Corporatopia e caostopia: os espaços distópicos na trilogia MaddAddam, de Margaret Atwood

Pedro Fortunato, Ildney Cavalcanti

Resumo


Sob a perspectiva dos estudos da distopia (BARTON, 2016; CAVALCANTI, 2003; CLAEYS, 217; MOYLAN 2003), apresentamos uma análise dos espaços distópicos na trilogia MaddAddam (2003, 2009, 2013), da escritora canadense Margaret Atwood. Através da análise, é proposto que a o conjunto de obras apresenta uma distopia corporativista, extrapolando certos aspectos negativos do sistema econômico capitalista, por fazer figurar uma sociedade controlada pelas corporações e cujos os espaços de moradia, seja das elites ou das classes menos favorecidas, são ambos distópicos, embora cada espaço apresente características distintas. Concluímos que o tipo de controle e violência contra as pessoas nessa sociedade ficcional, embora que se expresse de maneiras diferentes, em última instância, atendem aos interesses de uma pequena elite corporativa na trilogia que visa o lucro acima de qualquer padrão moral ou ético. Assim, a obra possui um potencial crítico bastante acentuado no diálogo com a nossa sociedade histórica.


Palavras-chave


Distopia; Margaret Atwood; Trilogia MaddAddam

Texto completo:

PDF p. 95-108

Referências


ATWOOD, Margaret. Oryx and Crake. New York: Anchor Books, 2003.

ATWOOD, Margaret. Oryx e Crake. Tradução Lea Viveiros de Castro. Rio de. Janeiro: Rocco, 2004.

ATWOOD, Margaret. The Year of the Flood. New York: Anchor Books, 2009.

ATWOOD, Margaret. O Ano do Dilúvio. Tradução Márcia Frazão. Rio de Janeiro: Rocco, 2011.

ATWOOD, Margaret. MaddAddam. New York: Anchor Books, 2013.

BARTON, Riven. Dystopia and Promethean Nightmare. In: DEMERJIAN, Louisa MacKay (Ed.). The Age of Dystopia: Our Genre, Our Fears, and Our Future. Cambridge: Newcastle upon Tyne, 2016, p. 5-18.

BURGESS, Anthony. Laranja Mecânica. Tradução Nelson Dantas. Rio de Janeiro: Arte Nova, 1972.

CAVALCANTI, Ildney. A Distopia Feminista Contemporânea: Um Mito e Uma Figura. In: BRANDÃO, Izabel; MUZART, Zahidé (Org.). Refazendo Nós – Ensaios Sobre Mulher e Literatura. Florianópolis: Mulheres, 2003, p. 337-360.

CLAEYS, Gregory. Dystopia: A Natural History. Oxford: Oxford University Press, 2017.

MOYLAN, Tom. "The Moment is Here ... and It's Important": State, Agency, and Dystopia in Kim Stanley Robinson's Antarctica and Ursula K. Le Guin's The Telling. in: BACCOLINI, Raffaella; MOYLAN, Tom (Org.). Dark Horizons: Science Fiction and the Dystopian Imagination. Nova York, London, Routledge, 2003, p. 135-154.

MOYLAN, Tom. Distopia: Fragmentos de um Céu Límpido. Edição de Ildney Cavalcanti e Felipe Benicio. Tradução Felipe Benicio, Pedro Fortunato, Thayrone Ibsen. Maceió: Edufal, 2016.

ORWELL, George. 1984. Tradução: Heloísa Jahn e Alexandre Hubner. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

RAO, Eleonora. Home and Nation in Margaret Atwood's Later Ficion. In: HOWELLS, Coral Ann (Ed.). The Cambridge Companion to Margaret Atwood. Cambridge: Cambridge University Press, 2006, p. 100-113.

ROBOCOP. Direção: Paul Verhoeven, Produção: Arne Schmidt, Estados Unidos: Metro-Goldwyn-Mayer; Orion Pictures, 1987. (102 min), son., color.

VIALS, Chris. Margaret Atwood's Dystopic Fiction and the Contradictions of Neoliberal Freedom. Textual Practice, Connecticut, v. 29, n. 2, p. 235-254, 2015.

ZAMYATIN, Yevgeny. Nós. Tradução Gabriela Soares. São Paulo: Aleph, 2017.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1679849X38419

 

CONTATO:

E-mail: revista.la.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Prédio 16 - Centro de Educação - PPG Letras
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8477

Link: https://periodicos.ufsm.br/LA


ISSN: 1679-849X

DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1679849X

Qualis/Capes: Linguística e Literatura B2


Periodicidade – Semestral

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

     

 

http://mjl.clarivate.com/cgi-bin/jrnlst/jlresults.cgi?PC=EX&Full=*Literatura%20e%20Autoritarismo

Resultado de imagem para DOAJ

https://doaj.org/toc/1679-849X

https://www.latindex.org/latindex/ficha?folio=19485

http://diadorim.ibict.br/handle/1/1018

 

 

http://oaji.net/journal-detail.html?number=6577

http://ezb.uni-regensburg.de/searchres.phtml?bibid=AAAAA&colors=7&lang=de&jq_type1=QS&jq_term1=Literatura+e+Autoritarismo

 

https://dbh.nsd.uib.no/publiseringskanaler/erihplus/periodical/info.action?id=491293

BASE Logo

https://www.base-search.net/

http://journalseeker.researchbib.com/view/issn/1679-849X

https://www.worldcat.org/title/literatura-e-autoritarismo/oclc/1002237522&referer=brief_results

https://scholar.google.com.br/citations?user=cnXbenUAAAAJ&hl=pt-BR

 

https://www.tib.eu/en/search/id/TIBKAT%3A894744321/Literatura-e-autoritarismo/

https://thekeepers.org/journals/1679-849X?page=1&query=Literatura+e+Autoritarismo

 

http://www.i2or.com/8.html (Nr. 763)

https://index.pkp.sfu.ca/index.php/browse/index/2374

http://miar.ub.edu/issn/1679-849X

https://clasificacioncirc.es/resultados_busqueda?_pag=1&_busqueda2=Literatura%20e%20Autoritarismo

https://reseau-mirabel.info/revue/6394/Literatura_e_autoritarismo