação em Ciências Ambientais. UNITAU – Taubaté/SP – 2010.

SAGAN, Carl. O mundo assombrado pelos demônios: a ciência vista como uma vela no escuro. Tradução Rosaura Eichemberg. São Paulo: Companhia das Letras; 2013.

SAGAN, Carl. Variedades da Experiência Cientifica: Uma visão pessoal da busca por Deus. Ed. São Paulo; Campanhia das Letras, 2008.

SELBOLD, S.; SILVA, A. D. Uma aplicação do método custo viagem para a valoração de um parque ambiental. Revista Produção on line. Universidade de Santa Catarina. ISSN 1676 – 1901/Vol. 4/ Num.3/ Agosto de 2004.

VARIAN, Hal R., Microeconomia: conceitos básicos – Rio de Janeiro; Elsevier, 2006, Ed 10.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2179460X17330

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Copyright (c)



Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.