Rock e resistência na América Latina

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/1679849X68511

Palavras-chave:

Rock, Resistência, América Latina

Resumo

No contexto latino-americano das décadas de 1960 e 1970, o rock aparecia como um gênero malquisto pelo establishment. Convivendo com ditaduras militares que tolhiam praticamente qualquer forma de expressão que atingisse não apenas os aspectos políticos, mas também a moral “e os bons costumes”, o rock propõe uma resistência por vias múltiplas, tanto presente em seu conteúdo, como na sua forma, no seu conteúdo outsider e estranho, para usar o conceito de Zygmunt Bauman, incluindo aí o modo de vestir e a liberdade de experimentar. Este ensaio se propõe a analisar brevemente a resistência no rock latino-americano no contexto ditatorial na Argentina, no Brasil e no Chile.

Biografia do Autor

Gérson Werlang, Universidade Federal de Santa Maria

Músico e escritor. Mestre em Música pela University of Miami, EUA. Doutor em Letras pela Universidade Federal de Santa Maria. Professor do Departamento de Música e do Programa de Pós-Graduação em Letras da UFSM.

Referências

ALBIN, Ricardo Cravo (Org.). Tropicalismo. In: Dicionário Houaiss Ilustrado da Música Popular Brasileira. Rio de Janeiro: Paracatu, 2006.

ALEXANDRE, Ricardo. Poder para o povo preto. In: História do Rock, Vol. 01. 1936/1963. São Paulo: Abril, 2005.

BARCINSKY, André. Rock’n’roll: Um, dois, três, quatro! In: Superinteressante. São Paulo: Abril, SET. 2004.

BAUMAN, Zygmunt. O mal-estar da pós-modernidade. Rio de Janeiro: Zahar, 1998.

CARROLL, Lewis. Alice’s adventures in wonderland. New York: Barnes & Noble, 1994.

DUARTE, Geni Rosa. Acordes precisos e discursos dissonantes: debates estéticos e políticos em torno da Tropicália. In: Temas & Matizes. Ano V – Nº 10. Cascavel, PR: Unioeste, 2001.

FIUZA, Alexandre. As metáforas e a censura ao cancioneiro engajado no Brasil, Portugal e Espanha. In: Temas & Matizes. Ano V – Nº 10. Cascavel, PR: Unioeste, 2001.

FRIEDLANDER, Paul. Rock and roll: Uma história social. 3 ed. São Paulo: Record, 2004.

LA MÁQUINA DE HACER PÁJAROS. Películas. Buenos Aires: Microfon, 1977.

LONZA, Furio (Org.). Quarenta anos de rock: período pré-jurássico (1955-61). São Paulo: 34, 1995.

LOS JAIVAS. Alturas de Macchu Picchu (Rock Andino). São Paulo: Epic, 1981.

MAZZOLENI, Florent. As raízes do rock. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2012.

NAHOUM, Leonardo. Enciclopédia do rock progressivo. Niterói: Rock Symphony, 2005.

PAYTRESS, Mark. History of rock. New York: Parragon, 2011.

ROSA, Fernando. Isso é só o fim? In: História do Rock, Vol. 01: 1936/1963. São Paulo: Abril, 2005.

STOFFEL, Stephanie Lovett. Lewis Carroll in wonderland: The Life and Times of Alice and her Creator. New York: Abrams, 1997.

SAGIORATTO, Alexandre. Barra Rock: sons da contracultura brasileira das décadas de 1960 e 1970. Passo Fundo: Méritos, 2021.

SECOS & MOLHADOS. Secos & Molhados. Rio de Janeiro: Continental, 1973.

SERÚ GIRAN. Bicicleta. Buenos Aires: SG Discos, 1980.

Downloads

Publicado

2021-12-29 — Atualizado em 2022-01-13

Versões

Como Citar

Werlang, G. (2022). Rock e resistência na América Latina. Literatura E Autoritarismo, (38). https://doi.org/10.5902/1679849X68511 (Original work published 29º de dezembro de 2021)