REPRESENTAÇÕES PUBLICITÁRIAS: PERSUASÃO, NATURALIZAÇÃO E DISPUTA PELO HEGEMÔNICO ENTRE A ECONOMIA E A CULTURA

Nathália dos Santos Silva, Elisa Reinhardt Piedras

Resumo


Este artigo tem o objetivo de apresentar as contribuições da questão das representações para a pesquisa em publicidade no contexto brasileiro contemporâneo. Na discussão teórica realizada a partir de uma pesquisa bibliográfica, retomamos as perspectivas das representações desenvolvidas por Moscovici, Goffman e Hall, para articulá-las aos estudos da publicidade. Ilustramos o debate sobre possibilidades de operacionalização analítica das representações publicitárias destacando as contribuições de pesquisadores como Rocha, Gastaldo e Iribure. Entre os traços comuns das pesquisas que tecem o diálogo das representações com a publicidade, identificamos a discussão sobre as dinâmicas de manutenção ou transformação de representações hegemônicas e sua vinculação às diferentes práticas, contextos e grupos sociais que o processo comunicativo publicitário aproxima.


Palavras-chave


Publicidade e propaganda; Representações; Perspectivas teóricas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2175497724811 ';





 

Apoio

Universidade Federal de Santa Maria

Programa de Pós-graduação em Comunicação

Animus recebe apoio financeiro do edital

PRÓ-REVISTAS 2017 nº 11/2017

 

ANIMUS - Revista Interamericana de Comunicação Midiática

e-mail: revistaanimus@ufsm.br

Classificação Qualis-CAPES: A3

Temática classificada CNPQ: Comunicação: 6.09.00.00-8

DOI: 10.5902/21754977

Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.


Indexada em:

Compartilhe Revista Animus